Possibilidades da participação na avaliação da aprendizagem online no ensino superior

Amadeu Soares Marques, Lina Cardoso Nunes

Resumo


Este artigo teve origem com a pesquisa: Avaliação Participativa no Ambiente de Aprendizagem Online, tendo como objetivo compreender como a avaliação participativa pode favorecer o aprendizado dos alunos. O presente artigo focalizou especialmente as entrevistas realizadas com professores e alunos de tres instituicoes, indagando sobre as possibilidades de participação do aluno na avaliação, os resultados apontaram que o aluno dificilmente participa e alguns obstaculos a participação foram mencionados. Apesar das possibilidades de participação propiciadas pela internet e a importância dada às atividades colaborativas, a avaliação continua a ter a funcao de medir o conhecimento dos alunos, constituindo-se em instrumento de poder e controle do professor sobre o aluno.

Palavras-chave


Educação; Aprendizagem online; Avaliação; Participação

Referências


BARDIN, L. Analise de conteúdo. Lisboa: Edicoes 70, 2002. [ Links ]

BORDENAVE, J. E. D. O que e participacao. Sao Paulo: Brasiliense, 2002. [ Links ]

ESTEBAN, M. T. Avaliacao: uma pratica em busca de novos sentidos. Rio de Janeiro: DP&A, 2004. [ Links ]

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessarios à pratica educativa. Sao Paulo: Paz e Terra, 2004. [ Links ]

GUTIERREZ, F.; PRIETO, D. A mediacao pedagogica: educacao a distância alternativa. Campinas, SP: Papirus, 1994. [ Links ]

HADJI, C. Avaliacao desmistificada. Porto Alegre: Artmed, 2008. [ Links ]

HARASIM, L. Redes de aprendizagem: um guia para o ensino e aprendizagem on-line. Sao Paulo: Ed. Senac, 2005. [ Links ]

HOFFMANN, J. Avaliar para promover: as setas do caminho. Porto Alegre: Mediacao, 2006. [ Links ]

LIBÂNEO, J. C. Didatica. Sao Paulo: Cortez, 2006. [ Links ]

LUCKESI, C. Avaliacao da aprendizagem escolar. Sao Paulo: Cortez, 2006. [ Links ]

MARQUES, A. S. Avaliacao participativa no ambiente de aprendizagem online. Dissertacao (Mestrado)-Universidade Estacio de Sa, Rio de Janeiro, 2010. [ Links ]

PALLOFF, R. M.; PRATT, K. Construindo comunidades de aprendizagem no ciberespaco. Sao Paulo: Artmed, 2002. [ Links ]

PERRENOUD, P. Avaliacao: da excelencia à regulacao das aprendizagens, entre duas logicas. Porto Alegre: Artmed, 2008. [ Links ]

PETERS, O. A educacao a distância em transicao. Sao Leopoldo, RS: Unisinos, 2004. [ Links ]

PICANCO, A. A. Para que avaliar na educacao a distância. In: ALVES, L.; NOVA, C. Educacao a distância. Sao Paulo: Futura, 2003. [ Links ]

POZO, J. I. Aprendizes e mestres. Porto Alegre: Artmed, 2008. [ Links ]

ROMAO, J. E. Avaliacao dialogica: desafios e perspectivas. Sao Paulo: Cortez, 2008. [ Links ]

SAMPAIO, R. M. W. F. Freinet: evolucao historica e atualidades. Sao Paulo: Scipione, 1989. [ Links ]

SILVA, M. O professor on-line e a pedagogia da transmissao. In: ALVES, L.; NOVA, C. Educacao a distância. Sao Paulo: Futura, 2003. [ Links ]

VILLAS BOAS, B. M. F. Virando a escola do avesso por meio da avaliacao. Campinas, SP: Papirus, 2008. [ Links ]

VIGOTSKI, L. S. A formacao social da mente: o desenvolvimento dos processos psicologicos superiores. Organizadores Michael Cole e outros. Sao Paulo: Martins Fontes, 2008. [ Links ]


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank