Limitações do plano de desenvolvimento institucional dos Institutos Federais de Educação Superior do Brasil

Alexandre Nascimento de Almeida, Anderson Allan Almeida Galvão

Resumo


Os Institutos Federais (IF) são especializados no ensino profissional e tecnológico em diferentes níveis e modalidades. O instrumento para o planejamento e avaliação nas instituições de Ensino Superior no Brasil é o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e o objetivo do trabalho é avaliar as limitações do PDI para os IF. Para tanto, por meio da aplicação de questionário para os gestores dos IF, obtiveram-se informações que abordaram as limitações do PDI. As principais limitações estiveram relacionadas aos aspectos políticos e institucionais dos IF, demonstrado pela preocupação dos seus gestores com o desconhecimento da comunidade do que venha a ser a própria instituição.


Palavras-chave


Planejamento; Gestão; Ensino Superior

Referências


ALMEIDA, N. P. Diversidade na universidade: o BID e as políticas educacionais de inclusão étnico-racial no Brasil. Rio de Janeiro, UFRJ, 2008.

ALMEIDA JUNIOR, V. P. O processo de formação das políticas de avaliação da educação superior no Brasil (1983-1996). Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

ANDRIOLA, W. B.; ARAÚJO, A. C. Uso de indicadores para diagnóstico situacional de Instituições de Ensino Superior. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 26, n. 100, p. 645-663, Jul./Sept. 2018. https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601062

» https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601062

ATHANÁZIO, M. M. Processo de planejamento estratégico em universidade pública: o caso da Universidade Federal do Pará (UFPA). Dissertação (Mestrado em Políticas e Gestão Públicas] – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.

BAGGI, C. A. S.; LOPES, D. A. Evasão e avaliação institucional no ensino superior: uma discussão bibliográfica. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), Sorocaba, v. 16, n. 2, p. 355-374, Jul. 2011. https://doi.org/10.1590/S1414-40772011000200007

» https://doi.org/10.1590/S1414-40772011000200007

BARDIN, L. Analise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BISINOTO, C.; ALMEIDA, L. S. Percepções docentes sobre avaliação da qualidade do ensino na Educação Superior. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 25, n. 96, p. 652-674, 2017. https://doi.org/10.1590/s0104-40362017002501176

» https://doi.org/10.1590/s0104-40362017002501176

BRANDÃO, E. P. Conceito de comunicação pública. In: Duarte, J. (org.). Comunicação pública: estado, mercado, sociedade e interesse público. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2012. p. 1-33.

BRAZIL. Decreto nº 9.235, de 15 de dezembro de 2017. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação das instituições de educação superior e dos cursos superiores de graduação e de pós-graduação no sistema federal de ensino. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 18 12. 2017.

BRAZIL. Lei nº 9.131, de 24 de novembro de 1995. Altera dispositivos da Lei no 4.024, de 20 de dezembro de 1961, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 nov. 1995.

BRAZIL. Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior -SINAES e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 15 abr. 2004.

BRAZIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 30 dez. 2008.

BRAZIL. Controladoria-Geral da União. Portal da transparência. Available in: http://www.portaltransparencia.gov.br/ . Access in: 15 Nov. 2014.

» http://www.portaltransparencia.gov.br/

BRITO, M. I. D. L. Implementação do REUNI na UnB (2008 a 2011): limites na ampliação de vagas e redução da evasão. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação) – Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2013.

CARVALHO, J. G. Programa Mulheres Mil em Arraial do Cabo: extensão e inclusão com base na sustentabilidade. Extramuros, Petrolina, v. 1, n. 2, p. 92-99, Oct. 2013.

COLOMBO, S. S. Gestão educacional: uma nova visão. São Paulo: Artmed, 2004.

CORBUCCI, P. R. Financiamento e democratização do acesso à educação superior no Brasil: da deserção do Estado ao projeto de reforma. Educação & Sociedade, Campintas, v. 25, n. 88, p. 677-701, Oct. 2004. https://doi.org/10.1590/S0101-73302004000300003

» https://doi.org/10.1590/S0101-73302004000300003

COSTÁBILE, L. T. Desenvolvimento de um plano estratégico em uma instituição de ensino superior. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) – Faculdade de Engenharia Mecânica, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2007.

CUNHA, C. J. C. A. Planejamento estratégico em universidades. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 1995.

FALSARELLA, O. M.; JANNUZZI, C. A. S. C. Corporate Strategic Planning and Information & Communication Technology Planning: a project based approach. Gestão & Produção, São Carlos, v. 24, n. 3, p. 610-621, Jul./Sept. 2017. https://doi.org/10.1590/0104-530x481-16

» https://doi.org/10.1590/0104-530x481-16

FIGUEIREDO, N. G. S.; SALLES, D. M. R. Educação profissional e evasão escolar em contexto: motivos e reflexões. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 25, n. 95, p. 356-392, Apr./Jun. 2017. https://doi.org/10.1590/s0104-40362017002500397

» https://doi.org/10.1590/s0104-40362017002500397

FISCHMANN, A.; ALMEIDA, M. I. Planejamento estratégico na prática. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

FRANGELLA, R. C. P.; MENDES, J. C. B. “O que é o bom resultado?” Indagando o sentido da avaliação e suas articulações curriculares. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 26, n. 99, p. 296-315, Apr./June 2018. https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002600982

» https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002600982

GUIMARÃES, A. M. P. Canais de Atendimento ao aluno em instituições de ensino particulares na cidade de São Paulo: um estudo exploratório. Dissertação (Mestrado em Hospitalidade) – Faculdade Anhembi Morumbi, São Paulo, 2008.

HERRERA, C. I.; CANCINO, V. E. Asesoramiento a equipos de gestión y liderazgo educativo desde el abordaje de las competencias funcionales. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 26, n. 101, p. 1220-1239, Oct./Dec. 2018. https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601381

» https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601381

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA – INEP. Sinopses estatísticas da educação superior – graduação. Available from: http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior . Access in: 30 Apr. 2019.

» http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior

KUNSCH, M. M. K. Planejamento de relações públicas na comunicação integrada. São Paulo: Summus, 2003.

LIMA, E.; MACHADO, L. A evasão discente nos cursos de licenciatura da Universidade Federal de Minas Gerais. Educação Unisinos, São Leopoldov. 18, n. 2, p. 121-129, May/Ago. 2014.

MISSIO, E. F.; ALVES, P. S.; HILDENBRAND, L. O Relatório de Avaliação Institucional da Faculdade de São Lourenço (MG): um estudo meta-avaliativo. Meta: Avaliação, Edição Especial, n. 2, p. 79 - 98, 2018.

MORAES, M. C. B.; KALNIN, G. F. Qualidade na educação superior: uma revisão teórica da evolução conceitual no campo da educação superior. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 26, n. 100, p. 530-551, July/Sept.2018. https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601114

» https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601114

PRESTES, E. M. T.; FIALHO, M. G. D. Evasão na educação superior e gestão institucional: o caso da Universidade Federal da Paraíba. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 26, n. 100, p. 869-889, July/Sept. 2018. https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601104

» https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601104

SÁ, V. Avaliação institucional de escolas de Educação Básica em Portugal: políticas, processos e práticas. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 26, n. 100, p. 801-821, July/Sept. 2018. https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601163

» https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601163

SCHUCH, C. C. T. Implementação da política da autonomia financeira em duas escolas públicas estaduais do Rio Grande do Sul: um estudo de caso. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

SENKEVICS, A. S. Contra o silêncio racial nos dados universitários: desafios e propostas acerca da Lei de Cotas. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 44, p. 1-23, 2018. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201844182839

» https://doi.org/10.1590/s1678-4634201844182839

SILVA, R. Balanced Scorecard – BSC: gestão de ensino superior, gestão profissionalizada e qualidade de ensino para instituições de ensino superior privado. Curitiba: Juruá, 2008.

SILVA, L. G. A.; FERREIRA, S. Plano de Desenvolvimento da Educação e Plano de Ações Articuladas: interferências e contradições do Plano de Ações Articuladas na gestão dos sistemas municipais de ensino em Goiás. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 26, n. 100, p. 1108-1127, July/Sept. 2018. https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601200

» https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601200

SOUZA, F. J. et al. Avaliação da Educação Superior no Brasil - do Provão ao ENADE: um estudo meta-avaliativo. Meta: Avaliação, Rio de Janeiro, Edição Especial n. 2, p. 22-42, 2018. https://doi.org/10.22347/2175-2753v10i0.1956

» https://doi.org/10.22347/2175-2753v10i0.1956

TERRA, J. C. C. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial. Rio de Janeiro: Campus, 2005.

VARGAS, A. C. L. A política de educação profissional e tecnológica nos anos 2000: novos marcos para a formação da classe trabalhadora. In: COLÓQUIO NACIONAL, 3., 2015. Anais[...] Available from: http://ead.ifrn.edu.br/portal/wp-content/uploads/2016/02/Artigo-411.pdf . Access in: 2 May 2016.

» http://ead.ifrn.edu.br/portal/wp-content/uploads/2016/02/Artigo-411.pdf

ZAROS, R. A.; LIMA, S. A. P. Introdução ao planejamento estratégico organizacional. Revista Científica Eletrônica de Administração, Garça, v. 9, n. 17, Dec. 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362021002902294

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Revista Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank