O algoritmo do Ideb e as metas projetadas para a Educação brasileira: uma análise estatístico-matemática

Denilson Junio Marques Soares, Talita Emidio Andrade Soares, Wagner dos Santos

Resumo


Este artigo tem o objetivo de analisar, sob as possibilidades teóricas do paradigma indiciário, a metodologia utilizada na construção do algoritmo do Ideb e na projeção de metas a serem alcançadas em todas as esferas dos sistemas educacionais brasileiros, buscando indícios que nos levem a compreender a concepção de qualidade da Educação adotada pelo indicador. Trata-se de um estudo qualitativo que assume a pesquisa bibliográfica e a análise documental como abordagem teórico-metodológica, considerando, como fontes, as notas técnicas oficiais disponibilizadas para descrever os procedimentos estatístico-matemáticos utilizados. As análises apresentadas evidenciam o rigor matemático e o cuidado dos profissionais do MEC/Inep em diferenciar as metas bienais projetadas para cada modalidade de Ensino e setor administrativo. Em contrapartida, expõem sua fragilidade em não considerar as especificidades que constituem a realidade educacional brasileira, comprometendo a fidedignidade dos resultados evidenciados.

 

* Agradecemos ao Instituto Federal de Minas Gerais, campus Piumhi, e à Universidade Federal do Espírito Santo pelo apoio ao desenvolvimento desta pesquisa.


Palavras-chave


Análise Estatística; Avaliação Educacional; Qualidade da Educação

Referências


BONAMINO, A. A evolução do Saeb: desafios para o futuro. Em Aberto, Brasília, DF, v. 29, n. 96, p. 113-126, maio/ago. 2016 . https://doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.29i96.%25p

BRASIL. Portaria nº 931, de 21 de março de 2005. Institui o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), que será composto por dois processos de avaliação: a Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb) e a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc). Diário Oficial da União, Brasília, DF, 22 mar . 2005 .

BRASIL. Decreto nº. 6.094, de 24 de abril de 2007. Dispõe sobre a implementação do Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação, pela União Federal. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 abr . 2007 .

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun . 2014 .

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n° 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, DF: MEC/Inep, 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm . Acesso em: 15 nov. 2020 .

BRASIL. Ministério da Educação. Nota metodológica sobre a compatibilização de desempenhos do Pisa com a escala do Saeb. Brasília, DF: MEC/Inep, 2009c. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_basica/portal_ideb/metodologias/Nota_Tecnica_n3_compatibilizacao_PISA_SAEB.pdf . Acesso em: 28 jun. 2020 .

BRASIL. Ministério da Educação. Nota técnica: Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Brasília, DF: MEC/Inep, 2009b. Disponível em: http://download.inep.gov.br/download/Ideb/Nota_Tecnica_n1_concepcaoIDEB.pdf . Acesso em: 28 jun. 2020 .

BRASIL. Ministério da Educação. Nota técnica: metodologia utilizada para o estabelecimento das metas intermediárias para a trajetória do Ideb no Brasil, Estados, Municípios e Escolas. Brasília, DF: MEC/Inep, 2009a. Disponível em: http://download.inep.gov.br/download/Ideb/Nota_Tecnica_n2_metas_intermediarias_IDEB.pdf . Acesso em: 28 jun. 2020 .

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 556, de 2 de outubro de 2020b. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 5 out . 2020 .

BRASIL. Ministério da Educação. Resumo técnico: resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Brasília, DF: DEED, 2020a. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_basica/portal_ideb/planilhas_para_download/2019/resumo_tecnico_ideb_2019_versao_preliminar.pdf . Acesso em: 22 set. 2020.

COSTA-HÜBES, T. C. Formação continuada para professores da Educação básica nos anos iniciais: ações voltadas para municípios com baixo Ideb. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 94, n. 237, p. 501-523, ago. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-66812013000200008&lng=en&nrm=iso . Acesso em: 18 nov. 2020 .

DUARTE , N. S. O impacto da pobreza no Ideb: um estudo multinível . Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos , Brasília, DF , v. 94 , n. 237 , p. 343 - 363 , ago . 2013 . https://doi.org/10.1590/S2176-66812013000200002

FERNANDES, R. Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Brasília, DF: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2007a . Disponível em: http://portal.inep.gov.br/documents/186968/485287/%C3%8Dndice+de+ Desenvolvimento+da+Educa%C3%A7%C3%A3o+B%C3%A1sica+(Ideb)/26bf6631-44bf-46b0-9518-4dc3c310888b?version=1.4 . Acesso em: 20 nov. 2020 .

FERNANDES, R. Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb): metas intermediárias para a sua trajetória no Brasil, estados, municípios e escolas. Brasília, DF: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2007b. Disponível em: https://download.inep.gov.br/educacao_basica/portal_ideb/o_que_sao_as_metas/Artigo_projecoes.pdf . Acesso em: 10 nov. 2020 .

GARCIA , A. ; YANNOULAS , S. Educação, pobreza e desigualdade social . Em Aberto , Brasília, DF , v. 30 , n. 99 , p. 21 - 41 , maio/ago . 2017 . https://doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.30i99.3262

GINZBURG , C. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história . São Paulo : Companhia das Letras , 1989 .

GINZBURG , C. A micro-história e outros ensaios . Lisboa/Rio de Janeiro : Difel/Bertrand Brasil , 1991 .

GUJARATI , D. N. ; PORTER , D. C. Econometria básica . 5 . ed. Porto Alegre : Editora AMGH , 2011 .

PESTANA , M. I. Trajetória do Saeb: criação, amadurecimento e desafios . Em Aberto , Brasília, DF , v. 29 , n. 96 , p. 71 - 84 , ago . 2016 . https://doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.29i96.%25p

R CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. Vienna, Austria: R Foundation for Statistical Computing, 2020 . Disponível em: www.R-project.org/ . Acesso em: 15 dez. 2020

SOARES , D. J. M ; SOARES , T. E. A. ; SANTOS , W. Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB): revisão sistemática da literatura . Meta: Avaliação , Rio de Janeiro , v. 12 , n. 37 , p. 912 - 932 , dez . 2020b . https://doi.org/10.22347/2175-2753v12i37.2773

SOARES , D. J. M ; SOARES , T. E. A. ; SANTOS , W. Infraestrutura e desempenho escolar na Prova Brasil: aspectos e conexões . Olhar de Professor , Ponta Grossa , v. 23 , p. 1 - 18 , jul . 2020a . https://doi.org/10.5212/OlharProfr.v.23.2020.15023.209209227242.0626

SOARES, J. F.; XAVIER, F. P. Pressupostos educacionais e estatísticos do Ideb. Educação & Sociedade, Campinas, v. 34, n. 124, p. 903 - 923 , set . 2013 . https://doi.org/10.1590/S0101-73302013000300013

SOARES NETO , J. J. et al. Uma escala para medir a infraestrutura escolar . Estudos em Avaliação Educacional , São Paulo , v. 24 , n. 54 , p. 78 - 99 , jan./abr. 2013 . https://doi.org/10.18222/eae245420131903

SOUSA , S. Z. Concepções de qualidade da Educação básica forjadas por meio de avaliações em larga escala . Avaliação (Campinas) , v. 19 , p. 407 - 420 , jul . 2014 . https://doi.org/10.1590/S1414-40772014000200008

TRAVITZKI , R . Qual é o grau de incerteza do Ideb e por que isso importa? Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação , Rio de Janeiro , v. 28 , n. 107 , p. 500 - 520 , abr./jun. 2020 . http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362020002801770

WERLE , F. O. C. Avaliação em larga escala: foco na escola . São Leopoldo : Oikos , 2010 .

WERLE , F. O. C. Políticas de avaliação em larga escala na Educação básica: do controle de resultados à intervenção nos processos de operacionalização do ensino . Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação , Rio de Janeiro , v. 19 , n. 73 , p. 769 - 792 , dez . 2011 . https://doi.org/10.1590/S0104-40362011000500003




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362022003003312

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Apoio:




Programa de Apoio às Publicacoes Cientificas (AED) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e tecnologico (CNPq), Ministerio da Educação (MEC), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ.
 

SCImago Journal & Country Rank