Ensino da Arte na escola pública e aspectos da politica educacional: contexto e perspectivas

Karina Barra Gomes, Sonia Martins de Almeida Nogueira

Resumo


Este artigo procura ampliar constatacoes e consideracoes que abrangem o ensino da Arte na escola pública e aspectos da politica educacional. Nossa inquietação, quanto ao percurso do ensino artistico no pais e a sua realidade nos dias atuais, levounos a contextualiza-lo a aspectos da politica educacional, associando o ensino a questoes que incitam a conscientização dos professores de Arte, sua atuação e o envolvimento com a pratica pedagogica diante das condicoes educacionais que nos permite viver a politica educacional marcada pela globalização e pela pos-modernidade.

Palavras-chave


Ensino de Arte; Politica educacional; Formação de professores; Globalização

Referências


ALMEIDA, C. Z. As relacoes arte/tecnologia no ensino da arte. In: PILLAR, A. D. (Org.). A educacao do olhar no ensino das artes. Porto Alegre: Mediacao, 2003. [ Links ]

BARBOSA, A. M. Arte: educacao no Brasil. 3. ed. Sao Paulo: Perspectiva, 1999. [ Links ]

______. As escuelas de pintura al aire libre do Mexico: liberdade, forma e cultura. In: PILLAR, A. D. (Org.). A educacao do olhar no ensino das artes. Porto Alegre: Mediacao, 2003. [ Links ]

BRASIL. Câmara. Senado. Projeto de Lei nº 2.732, de 21 de maio de 2008. Quero educacao musical na escola, Rio de Janeiro, 2008. Disponivel em: . Acesso em: 11 jun. 2008. [ Links ]

______. Lei nº. 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as diretrizes e bases da educacao nacional. Diario Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasilia, DF, 27 dez. 1961 e retificado em 28 dez. 1961. [ Links ]

______. Lei nº 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa diretrizes e bases para o ensino de 1º e 2º graus, e da outras providencias. Leis, Brasilia, DF, 1971. Disponivel em: . Acesso em: 11 nov. 2008. [ Links ]

______. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educacao nacional. Diario Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasilia, DF, 23 dez. 1996. Secao 1, p. 27.839. [ Links ]

______. Lei nº 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educacao e da outras providencias. PNE verso e reverso: Plano Nacional de Educacao. Rio de Janeiro: Folha Dirigida, 2001. [ Links ]

______. Ministerio da Educacao. Plano de Desenvolvimento da Educacao. Brasilia, DF, 2007. Disponivel em: . Acesso em: jun. 2008. [ Links ]

______. Ministerio da Educacao. Secretaria de Educacao Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: arte. Brasilia, DF: MEC, SEF, 1997. [ Links ]

FRANCO, M. C. Formacao profissional para o trabalho incerto: um estudo comparativo Brasil, Mexico e Italia. In: FRIGOTTO, G. (Org.). Educacao e crise do trabalho: perspectivas de final de seculo. 3. ed. Petropolis, RJ: Vozes, 1999. [ Links ]

FRIGOTTO, G. Educacao, crise do trabalho assalariado e do desenvolvimento: teorias em conflito. In: FRIGOTTO, G. (Org.). Educacao e crise do trabalho: perspectivas de final de seculo. 3. ed. Petropolis, RJ: Vozes, 1999. [ Links ]

FUSARI, M. F. R.; FERRAZ, M. H. C. T. Arte na educacao escolar. Sao Paulo: Cortez, 2001. [ Links ]

JAMESON, F. Pos-modernismo: a logica cultural do capitalismo tardio. Sao Paulo: Atica, 1996. [ Links ]

JESUS, D. M. Educacao inclusiva: uma proposta construida na/pela pratica. Cadernos de Pesquisa em Educacao, Vitoria, ES, v. 8, n. 15, 2002. [ Links ]

MAGALHAES, A. D. T. V. Ensino de arte: perspectivas com base na pratica de ensino. In: BARBOSA, A. M. (Org.). Inquietacoes e mudancas no ensino da arte. Sao Paulo: Cortez, 2002. [ Links ]

MARQUES, C. A.; PEREIRA, J. E. D. Foruns das licenciaturas em universidades brasileiras: construindo alternativas para a formacao inicial de professores. Educacao e Sociedade, Campinas, SP, v. 23, n. 78, p.117-142, abr. 2002. Disponivel em: . Acesso em: jun. 2008 [ Links ]

MEIRA, M. R. Educacao estetica, arte e cultura do cotidiano. In: PILLAR, A. D. (Org.). A educacao do olhar no ensino das artes. Porto Alegre: Mediacao, 2003. [ Links ]

PEREIRA, J. E. D. As licenciaturas e as novas politicas educacionais para a formacao docente. Educacao e Sociedade, Campinas, SP, v. 20, n. 68, dez. 1999. Disponivel em: . Acesso em: jun. 2008. [ Links ]

PIRES, M. C. M. Criacao e cultura de massa. Uma relacao possivel?. In: SOUZA, S. J. (Org.). Educacao @ pos-modernidade. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2003. [ Links ]

REIS, R. R.; RODRIGUES, J. A universidade vai ao shopping center. Trabalho Necessario, Niteroi, RJ, ano 3, n. 3, 2005. Disponivel em: . Acesso em: mar. 2008. [ Links ]

ROMANELLI, O. O. Historia da educacao no Brasil. Petropolis, RJ: Vozes, 1997. [ Links ]

RUMMERT, S. M. Entidades representativas dos interesses do trabalho: expressao da hegemonia do capital?. Trabalho Necessario, Niteroi, RJ, ano 3, n. 3, 2005. Disponivel em: . Acesso em: mar. 2008. [ Links ]

SHIROMA, E. O.; MORAES, M. C. M.; EVANGELISTA, O. Politica educacional. 2. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2002. [ Links ]

SOUZA, S. J. Educacao na pos-modernidade. Educar para que?. In: SOUZA, S. J. (Org.). Educacao @ pos-modernidade. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2003. [ Links ]


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank