Indicadores e metas para avaliação do desempenho escolar: Uma análise DEA de dois estágios do IDEB de escolas públicas municipais

Rafael Povedano, Alexandre Pereira Salgado Junior, Marco Antonio Alves de Souza Junior, Perla Calil Pongeluppe Whady Rebehy

Resumo


Melhorar a qualidade da Educação leva à melhoria das taxas de desenvolvimento social e econômico de indivíduos e países. Poucos estudos buscam identificar práticas efetivas nas áreas pedagógica e gerencial que possam direcionar os atores educacionais em suas ações. Assim, esse estudo tem como objetivo identificar indicadores e metas para o aumento do desempenho escolar na disciplina de português no Ensino Fundamental municipal - nível II. Essas práticas foram identificadas com base na análise das escolas municipais brasileiras de alto desempenho. As escolas foram selecionadas e agrupadas por nível socioeconômico para mensurar a eficiência, por meio da ferramenta DEA de dois estágios. Além disso, foram encontrados 45 indicadores e seus objetivos, que podem aumentar o desempenho das escolas no ensino de leitura de escrita. Eles estão relacionados aos vários atores do processo educacional, como: estudantes, professores e diretores. Alguns indicadores são relacionados às habilidades de gerenciamento do Diretor, reforçando ainda mais seu papel na promoção da qualidade do Ensino.

Palavras-chave


Indicadores e Metas; Gestão Escolar; Desempenho de Leitura; Análise de Envelope de Dados; Ideb

Referências


ALVES, M. T. G. et al. Fatores familiares e desempenho escolar: uma abordagem multidimensional. Dados: Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 56, n. 3, p. 571-603, July/Sept. 2013. https://doi.org/10.1590/S0011-52582013000300004

ALVES, M. T. G.; SOARES, J. F. Contexto escolar e indicadores educacionais: condições desiguais para a efetivação de uma política de avaliação educacional. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 1, p. 177-194, Jan./Mar. 2013. https://doi.org/10.1590/S1517-97022013000100012

ALVES, M. T. G.; SOARES, J. F. Efeito-escola e estratificação escolar: o impacto da composição de turmas por nível de habilidade dos alunos. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 45, p. 25-59, June 2007. https://doi.org/10.1590/S0102-46982007000100003

ALVES, M. T. G.; SOARES, J. F.; XAVIER, F. P. Índice socioeconômico das escolas de educação básica brasileiras. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 22, n. 84, p. 671-703, July/Sept. 2014. https://doi.org/10.1590/S0104-40362014000300005

AMÂNCIO-VIEIRA, S. F. et al. A relação entre custo direto e desempenho escolar: uma análise multivariada nas escolas de ensino fundamental de Londrina/PR. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 31, n. 1, p. 169-194, Jan./Mar. 2015. https://doi.org/10.1590/0102-4698131778

ANDRADE, R. J.; SOARES, J. F. O efeito da escola básica brasileira. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 19, n. 41, p. 378-406, 2008. https://doi.org/10.18222/eae194120082067

BANKER, R. D.; CHARNES, A.; COOPER, W. W. Some models for estimating technical and scale inefficiencies in data envelopment analysis. Management Science, Catonsville, v. 30, n. 9, p. 1078-1092, Sept. 1984. https://doi.org/10.1287/mnsc.30.9.1078

BARRA, C.; ZOTTI, R. Measuring efficiency in higher education: na empirical study using a bootstrapped data envelopment analysis. International Advances in Economic Research, Atlanta, v. 22, n. 1, p. 11-33, Feb. 2016. https://doi.org/10.1007/s11294-015-9558-4

BLOOM, N. et al. Does management matter in schools? Economic Journal, London, v. 125, n. 584, p. 647-674, May 2015. https://doi.org/10.1111/ecoj.12267

BRAY, M.; ADAMSON, B.; MASON, M. Comparative education research: approaches and methods. 2. ed. Amsterdam: Springer, 2014.

CARVALHO, L. D. B.; SOUSA, M. C. S. Eficiência das escolas públicas urbanas das regiões nordeste e sudeste do Brasil: uma abordagem em três estágios. Estudos Econômicos, São Paulo, v. 44, n. 4, p. 649-684, Oct./Dec. 2014. https://doi.org/10.1590/S0101-41612014000400001

CHARNES, A.; COOPER, W.W.; RHODES, E. Measuring the efficiency of decision making units. European Journal of Operational Research, Leeds, v. 2, p. 429-444, Nov. 1978. https://doi.org/10.1016/0377-2217(78)90138-8

CORRAR, L. J.; PAULO, E.; DIAS FILHO, J. M. Análise multivariada: para os cursos de administração, ciências contábeis e economia. São Paulo: Atlas, 2009.

DARLING-HAMMOND, L.; ASCHER, C. Creating accountability in big city schools. New York: National Center for Restructuring Education, Schools and Teaching, 1991. (Urban Diversity Series 102).

DAVOK, D. F. Qualidade em educação. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), Sorocaba, v. 12, n. 3, p. 505-513, Sept. 2007. https://doi.org/10.1590/S1414-40772007000300007

DELGADO, V. M. S.; MACHADO, A. F. Eficiência das escolas públicas estaduais de Minas Gerais. Pesquisa e Planejamento Econômico, Rio de Janeiro, v. 37, n. 3, p. 427-464, Dec. 2007.

DHUEY, E.; SMITH, J. How important are school principals in the production of student achievement? Canadian Journal of Economics, Vancouver, v. 47, n. 2, p. 634-663, Jan. 2014. https://doi.org/10.1111/caje.12086

DOLZ, J. As atividades e os exercícios de língua: uma reflexão sobre a engenharia didática. Delta: Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada, São Paulo, v. 32, n. 1, p. 237-260, Jan./Apr. 2016. https://doi.org/10.1590/0102-4450321726287520541

DOURADO, J. F.; OLIVEIRA, J. F. A qualidade da educação: perspectivas e desafios. Cadernos Cedes, Campinas, v. 29, n.78, p. 201-215, May/Aug. 2009. https://doi.org/10.1590/S0101-32622009000200004

DOURADO, L. F.; OLIVEIRA, J. F.; SANTOS, C. A. A qualidade da educação: conceitos e definições. Brasília: Ministério da Educação, 2007. (Série Documental: Textos para Discussão 24).

DUMCIUVIENE, D. The impact of education policy to country economic development. Procedia: Social and Behavioral Sciences, Amsterdam, v. 191, p. 2427-2436, June 2015. https://doi.org/10.1016/j.sbspro.2015.04.302

EFRON, B. Bootstrap methods: another look at the Jackknife. Annals of Statistics, Beachwood, v. 7, n. 1, p. 1–26, Jan. 1979. https://doi.org/10.1214/aos/1176344552

FERNANDES, R.; GREMAUD, A. P. Qualidade da educação: avaliação, indicadores e metas. In: VELOSO, F. et al. (orgs.). Educação básica no Brasil: construindo o país do futuro. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009. p. 213-238.

FLACH, L. et al. Efficiency of expenditure on education and learning by brazilian states: a study with data envelopment analysis. Contabilidad y Negocios, Lima, v. 12, n. 23, p. 111-128, 2017. https://doi.org/10.18800/contabilidad.201701.008

GOMES, M. H. S. C.; BRESCIANI, L. P.; AMORIM, W. A. Políticas sociais, educação e desenvolvimento econômico: busca por evidências correlacionais a partir das avaliações do Ideb de três municípios paulistas.

Gestão and Regionalidade, São Caetano do Sul, v. 32, n. 94, 2016. https://doi.org/10.13037/gr.vol32n94.2640

GONÇALVES, F. O.; FRANÇA, M. T. A. Eficiência na provisão de educação pública municipal: uma análise em três estágios dos municípios brasileiros.

Estudos em Economia, São Paulo, v. 43, n. 2, p. 271-299, Apr./June 2013. http://doi.org/10.1590/S0101-41612013000200003

GOUVEIA, A. B.; SOUZA, A. R. Efetividade da política para o ensino fundamental em municípios brasileiros. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 150, p. 836-855, Sept./Dec. 2013. https://doi.org/10.1590/S0100-15742013000300006

HAELERMANS, C.; RUGGIERO, J. Estimating technical and allocative efficiency in the public sector: A nonparametric analysis of dutch schools. European Journal of Operational Research, Amsterdam, v. 227, n. 1, p. 174-181, May 2013. https://doi.org/10.1016/j.ejor.2012.12.004

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Censo demográfico 2015. Rio de Janeiro, 2016. Available from: https://cidades.ibge.gov.br. Access in: Oct. 20, 2018.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA – INEP. Inep apresenta resultados do Saeb/prova Brasil 2015. Notícias Saeb, Sept. 8, 2016. Available from: http://portal.inep.gov.br/artigo/-/asset_publisher/B4AQV9zFY7Bv/content/inep-apresenta-resultadosdo-saeb-prova-brasil-2015/21206. Access in: 2018 Feb. 5.

JOHNES, J.; PORTELA, M.; THANASSOULIS, E. Efficiency in education. Journal of the Operational Research Society, London, v. 68, n. 4, p. 331-338, 2017. https://doi.org/10.1057/s41274-016-0109-z

MARQUES, R. C.; SILVA, D. Inferência estatística dos estimadores de eficiência obtidos com a técnica fronteira não paramétrica de DEA: uma metodologia de bootstrap. Investigação Operacional, Lisboa, v. 26, p. 89-110, 2006.

MATOS, D. A. S. et al. Impactos das práticas familiares sobre a proficiência em língua portuguesa e matemática no ensino fundamental. Pro-Posições, Campinas, v. 28, n. 1, p. 33-54, Apr. 2017. https://doi.org/10.1590/1980-6248-2015-0151

MELHUISH, E. Efeitos de longo prazo da educação infantil: evidências e política. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 148, p. 124-149, Jan./Apr. 2013. https://doi.org/10.1590/S0100-15742013000100007

MERCAN, M.; SEZER, S. The effect of education expenditure on economic growth: the case of turkey. Procedia: Social and Behavioral Sciences, Amsterdam, v. 109, p. 925-930, Jan. 2014. https://doi.org/10.1016/j.sbspro.2013.12.565

MEZA, L. A. et al. Curso de análise de envoltória de dados. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PESQUISA OPERACIONAL, 37., 2005, Gramado. Anais[…]. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria, 2005. Available from: http://www.din.uem.br/~ademir/sbpo/sbpo2005/pdf/arq0289.pdf. Access in: 2018 Jan. 26.

NEAMTU, D. M. Education, the economic development pillar. Procedia: Social and Behavioral Sciences, Amsterdam, v. 180, p. 413-420, May 2015. https://doi.org/10.1016/j.sbspro.2015.02.138

ORGANISATION FOR ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT – OECD. PISA 2015: results in focus. Paris, 2018. Available from: http://www.oecd.org/pisa/pisa-2015-results-in-focus.pdf. Access in: Feb. 2, 2018.

OLIVEIRA, K. L.; BORUCHOVITCH, E.; SANTOS, A. A. A. Leitura e desempenho escolar em português e matemática no ensino fundamental. Paidéia (Ribeirão Preto), Ribeirão Preto, v. 18, n. 41, p. 531-540, Sept./Dec. 2008. https://doi.org/10.1590/S0103-863X2008000300009

PARISOTTO, A. L. V.; RINALDI, R. P. Ensino de língua materna : dificuldades e necessidades formativas apontadas por professores na educação fundamental. Educar em Revista, Curitiba, n. 60, p. 261-276, Apr./June 2016. https://doi.org/10.1590/0104-4060.45125

REGALO, E. H. et al. Melhores práticas que podem contribuir para o desempenho dos alunos brasileiros do ensino fundamental. Revista Meta: Avaliação, Rio de Janeiro, v. 8, n. 22, p. 1-28, Jan./Apr. 2016. https://doi.org/10.22347/2175-2753v8i22.896

SALGADO JUNIOR, A. P.; NOVI, J. C. Proposta de práticas administrativopedagógicas que possam contribuir para o desempenho dos alunos de escolas municipais do ensino fundamental na prova Brasil. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 23, n. 88, p. 631-662, July/Sept. 2015. https://doi.org/10.1590/S0104-40362015000300005

SALGADO JUNIOR, A. P.; NOVI, J. C. Proposta metodológica: avaliação externa e desempenho dos alunos. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Brasília, v. 30, n. 3, p. 583-618, 2014. https://doi.org/10.21573/vol30n32014.57616

SALGADO JUNIOR, A. P.; NOVI, J. C.; FERREIRA, J. Práticas escolares e desempenho dos alunos: uso das abordagens quantitativa e qualitativa. Educação & Sociedade, Campinas, v. 37, n. 134, p. 217–243, Jan./Mar. 2016. https://doi.org/10.1590/ES0101-73302016129370

VANDECANDELAERE, M. et al. The effects of early grade retention: effect modification by prior achievement and age. Journal of School Psychology, Dekalb, v. 54, p. 77-93, Feb. 2016. https://doi.org/10.1016/j.jsp.2015.10.004

WITTE, K.; LÓPEZ-TORRES, L. Efficiency in education: a review of literature and a way forward. Journal of the Operational Research Society, Birmingham, v. 68, n. 4, p. 339-363, Mar. 2015.

WU, Q.; LIU, C.; ZHANG, H. X. Urban education differentiation and its socio-economic consequences: an internet-survey-based structural equation modeling analysis of new white collar workers in Nanjing, China. Research in Social Stratification and Mobility, Madrid, v. 48, p. 1-9, Apr. 2017. https://doi.org/10.1016/j.rssm.2016.11.001




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362021002902760

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank