Avaliando o Curso de Ciencias Contabeis: uma visao dos alunos da UnB

Polyana Barcelos de Paiva, Fatima de Souza Freire, Jose Lúcio Tozetti Fernandes

Resumo


O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e as avaliações in loco do Ministerio da Educação possibilitam a produção de indicadores de qualidade. Com base nos mecanismos de avaliação disponiveis pelos orgaos avaliadores, questiona-se: qual conceito os alunos de Ciencias Contabeis da Universidade de Brasilia (UnB) dariam ao seu curso? O objetivo do trabalho e identificar pontos fortes e fracos do curso, permitindo que um olhar interno, de seus alunos iniciantes e concluintes, seja instrumento de autorreflexão e compreensao da realidade em busca de aperfeicoamento e melhora da qualidade da educação. Foi feita uma adaptação do questionario (Reconhecimento de Cursos de Graduação de Bacharelado e Licenciatura) da avaliação dos cursos de graduação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira (Inep) e aplicado aos alunos de Ciencias Contabeis da UnB que fizeram a prova do Enade em 2009. Conclui-se que, enquanto as qualificacoes do coordenador e do corpo docente sao os principais pontos fortes, o laboratorio especializado, o programa de atendimento extraclasse, o estagio supervisionado e a assinatura de periodicos sao os principais gargalos do curso. De uma nota entre 1 a 5, o conceito geral dado ao Curso de Ciencias Contabeis pelos seus alunos ficou igual a 3, significando suficiente; vale ressaltar que os iniciantes atribuiram notas mais altas  que os concluintes.


Palavras-chave


Avaliação; Enade; Ciencias Contabeis

Referências


ALIGLERI, L. A.; MACRINI, D. A teoria das restricoes como alternativa de gestao para Instituicoes de Ensino Superior Privada. In: CONGRESO ARGENTINO DE PROFESORES UNIVERSITARIOS DE COSTOS TANDIL, 27., 2004, Tandil. Anais eletrônicos... Provincia del Chaco, Argentina, 2004. Disponivel em:

. Acesso em: nov. de 2011.

BRASIL. Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliacao da Educacao Superior – SINAES. Diario Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasilia, DF, 15 abr. 2004. Secao, p. 3. Disponivel em: . Acesso em: 27 fev. 2012.

______. Portaria Normativa nº 1, de 29 de janeiro de 2009. Determina as areas e os cursos superiores de tecnologia que serao avaliados pelo Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) no ano de 2009 e da outras providencias. Diario Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasilia, DF, 30 jan. 2009a. Secao 1, p. 37-37. Disponivel em: . Acesso em: 27 fev. 2012.

______. Ministerio da Educacao. Portaria nº 2, de 5 de janeiro de 2009. Aprova, em extrato, o instrumento de avaliacao para reconhecimento de cursos de graduacao - Bacharelados e Licenciaturas do Sistema Nacional de Avaliacao da Educacao Superior - SINAES. Diario Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasilia, DF, 6 jan. 2009b. Secao 1, p. 8. Disponivel em: . Acesso em: 27 fev. 2012.

BUENO, F. S. Minidicionario da lingua portuguesa. Rev. e atual. por Helena Bonito C. Pereira, Rena Signer. Sao Paulo: FTD: LISA, 1996.

DIAS SOBRINHO, J. Avaliacao: politicas educacionais e reformas da educacao superior. Sao Paulo: Cortez, 2003.

DIAS SOBRINHO, J. Avaliacao da educacao superior. Petropolis: Vozes, 2000.

FREIRE, F. S.; CRISOSTOMO, V. L.; CASTRO, J. E. G. Analise do desempenho academico e indicadores de gestao das IFES. Producao on Line, Florianopolis, SC, 2007. Edicao Especial.

FREUND, J. E.; SIMON, G. A. Estatistica aplicada: economia, administracao e contabilidade. Trad. Alfredo Alves de Farias. 9. ed. Porto Alegre: Bookman, 2000.

GOLDRATT, E. M. A meta. Sao Paulo: Claudiney Fullmann, 1993.

INEP. Sinaes: Sistema Nacional de Avaliacao da Educacao Superior: avaliacao externa das instituicoes de educacao superior: diretrizes e instrumento. Brasilia, DF, 2006a.

______. Sinaes: Sistema Nacional de Avaliacao da Educacao Superior: da concepcao à regulamentacao. 2. ed. ampl. Brasilia, DF, 2004. Disponivel em: Acesso em: nov. de 2009.

______. Sistema Nacional de Avaliacao da Educacao Superior: Exame Nacional de Desempenho de Estudantes 2006: relatorio de curso: Curso de Ciencias Contabeis da UnB. Brasilia, DF, 2006b. Disponivel em: . Acesso em: nov. de 2009.

MARINHO, A.; FACANHA, L. Dois estudos sobre a distribuicao de verbas públicas para as instituicoes federais de ensino superior. Brasilia: IPEA, 1999

REAL, G. C. M. Impactos da avaliacao na educacao superior. Mato Grosso do Sul: UFGD, 2008.

SCHLICKMANN, R.; MELO, P. A.; ALPERSTEDT, G. D. Enfoques da teoria institucional nos modelos de avaliacao institucional brasileiros. Avaliacao, Campinas, SP, v.13, n.1, p. 153-168, 2008.

SCHMITZ, J. L. Do curriculo aos exames nacionais: uma analise da aderencia do curriculo do curso de ciencias contabeis da UFSC às diretrizes curriculares nacionais, ao ENADE e ao exame de suficiencia do CFC. 2008. 258 F. Dissertacao (Mestrado)-Programa de Pos-Graduacao em Contabilidade, Universidade Federal de Santa Catarina, Santa Catarina, 2008.

SCHWARTZMAN, S. O contexto institucional e politico da avaliacao do Ensino Superior. Sao Paulo: NUPES/USP, 1990.

SOUZA, E. S. Enade 2006: determinantes do desempenho dos cursos de ciencias contabeis. 2008. 96 f. Dissertacao (Mestrado)-Programa Multinstitucional e Inter-Regional de Pos-Graduacao em Ciencias Contabeis, da Universidade de Brasilia, Universidade Federal da Paraiba, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Brasilia, DF, 2008.

SOUZA, L. M. et al. Aplicacao da teoria das restricoes na gestao do fluxo de disciplinas do curso de Ciencias Contabeis da Universidade de Brasilia. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTAO ESTRATEGICA DE CUSTOS, 16., 2009, Fortaleza. Anais... Fortaleza: UFC, 2009. 1 CD-ROM.

STEIN, M. G. D. F. Avaliacao institucional: um estudo realizado em tres instituicoes mineiras de ensino superior. 2002. Dissertacao (Mestrado)-Universidade Metodista de Piracicaba, Sao Paulo, 2001.

WOLYNEC, E. O uso de indicadores de desempenho para a avaliacao institucional. In: DURHAM, E. R.; SCHWARTZMAN, S.(Org.). Avaliacao do ensino superior. Sao Paulo: Ed. da USP, 1992.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank