Multiculturalismo, pesquisa e formação de professores: o caso das Diretrizes Curriculares para a Formação Docente

Ana Canen, Giseli Pereli de Moura Xavier

Resumo


O presente artigo discute possibilidades de articulação de uma perspectiva multicultural ao componente de pesquisa na formação docente, analisando implicacoes de tal articulação e discutindo a extensao em que esta presente no discurso das Diretrizes Curriculares de Formação de Professores (BRASIL, 2000b). Em um primeiro momento, discute o multiculturalismo e a pesquisa, como componentes da formação de professores, levantando tensoes e possibilidades em sua articulação; em seguida, relata o contexto em que emergem as recentes politicas educacionais e analisa enfases e silencios das diretrizes curriculares nacionais de formação de professores, com relação ao papel da pesquisa e do multiculturalismo em suas formulacoes. Conclui, indicando a necessidade de se concretizar estrategias multiculturais na formação docente que permitam superar binômios tais como o que separa pesquisa academica de pesquisa pratica nessa formação.

Palavras-chave


Multiculturalismo; Pesquisa; Formação de professores; Diretrizes curriculares de formação de professores

Referências


ANDRE, M. A. (Org.). O papel da pesquisa na formacao e na pratica dos professores. Sao Paulo: Ed. Papirus, 2001.

BRASIL. Ministerio da Educacao. Proposta de diretrizes para formacao inicial de professores da educacao basica, em cursos de nivel superior. Brasilia, DF, 2000b. Disponivel em: . Acesso em: 2 ago. 2005.

CANEN, A. Avaliacao da aprendizagem em sociedades multiculturais. Rio de Janeiro: Ed. Papel & Virtual, 2001a. Disponivel em: < www.papelvirtual.com.br>. Acesso em: 2 ago. 2005.

______. Educacao multicultural, identidade nacional e pluralidade cultural: tensoes e implicacoes curriculares. Cadernos de Pesquisa: revista da Fundacao Carlos Chagas, Sao Paulo, n. 111, p. 12-23, 2000.

______. Formacao de professores: dialogo das diferencas. Ensaio: avaliacao e politicas públicas em educacao: revista da Fundacao Cesgranrio, Rio de Janeiro, v. 5, n. 17, p. 477 – 494, out./dez. 1997.

______. Multiculturalismo e formacao docente: experiencias narradas. Educacao e Realidade: revista da Faculdade de Educacao da UFRGS, Porto Alegre, v. 24, n. 2, p. 89-102, 1999.

______. Sentidos e dilemas do multiculturalismo: desafios curriculares para o novo milenio. In: LOPES, A. R. C.; MACEDO, E. (Org.). Curriculo: debates contemporâneos. Sao Paulo: Cortez, 2002. p. 174-195.

CANEN, A. Universos culturais e representacoes docentes: subsidios para a formacao de professores para a diversidade cultural. Educacao e Sociedade: revista quadrimestral de ciencias da educacao, Campinas, SP, n. 77, p. 207- 227, 2001b.

CANEN, A.; ANDRADE, L. T. Construcoes discursivas sobre pesquisa em educacao: o que falam professores formadores universitarios. In: CONGRESSO DE LEITURA DO BRASIL, 13., 2001, Campinas; SEMINARIO SOBRE LEITURA E PRODUCAO NO ENSINO, 2., 2001, Campinas. Anais... Campinas, SP: Universidade Estadual de Campinas, 2001.

CANEN, A.; MOREIRA, A. F. (Org.). Enfases e omissoes no curriculo. Sao Paulo: Papirus, 2001.

CANEN, A.; OLIVEIRA, A. M. A. Multiculturalismo e curriculo em acao: um estudo de caso. Revista Brasileira de Educacao, Campinas, SP, n. 21, p. 61-72, set./dez. 2002.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCACAO (Brasil). Conselho Pleno. Parecer nº. 115, de 10 de gosto de 1999. Dispoe sobre os institutos superiores de educacao. Atos normativos, Brasilia, DF, 1999. Disponivel em: . Acesso em: 3 ago. 2005.

______. Resolucao nº. 1, de 18 de fevereiro de 2002. Institui diretrizes curriculares nacionais para a formacao de professores da educacao basica, em nivel superior, curso de licenciatura, de graduacao plena. Atos normativos, Brasilia, DF, 2002. Disponivel em: . Acesso em: 2 ago. 2005.

GILROY, P. O Atlântico negro. Sao Paulo: Editora 34, 2001.

GLAZER, N. We are all multiculturalists now. London: Harvard University Press, 1997.

GRANT, N., Multicultural education in Scotland. Edinburgh: Dunedin Academic Press, 2000.

HOOVER, L. Reflective writing as a window on preservice teacher's thought processes. Teaching and Teacher Education, Oxford, v. 10, n. 1, p. 83-94, 1994.

LÜDKE, M. (Coord.). O professor e a pesquisa. Sao Paulo: Papirus, 2001.

McLAREN, P. Multiculturalismo revolucionario. Porto Alegre: ArtMed, 2000.

PINTO, R. P. Diferencas etnico-raciais e formacao do professor. Cadernos de Pesquisa, Sao Paulo, n. 108, p. 199-232, nov. 1999.

QUEIROZ, C. A ciencia em debate. In: SIMPOSIO INTERNACIONAL SOBRE ETICA E O FUTURO DA

DEMOCRACIA, 1994, Lisboa. Actas... Lisboa: Edicoes Colibri, 1998. p. 451-458.

WILSON, J. Preconditions for educational research. Educational Research, London, v. 40, n. 2, p. 161-168, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank