Programa Universidade para Todos (PROUNI): quem ganha o que, como e quando?

Marcio Rodrigo de Araújo Souza, Monique Menezes

Resumo


O tema central deste artigo e o Programa Universidade para Todos (PROUNI), criado pelo governo federal em 2004 visando à expansao do acesso à educação superior no pais. Analisamos a politica, tomando como referencia a proposta de definicao criada por Lasswell (1936). Buscamos identificar quais atores ganharam o que, quando e como, a partir do processo politico desenvolvido durante a formulação do programa. A hipotese de trabalho foi construida a partir de Pinto (2004), o qual sugeriu que as instituicoes privadas de educação superior passariam a pressionar o governo em busca de recursos para superar a situação diagnosticada no inicio da última decada, quando as taxas de ociosidade de vagas andavam acima de 740 mil. Analisamos os principais mecanismos do PROUNI: os criterios de acesso, os tipos de bolsas, as exigencias qualitativas do ensino e os mecanismos de controle institucionais criados para acompanhar a implementação da politica. Em razao disso, concluimos que os atores sociais privatistas tiveram exito em influenciar as decisoes governamentais em prol das expectativas do mercado, o que acarreta na ratificação da tese de Downs (1999), para o qual os atores que tem sua renda afetada por uma politica pública estarao sempre mais bem informados e dispostos a participar das discussoes que envolvem sua definicao.

Palavras-chave


PROUNI; educação superior; politica pública

Referências


ALGEBAILE, Maria Emilia Bertino. ExpansA£o da EducaA§A£o Superior: traA§os de uma inclusA£o seletiva no cenA¡rio educacional brasileiro. In: VIEITEZ, Candido Giraldez; BARONE, Rosa Elisa Mirra (orgs.). EducaA§A£o e PolA­ticas PAºblicas: tA³picos para debate. Araraquara-SP: Junqueira&Martins, 2007.

BID, Banco Interamericano de Desenvolvimento. A polA­tica das polA­ticas pAºblicas: progresso econA´mico e social na AmA©rica Latina – relatA³rio 2006. Rio de Janeiro: Elsevier; Washigton: BID, 2007.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais AnA­sio Teixeira (INEP). Censo da educaA§A£o superior: 2011 – resumo tA©cnico. BrasA­lia: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais AnA­sio Teixeira, 2013.

BRASIL. Projeto de lei n. 3.582, de 18 de maio de 2004a. DispAµe sobre a instituiA§A£o do Programa Universidade para Todos – PROUNI e dA¡ outras providAancias. DisponA­vel em http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=253965. Acesso em 22 de janeiro de 2012.

BRASIL. Medida provisA³ria n. 213, de 10 de setembro de 2004b. Institui o Programa Universidade para Todos - PROUNI, regula a atuaA§A£o de entidades beneficentes de assistAancia social no ensino superior, e dA¡ outras providAancias. DiA¡rio Oficial da UniA£o [da] RepAºblica Federativa do Brasil, BrasA­lia, 13 set. 2004.

BRASIL. ExposiA§A£o interministerial nº 061/2004/MEC/MF, de 10 de setembro de 2004c. DiA¡rio Oficial da UniA£o [da] RepAºblica Federativa do Brasil, BrasA­lia, 13 set. 2004.

BRASIL. Lei n. 11.096, de 13 de janeiro de 2005a. Institui o Programa Universidade para Todos - PROUNI, regula a atuaA§A£o de entidades beneficentes de assistAancia social no ensino superior; altera a Lei nº 10.891, de 9 de julho de 2004, e dA¡ outras providAancias. DiA¡rio Oficial da UniA£o [da] RepAºblica Federativa do Brasil, BrasA­lia, 14 jan. 2005.

BRASIL. Decreto n. 5.493, de 18 de junho de 2005b. Regulamenta o disposto na Lei no 11.096, de 13 de janeiro de 2005. DiA¡rio Oficial da UniA£o [da] RepAºblica Federativa do Brasil, BrasA­lia, 19 jul. 2005.

BRASIL. Tribunal de Contas da UniA£o (TCU). RelatA³rio de auditoria operacional: Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES). BrasA­lia: TCU, 2009.

CARVALHO, Cristina Helena Almeida de. A PolA­tica PAºblica para EducaA§A£o Superior no Brasil (1995-2008): ruptura ou continuidade? (Tese). Instituto de Economia, Unicamp, Campinas-SP, 2011.

CARVALHO, Cristina Helena Almeida de. O PROUNI no governo Lula e o jogo polA­tico em torno do acesso ao ensino superior. EducaA§A£o e Sociedade, Campinas, vol. 27, n. 96 - Especial, p. 979-1000, out. 2006.

CATANI, AfrA¢nio Mendes; HEY, Ana Paula; GILIOLI, Renato de Sousa Porto. PROUNI: democratizaA§A£o do acesso A s InstituiA§Aµes de Ensino Superior? Educar, Curitiba, n. 28, p. 125-140, 2006.

CORBUCCI, Paulo Roberto. Financiamento e democratizaA§A£o do acesso A educaA§A£o superior no Brasil: da deserA§A£o do Estado ao projeto de reforma. EducaA§A£o e Sociedade, Campinas, vol. 25, n. 88, p. 677-701, Especial - Out. 2004. DisponA­vel em www.scielo.br. Acesso em 22 de marA§o de 2012.

DIAS, Marco Antonio Rodrigues. ComercializaA§A£o do Ensino Superior: A© possA­vel manter a ideia de bem pAºblico? EducaA§A£o e Sociedade, Campinas, vol. 24, n. 84, p. 817-838, setembro 2003. DisponA­vel em www.scielo.br. Acesso em 22 de marA§o de 2012.

DIAS SOBRINHO, JosA©. AvaliaA§A£o A‰tica e PolA­tica em FunA§A£o da EducaA§A£o como Direito PAºblico ou como Mercadoria. EducaA§A£o e Sociedade, Campinas, vol. 25, n. 88, p. 703-725, Especial - Out. 2004. DisponA­vel em www.scielo.br. Acesso em 21 de marA§o de 2012.

DOWNS, Anthony. Uma teoria econA´mica da democracia. Trad. Sandra Guardini Teixeira Vasconcelos. SA£o Paulo: Editora USP, 1999.

GILL, Rosalind. AnA¡lise de Discurso. In: Martin W Bauer e George Gaskell (editores), Pesquisa Qualitativa com Texto, Imagem e Som: um manual prA¡tico. SA£o Paulo. Editora Vozes, PetrA³polis. 2000.

GOMES, Alfredo Macedo. Estado, Mercado e EducaA§A£o Superior no Brasil: um modelo anal. EducaA§A£o e Sociedade, Campinas, vol. 24, n. 84, p. 839-872, setembro 2003. DisponA­vel em www.cielo.br. Acesso em 22 de marA§o de 2012.

HEIDEMANN, Francisco G. Do sonho do progresso A s polA­ticas de desenvolvimento. In: HEIDEMANN, Francisco G; SALM, JosA© Francisco (orgs.). PolA­ticas PAºblicas e Desenvolvimento: bases epistemolA³gicas e modelos de anA¡lise. BrasA­lia: Editora Universidade de BrasA­lia, 2009.

LASSWELL, Harold D. Politics: Who Gets What, When, How? Nova York: MacGraw-Hill, 1936.

MANCEBO, Deise. Reforma UniversitA¡ria: reflexAµes sobre a privatizaA§A£o e a mercantilizaA§A£o do conhecimento. EducaA§A£o e Sociedade, Campinas, vol. 25, n. 88, p. 845-866, Especial - Out. 2004. DisponA­vel em www.scielo.br. Acesso em 22 de marA§o de 2012.

NEVES, Clarissa Eckert Baeta; RAIZER, Leandro; FACHINETTO, Rochele Fellini. Acesso, expansA£o e equidade na educaA§A£o superior: novos desafios para a polA­tica educacional brasileira. Sociologias, Porto Alegre, ano 9, n. 17, p. 346-452, jan-jun. 2007.

PINTO, JosA© Marcelino de Rezende. O Acesso A EducaA§A£o Superior no Brasil. EducaA§A£o e Sociedade, Campinas, vol. 25, n. 88, p. 727-756, Especial - Out. 2004. DisponA­vel em www.scielo.br. Acesso em 14 de marA§o de 2012.

PIRES, Valdemir. Ensino Superior e Neoliberalismo no Brasil: um difA­cil combate. EducaA§A£o e Sociedade, Campinas, vol. 25, n. 86, p. 263-268, abril 2004. DisponA­vel em www.scielo.br. Acesso em 14 de marA§o de 2012.

PREVIDELLI, Amanda. Os gastos do Brasil com educaA§A£o em relaA§A£o ao mundo. Exame.com. 17.09.2012. DisponA­vel em http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/os-gastos-do-brasil-com-educacao-em-relacao-ao-mundo. Acesso em 12.nov.12.

RUA, Maria das GraA§as. PolA­ticas pAºblicas. FlorianA³polis: Departamento de CiAancias da AdministraA§A£o/UFSC; BrasA­lia: CAPES, UAB, 2009.

SECCHI, Leonardo. PolA­ticas PAºblicas: conceitos, esquemas de anA¡lise, casos prA¡ticos. SA£o Paulo: Cengage Learning, 2010.

SGUISSARDI, Valdemar. Reforma UniversitA¡ria no Brasil – 1995-2006: precA¡ria trajetA³ria e incerto futuro. EducaA§A£o e Sociedade, Campinas, vol. 27, n. 96 - Especial, p. 1021-1056, out. 2006.

SILVA JR, JoA£o dos Reis; SGUISSARDI, Valdemar. A nova lei de educaA§A£o superior: fortalecimento do setor pAºblico e regulaA§A£o do privado/mercantil ou continuidade da privatizaA§A£o e mercantilizaA§A£o do pAºblico? Revista Brasileira de EducaA§A£o, n. 29, Mai-Ago. 2005. DisponA­vel em www.cielo.br. Acesso em 03 de novembro de 2012.

SOUZA, Celina. Estado da Arte da Pesquisa em PolA­ticas PAºblicas. In: HOCHMAN, Gilberto; ARRETCHE, Marta; MARQUES, Eduardo (orgs.). PolA­ticas PAºblicas no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2007. DisponA­vel em www.cielo.br. Acesso em 12 de marA§o de 2014.

SOUZA, Celina. PolA­ticas PAºblicas: uma revisA£o da literatura. Sociologias, Porto Alegre, ano 8, nº 16, jul/dez 2006, p. 20-45. DisponA­vel em www.cielo.br. Acesso em 12 de marA§o de 2014.

SOUZA, MA¡rcio Rodrigo de AraAºjo. A polA­tica de expansA£o da educaA§A£o superior no Brasil: avaliaA§A£o e anA¡lise do Programa Universidade para Todos. (DissertaA§A£o). Centro de CiAancias Humanas e Letras, UFPI, Teresina-PI, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank