Do texto ao e contexto: o Programa Ensino Medio Inovador em movimento

Monica Ribeiro Silva, Vanessa Campos de Lara Jakimiu

Resumo


O objetivo do artigo e analisar uma politica educacional a partir da produção de seus textos de referencia. Utiliza-se para esse fim a elaboração teorica de S. Ball em torno da Abordagem do Ciclo de Politicas. Toma-se uma politica educacional recente, o Programa Ensino Medio Inovador (ProEMI), haja vista o conjunto de documentos produzidos em curto espaco de tempo, bem como as intencoes do Programa de induzir a mudancas na organização curricular das escolas de Ensino Medio. A analise sinaliza para a hipotese de que as alteracoes nos documentos sao, ao menos em parte, resultantes de um processo de acomodação entre o que e prescrito pelo orgao de governo e as condicoes de realização do Programa, bem como pela amplitude do universo de interlocutores envolvidos.


Palavras-chave


Politica Educacional; Ensino Medio; Programa Ensino Medio Inovador; Abordagem do Ciclo de Politicas.

Referências


BALL, S.J. Educational reform: a critical and post-structural approach. Buckingham: Open University Press, 1994.

BALL, S.J.; BOWE, R. Subject departments and the “implementation” of National Curriculum policy: an overview of the issues. Journal of Curriculum Studies, London, v. 24, n. 2, p. 97-115, 1992.

BRASIL. Portaria n° 971 de 09 de outubro de 2009 Disponivel em:< portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task...> Acesso em: ago. 2013.

BRASIL. CNE. CONSELHO NACIONAL DE EDUCACAO. MINISTERIO DA EDUCACAO. Parecer nº 15 de 1º de junho de 1998. Aprova as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Medio. Relator: Guiomar Namo de Mello.

Diario Oficial da República Federativa da Uniao, Brasilia, DF, 1 de jun. 1998.

Disponivel em: . Acesso em:

jan. 2013.

______. CNE. CONSELHO NACIONAL DE EDUCACAO. MINISTERIO DA

EDUCACAO. Resolucao n. 2, de 30 de janeiro de 2012. Institui as Diretrizes

Curriculares Nacionais para o Ensino Medio. Relator: Jose Fernandes de Lima.

Diario Oficial da República Federativa da Uniao, Brasilia, DF, 31 jan. 2012.

Disponivel em: http://www.ca.ufsc.br/files/2012/04/rceb002_121.pdf. Acesso

em: 13 nov. 2014.

BRASIL. MEC/SEB. Ministerio da Educacao. Secretaria de Educacao Basica. Diretoria de Concepcoes e Orientacoes Curriculares para a Educacao Basica. Coordenacao Geral de Ensino Medio. Ensino Medio Inovador. Brasilia: abr., 2009a. Disponivel em: Acesso: 21 mai. 2014.

_____. MEC/SEB. Ministerio da Educacao. Secretaria de Educacao Basica.

Diretoria de Concepcoes e Orientacoes Curriculares para a Educacao Basica.

Coordenacao Geral de Ensino Medio. Programa: Ensino Medio Inovador.

Documento Orientador. Brasilia: set., 2009b. Disponivel em: Acesso: 21 maio. 2014.

_____. MEC/SEB. Ministerio da Educacao. Secretaria de Educacao Basica.

Programa Ensino Medio Inovador. Documento Orientador. Brasilia: 2011.

Disponivel em:

_____. MEC/SEB. Ministerio da Educacao. Secretaria de Educacao Basica.

Programa Ensino Medio Inovador. Documento Orientador. Brasilia: 2013a.

Versao Preliminar. Disponivel em: Acesso em: 30 mar.

_____. MEC/SEB. Ministerio da Educacao. Secretaria de Educacao Basica.

Programa Ensino Medio Inovador. Documento Orientador. Brasilia: 2013b.

Versao Final. Disponivel em: Acesso em: 20 jun. 2014.

BRASIL. CNE/CP. CONSELHO NACIONAL DE EDUCACAO. Conselho Pleno.

Parecer nº 11 de 30 de junho de 2009. Apreciacao da Proposta de Experiencia

Curricular Inovadora no Ensino Medio. Relator: Francisco Aparecido Cordao.

Diario Oficial da República Federativa da Uniao, Brasilia, DF, 25 ago. 2009.

Disponivel em: . Acesso em:

dez. 2014.

BRASIL. MEC/SEB/DCOCEB/COEM. Ministerio da Educacao. Secretaria de Educacao Basica. Diretoria de Concepcoes e Orientacoes Curriculares. Programa Ensino Medio Inovador: Lista das escolas a serem contempladas pelo Programa Dinheiro Direto na Escola - exercicio 2010. Documento de circulacao restrita ao MEC disponibilizado em: 01 mar. 2013. Nao publicado.

GARCIA, S. R. de O. Ensino Medio e Educacao Profissional: breve historico a partir da LDBEN n. 9394/96. In: AZEVEDO, Jose C. de; REIS, Jonas T. Reestruturacao do Ensino Medio: pressupostos teoricos e desafios da pratica. Sao Paulo: Fundacao Santillana, 2013.

KRAWCZYK, N. Politicas para o Ensino Medio e seu potencial inclusivo. 36a Reuniao Nacional da ANPEd. Anais...Goiânia, 29 de setembro a 02 de outubro de 2013. Disponivel em:< http://www.36reuniao.anped.org.br/pdfs_sessoes_especiais/se_05_norakrawcyk_gt05.pdf> Acesso em: 21 nov. 2014.

MAINARDES, J. Abordagem do ciclo de politicas: uma contribuicao para a analise de politicas educacionais. Educacao & Sociedade, v. 27, n. 94, p. 47-69, 2006. Disponivel em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302006000100003&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 21 de mai. 2014.

MAINARDES, J.; MARCONDES, M. I. Entrevista com Stephen J. Ball: um dialogo sobre justica social, pesquisa e politica educacional. Educacao & Sociedade, v. 30, n. 106, p. 303-318, 2009. Disponivel em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302009000100015&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 26 mai. 2014.

LOPES, A. C.; MACEDO. Contribuicoes de Stephen Ball para o estudo de Politicas de Curriculo. In: STEPHEN J. B.; MAINARDES, J. (Org.). Politicas educacionais: questoes e dilemas. Sao Paulo: Cortez, 2011, p. 249-283.

LORENZONI, I. Educacao Basica. Ensino Medio Inovador recebera adesao de escolas em fevereiro. Portal MEC [on-line]. Publicado em: 21 jan. 2014. Disponivel em: Acesso em: 24 mai. 2014.

MELO, Savana D. G.; DUARTE, Adriana. Politicas para o Ensino medio no Brasil: Perspectivas para a universalizacao. Cad. Cedes, Campinas, vol. 31, n.84, p. 231-251, maio-ago. 2011. Disponivel em Acesso em: 11 dez. 2014.

SEDUC/PI. Duas mil escolas sao contempladas com o Ensino Medio Inovador. Portal SEDUC/PI [on line] Publicado em: 28 ago. 2012. Disponivel em: Acesso em: 15 jul. 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank