Respostas às demandas políticas na pesquisa científica e na terceira missão em instituições de Ensino Superior especializadas: estudo comparado entre a Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Brasil, e o Instituto Politécnico de Bragança, Portugal

Caroline Lievore, Luiz Alberto Pilatti, João Alberto Sobrinho Teixeira

Resumo


A presente pesquisa visa a compreender o modelo ideado e as respostas de duas Instituições de Ensino Superior (IES) caracterizadas como especializadas: no Brasil, a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), e em Portugal, o Instituto Politécnico de Bragança (IPB), no que concerne às políticas desenvolvidas para pesquisa e na terceira missão das universidades, a extensão. O corpus de pesquisa foi composto por documentos oficiais e por entrevistas semiestruturadas, realizadas com gestores e com políticos brasileiros e portugueses. Os dados foram tratados por meio da técnica de Análise de Conteúdo categorial. Constatou-se que a UTFPR, no seu idear, foi concebida com características de uma universidade especializada. Entretanto, por mudanças experienciadas no campo político, houve um afastamento das características ideadas, possivelmente alterando seu modelo. O IPB manteve-se fiel ao modelo ideado na sua criação, realizando pesquisa diretamente vinculada ao território, com impacto econômico na região. Conclui-se que as organizações analisadas responderam de formas diferentes às demandas políticas implementadas.


Palavras-chave


Pesquisa Científica; Extensão; Políticas Públicas; Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR); Instituto Politécnico de Bragança (IPB)

Referências


ALMEIDA, E.; GUIMARÃES, J. A. Brazil’s growing production of scientific articles: how are we doing with review articles and other qualitative indicators? Scientometrics, Budapeste, v. 97, n.2, p. 287-315, 2013. https://doi.org/10.1007/s11192-013-0967-y

ALVES, J. et al. The impact of polytechnic institutes on the local economy. Tertiary Education and Management, [s. l.], v. 21, n. 2, p. 81-98, 2015. https://doi.org/10.1080/13583883.2014.999110

AMARAL, A; MAGALHÃES, A. Epidemiology and the Bologna saga. Higher Education, [s. l.], v. 48, n. 1, p. 79-100, July 2004. https://doi.org/10.1023/B:HIGH.0000033766.02802.92

BAGATTOLLI, C. DAGNINO, R. P. Política de estímulo às patentes no Brasil: avançando na contramão? Economia & Tecnologia, Curitiba, v. 9, n. 3, p. 73-86, 2013. https://doi.org/10.5380/ret.v9i3.33253

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 34, 1977.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, de 5 de outubro de 1988. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 5 out. 1988.

BRASIL. Lei Nº 11.184, de 7 de outubro de 2005. Dispõe sobre a transformação do Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná em Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 out. 2005.

CARAYANNIS, E.; RAKHMATULLIN, R. The quintuple innovation helixes and smart specialisation strategies for sustainable and inclusive growth in Europe and beyond. Journal of the Knowledge Economy, v. 5, n. 2, p. 212-239, 2014. https://doi.org/10.1007/s13132-014-0185-8

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – Capes. CAPES apresenta à academia modelo de avaliação multidimensional. Brasília, DF, 2 out. 2019. Disponível em: https://www.capes.gov.br/36-noticias/9873-capes-apresenta-a-academia-modelo-de-avaliacao-multidimensional . Acesso em: 20 set. 2020. Era Brasil

CRUZ, C. H. B. Ciência, tecnologia e inovação no Brasil: desafios para o período 2011 a 2015. Interesse Nacional, São Paulo, v. 3, p. 1-22, 2010. Era Brito Cruz

CRUZ, C. H. B. Ciência e tecnologia no Brasil. Revista USP, São Paulo, n. 73, p. 58-90, mar./maio 2007. Era Brito Cruz

DIAS, A. P. S. A atividade profissional dos docentes dos institutos superiores politécnicos portugueses: envolvimento em atividades de investigação e transferência e valorização económica do conhecimento. Dissertação (Mestrado em Estudos Sociais da Ciência) – Instituto Universitário de Lisboa, Lisboa, 2012.

DRÈZE, J. H.; DEBELLE, J. Concepções da universidade. Fortaleza: Edições Universidade Federal do Ceará, 1983.

DU PRÉ, R. Universities of technology in the context of the South African higher education landscape. Kasigano Universities of Technology, [s. l.], n. 7, p. 1-41, 2010.

ENGEL-HILLS, P. et al. Working for a degree: work-integrated learning in the higher education qualifications framework. Kasigano Universities of Technology, [s. l.], n. 7, p. 62-88, 2010.

HAMM, R.; WENKE, M. Die Bedeutung von Fachhochschulen für die regionale Wirtschaftsentwicklung. Raumforschung, [s. l.], v. 60, n. 1, p. 28-36, 2002.

HASANEFENDIC, S. Responding to new policy demands: a comparative study of Portuguese and Dutch non-university higher education organizations. Tese (Doutorado em Políticas Públicas) – Instituto Universitário de Lisboa, Lisboa, 2018.

HASANEFENDIC, S. et al. Training students for new jobs: the role of technical and vocational higher education and implications for science policy in Portugal. Technological Forecasting and Social Change, v. 113, part B, p. 328-340, Dec. 2016. https://doi.org/10.1016/j.techfore.2015.12.005

HAZELKORN, E; MOYNIHAN, A. Transforming academic practice: human resource challenges. In: KYVIK, S.; LEPORI, B. The research mission of higher education institutions. Dordrecht: Springer, 2010. p. 77-93.

HEITOR, M.; HORTA H. Reforming higher education in Portugal in times of uncertainty. Technological Forecasting and Social Change, [s. l.], v. 113, Part B, p. 146-156, Dec. 2016.

HORTA, H. The role of the state in the internationalization of universities in catching-up countries: an analysis of the Portuguese higher education system. Higher Education Policy, v. 23, n. 1, p. 63-81, 2010. https://doi.org/10.1016/j.techfore.2015.09.027

INSTITUTO POLITÉCNICO DE BRAGANÇA – IPB. Plano Estratégico da Gestão 2014-2018. Bragança, 2014. Disponível em: http://portal3.ipb.pt/index.php/pt/ipb/quem-somos/ipb/legislacao-e-documentacao . Acesso em: 20 set. 2020

INSTITUTO POLITÉCNICO DE BRAGANÇA – IPB. Programa de Ação Gestão 2018-2022. Bragança, 2018.

JEZINE, E. et al. O acesso ao ensino superior no contexto da globalização: Os casos do Brasil e de Portugal. Revista Lusófona de Educação, Lisboa, n. 18, p. 57-79, 2011.

JONGBLOED, B. The regional relevance of research in universities of applied sciences. In: KYVIK, S.; LEPORI, B. The research mission of higher education institutions. Dordrecht: Springer, 2010. p. 25-44.

KERR, C. Os usos da universidade. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 1982.

KETTUNEN, J. Innovation pedagogy for universities of applied sciences. Creative Education, [s. l.], v. 2, n. 1, p. 56-62, 2011. https://doi.org/10.4236/ce.2011.21008

LIEVORE, C. et al. As áreas do conhecimento na pós-graduação stricto sensu brasileira: crescimento longitudinal entre 1995 e 2014. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 25, n. 94, p. 207-237, jan./mar. 2017. https://doi.org/10.1590/s0104-40362017000100008

LIEVORE, C. et al. Universidade Tecnológica Federal do Paraná e Instituto Politécnico de Bragança: uma perspectiva de coesão territorial. Revista Lusófona de Educação, Lisboa, n. 47, p. 11-45, 2020.

LEPORI, B.; KYVIK, S. The research mission of universities of applied sciences and the future configuration of higher education systems in Europe. Higher Education Policy, London, v. 23, n. 3, p. 295-316, 2010. https://doi.org/10.1057/hep.2010.11

MCKENNA, S.; SUTHERLAND, L. Balancing knowledge construction and skills training in universities of technology. Perspectives in Education, South Africa, v. 24, n. 3, p. 15-24, 2006.

NEWMAN, J. H. Origem e progresso das universidades. São Paulo: Cultor Livros, 2017.

PILATTI, L. A.; LIEVORE, C. Universidades tecnológicas: o que induziu esse modelo universitário no Brasil. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, Ponta Grossa, v. 11, n. 2, p. 352-383, ago. 2018. https://doi.org/10.3895/rbect.v11n2.8471

PORTUGAL. Decreto-lei Nº 402, de 11 de agosto de 1973. Cria novas Universidades, Institutos Politécnicos e Escolas Normais Superiores. Diário do Governo, Lisboa, ago. 1973

PORTUGAL. Decreto Lei Nº 513–T/79, de 26 de dezembro de 1979. Dispõe sobre a criação dos Institutos Politécnicos. Diário da República, nº 296/1979, Série 1979-12-26.

PORTUGAL. Decreto-Lei Nº 42/2005, de 22 de fevereiro de 2005. Aprova os princípios reguladores dos instrumentos para a criação do espaço europeu de ensino superior. Diário da República, nº 37/2005, Série 2005-02-22. 2005

PORTUGAL. Decreto Lei Nº 65/2018, de 16 de agosto 2018. Altera o regime jurídico dos graus e diplomas do ensino superior. Diário da República nº 157/2018, Série I de 2018-08-16.2018

PORTUGAL. Decreto-Lei Nº 207/2009, de 31 de agosto de 2009. Procede à alteração do Estatuto da Carreira do Docente do Ensino Superior Politécnico. Diário da República, nº 168/2009, Série 2009-08-31. 2009

PORTUGAL. Lei Nº 46/86, de 14 de outubro 1986. Lei de Bases do Sistema Educativo. Diário da República, nº 237/1986, Série I de 1986-10-14.

PUCCIARELLI, F.; KAPLAN, A. Competition and strategy in higher education: managing complexity and uncertainty. Business Horizons, v. 59, n. 3, p. 311-320, May/June 2016. https://doi.org/10.1016/j.bushor.2016.01.003

RAMOS, C. et al. Investigação nos institutos politécnicos, metodologias e objetivos. In: GOMES, J. F. A ciência em Portugal. Lisboa: Assembleia da República, 2010. p. 65-71.

SCHNEIDER, S; SCHIMITT, C. O uso do método comparativo nas Ciências Sociais. Cadernos de Sociologia, Porto Alegre, v. 9, p. 49-87, 1998.

SILVEIRA, Z; BIANCHETTI, L. Universidade moderna: dos interesses do Estado-nação às conveniências do mercado. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 21, n. 64, p. 79-99, jan./mar. 2016. https://doi.org/10.1590/S1413-24782016216405

THE STUDENT. Best young universities in the world. 20 jue 2020. Disponível em: https://www.timeshighereducation.com/student/best-universities/best-young-universities-world . Acesso em: 9 nov. 2020.

TRINDADE, H. Universidade em perspectiva: sociedade, conhecimento e poder. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 10, p. 5-15, 1999.

UNIVERSITIES OF APPLIED SCIENCES NETWORK - UASNET. Research at universities of applied sciences in Europe conditions, achievements and perspectives 2009. Disponível em: https://research.utwente.nl/en/publications/research-at-universities-of-applied-sciences-in-europe-conditions . Acesso em: 8 nov. 2020.

URBANO, C. O ensino politécnico em Portugal: a construção de uma identidade perante os desafios de mudança. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade de Lisboa, Lisboa, 2011.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ – UTFPR. Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI): 2004-2008. Curitiba, 2004. Disponível em: http://portal.utfpr.edu.br/documentos/reitoria/documentos-institucionais/pdi/pdi-2004-2008/view . Acesso em: 21 Jan. 2021.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ – UTFPR. Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI); 2009-2013. Curitiba, 2009. Disponível em: http://portal.utfpr.edu.br/documentos/reitoria/documentos-institucionais/pdi/pdi-2009-2013/view . Acesso em: 21 Jan. 2021.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ – UTFPR. Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI): 2013-2017. Curitiba, 2013. Disponível em: http://portal.utfpr.edu.br/documentos/reitoria/documentos-institucionais/pdi/pdi_2013-2017/view . Acesso em: 21 Jan. 2021.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ – UTFPR. Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI): 2018-2022. Curitiba, 2017. Disponível em: https://cloud.utfpr.edu.br/index.php/s/15P0OcMLMdt9Rv7 . Acesso em: 21 Jan. 2021.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ – UTFPR. Relatório de prestação de contas: 2005. Curitiba, 2006. Disponível em: http://portal.utfpr.edu.br/documentos/reitoria/documentos-institucionais/prestacao-de-contas . Acesso em: 9 nov. 2020.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ – UTFPR. Relatório de gestão: exercício de 2019. Curitiba, 2020. Disponível em: http://portal.utfpr.edu.br/documentos/reitoria/documentos-institucionais/prestacao-de-contas . Acesso em: 9 nov. 2020.

VILLAX, P. et al. Financiamento da ciência em Portugal. In: GOMES, J. F. A ciência em Portugal: relatório. Lisboa: Assembleia da República, 2010. p. 27-38.

WOLFF, R. P. O ideal da universidade. São Paulo: Unesp, 1993.




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362021002902446

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.