Democratização, justica social e igualdade na avaliação de uma politica afi rmativa: com a palavra, os estudantes

Andreliza Cristina de Souza, Mary Ângela Teixeira Brandalise

Resumo


Este artigo e parte de uma pesquisa de Mestrado concluida, cujo objetivo foi desvelar se a politica de cotas de uma instituicao de Ensino Superior paranaense, na percepcao dos estudantes que a ela recorreram para ingresso nos cursos de Graduação, favorece ou possibilita a democratização do acesso e a promocao da igualdade e da justica social. Os dados foram coletados por meio de questionario e analisados segundo a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Este texto traz uma breve discussao sobre politica social, pública, afirmativa e de cotas. Na avaliação da politica de cotas, tres conceitos fundamentaram a discussao: democratização, igualdade e justica social. Este estudo revelou que a politica de cotas pode contribuir para a democratização do acesso e para a promocao da igualdade e da justica social, desde que outras acoes ou politicas sociais sejam desenvolvidas paralelamente na sociedade, a fim de garantir a todo cidadão o direito à igualdade e o direito à diferenca.

Palavras-chave


Democratização; Igualdade; Justica social; Politica de cotas

Texto completo:

SciElo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank