Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes na visao de lideres formais

Marcleide Maria Macedo Pederneiras, Jorge Expedito de Gusmao Lopes, Jose Francisco Ribeiro Filho, Marcos Gilson Gomes Feitosa

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo evidenciar a otica de duas lideres formais sobre fatores que incidiram no resultado do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) de uma Instituicao de Ensino Superior (IES). A pesquisa buscou construir um caminho metodologico alicercado em uma pesquisa de natureza qualitativa, de carater exploratorio, caracterizada como um estudo de caso. A amostra dos sujeitos foi apoiada na tecnica "Bola de Neve" (snowball sampling); para tanto, foram selecionadas a Diretora de Avaliação e Planejamento e a coordenadora da Comissao Propria de Avaliação, ambas responsaveis diretas por todas as fases do ENADE, da IES em estudo. Na coleta de dados foi utilizada a entrevista nao estruturada, e na analise dos dados utilizou-se analise do discurso, onde os dados foram sistematicamente comparados, considerando pontos destacados pelas entrevistadas, como repeticoes de expressoes, divergencias, palavras, ideias, reflexoes e posicionamentos acerca do objeto do estudo. O contexto possibilitou identificar alguns fatores que interferem no resultado do ENADE. Desta maneira, os achados reforcam que, dentre os muitos fatores importantes para obter-se um resultado satisfatorio no ENADE, a sensibilização, a motivação e o compromisso dos alunos com o ENADE sao tidos como os mais significativos na visao das lideres entrevistadas.

Palavras-chave


Avaliação; Sensibilização; Motivação

Referências


BEUREN, I. M. et al. Como elaborar trabalhos monograficos em contabilidade. Sao Paulo: Atlas, 2006. [ Links ]

BIERNACKI, P.; WALDORF, D. Snowball sampling: problems and techniques of chain referral sampling. Sociological Methods & Research, Thousand Oaks, CA, v. 10, n. 2, 1981. [ Links ]

BRASIL. Lei nº.10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliacao da Educacao Superior – SINAES e da outras providencias. Disponivel em: . Acesso em: 12 jun. 2009. [ Links ]

______. Ministerio da Educacao. Portaria nº. 2.051, de 9 de julho de 2004. Regulamenta os procedimentos de avaliacao do Sistema Nacional de Avaliacao da Educacao Superior (SINAES), instituido na Lei nº. 10.861, de 14 de abril de 2004. Diario Oficial da Uniao, Brasilia, DF, 12 jul. 2004. Secao 1, p. 12. [ Links ]

CENTRO FEDERAL DE EDUCACAO TECNOLOGICA DE PELOTAS (RS). Historico da instituicao. Pelotas, [2005?]. Disponivel em: . Acesso em: 9 jun. 2011. [ Links ]

CHIAVENATO, I. Recursos humanos. 5. ed. Sao Paulo: Atlas, 1998. [ Links ]

DIAS SOBRINHO, J. Avaliacao da educacao superior: regulacao e emancipacao. . Avaliacao: revista da avaliacao da educacao superior, Campinas, SP, ano 8, v. 8, n. 2, p. 31-47, 2003. [ Links ]

______. Avaliacao institucional: marcos teoricos e politicos. Avaliacao: revista da avaliacao da educacao superior, Campinas, SP, v. 1, n. 1, p. 15-24, 1996. [ Links ]

DIEHL, A. A.; TATIM, D. C. Pesquisa em ciencias sociais aplicadas: metodos e tecnicas. Sao Paulo: Prentice Hall, 2004. [ Links ]

FAUNDEZ, C. O. Hacia la creacion de una cultura de la evaluacion como garantia de calidade de las universidades. Avaliacao: revista da avaliacao da educacao superior, Campinas, SP, v. 4, n. 1, p. 35-41, mar. 1999. [ Links ]

GOLDEMBERG, J. O impacto da avaliacao na universidade. In: DURHAM, E. R.; SCHWARTZMAN, S. (Org.). Avaliacao do ensino superior. Sao Paulo: EdUSP, 1992. [ Links ]

KINPARA, M. M. Motivacao humana: motivos envolvidos no processo educacional na UFAC. 2000. Tese (Doutorado em educacao) - Faculdade de Educacao, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2000. Disponivel em: . Acesso em: 15 jul. 2009. [ Links ]

LIEURY, A.; FENOUILLET, F. Motivacao e aproveitamento escolar. Traducao de Y. M. C. T. Silva. Sao Paulo: Loyola, 2000. [ Links ]

LINDGREEN, H. C.; BYRNE, D. Psicologia: processos comportamentais. Rio de Janeiro: LTC, 1982. [ Links ]

LOPES, J. Uma introducao ao estudo da escola do terceiro milenio: a escola contingencial. Revista de Administracao Educacional, Recife, v. 1, n. 1, p. 39-45, jul./dez. 1997. [ Links ]

LOPES, J. et al. O fazer do trabalho cientifico nas ciencias sociais aplicadas. Recife: Ed. UFPE, 2006. [ Links ]

MERRIAM, S. Qualitative research and case study application in education. San Francisco: Jossey-Bass, 1998. [ Links ]

MOWDAY, R. T.; PORTER, L. W.; STEERS, R. M. Employee-organization linkages: the psychology of commitment, absenteism and turnover. New York: Academic Press, 1982. [ Links ]

OLIVEIRA, R. A avaliacao de curso: uma dimensao da Universidade. Revista ADUSP, Sao Paulo, n. 18, p. 30-35, out. 1999. [ Links ]

PATTON, M. Q. Qualitative research and evalution methods. 3. ed. London: Sage, 2002. [ Links ]

PONTES, B. R. Avaliacao de desempenho: uma abordagem sistemica. Sao Paulo: LTr, 1986. [ Links ]

RISTOFF, D. I. Universidade em foco: reflexoes sobre a educacao superior. Florianopolis, SC: Insular, 1999. [ Links ]

TAYLOR, S.; BOGDAN, R. Introduction to qualitative research methods: the search for meanings. 2. ed. New York: John Wiley and Sons, 1984. [ Links ]

TRIGUEIRO, M. G. S. O modelo CIPP para a avaliacao institucional da universidade de Brasilia. In: SEMINARIO BRASILEIRO SOBRE AVALIACAO UNIVERSITARIA, 1995, Campinas. Anais ... Campinas, SP: UNICAMP/FE/GEPES, 1995. [ Links ]

VERGARA, S. C. Projetos e relatorios de pesquisa em administracao. 4. ed. Sao Paulo: Atlas, 2003. [ Links ]

VERNON, M. D. Motivacao humana. Traducao de L. C. Lucchetti. Petropolis: Vozes, 1973. [ Links ]

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e metodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001. [ Links ]


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank