Politicas de valorização do trabalho docente no Brasil: algumas questoes

Marli Eliza Dalmazo Afonso de Andre

Resumo


O texto aborda um tema pouco explorado nas pesquisas da area de educação: as politicas de apoio aos docentes. Os dados aqui apresentados integram uma pesquisa maior, que investigou questoes referentes às politicas de formação inicial e continuada, à carreira docente, ao acompanhamento aos iniciantes e aos apoios ao trabalho do professor em Estados e municipios brasileiros. Para fins do presente texto, serao discutidas as politicas implementadas por cinco secretarias estaduais e dez secretarias municipais de educação do Brasil, destinadas a valorizar o trabalho dos professores. Os dados foram coletados quando da visita às 15 secretarias de educação, onde foram realizadas entrevistas com os responsaveis pela implementação das politicas e obtidos documentos referentes às acoes de apoio ao trabalho docente. Foram identificados tres tipos de iniciativas para valorizar os docentes: socialização de práticas exitosas, premios por desempenho e apoio à qualificação profissional. As analises indicaram que esses incentivos tendem a compensar o professor individualmente e que nao ha informações sufi cientes, de levantamentos ou de pesquisas, que possam atestar os efeitos dessas medidas na qualidade do ensino de sala de aula e na aprendizagem dos alunos.

Palavras-chave


Politicas docentes; Trabalho docente; Valorização docente

Texto completo:

SciElo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Apoio:




Programa de Apoio às Publicacoes Cientificas (AED) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e tecnologico (CNPq), Ministerio da Educação (MEC), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ.
 

SCImago Journal & Country Rank