A produção intelectual sobre Qualis Periódicos na área de Educação: um diálogo com as pesquisas acadêmicas (2008-2018)

Eliane Souza de Carvalho, Giselle Cristina Martins Real

Resumo


Este texto tem como objetivo apresentar a sistematização acerca do que o campo acadêmico da área de Educação retrata sobre a avaliação da produção intelectual concretizada no Qualis Periódicos. Justifica-se a escolha da temática em virtude de sua centralidade na política da Pós-Graduação brasileira, presente nos atuais sistemas de verificação. Trata-se de uma pesquisa do tipo estado do conhecimento, em que foram escolhidas como unidades de análise a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) e o Banco de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A seleção resultou em 13 trabalhos, sendo 5 teses e 8 dissertações. Os dados indicam que o Programa Qualis não é um consenso entre pesquisadores, pois apresenta controvérsias: há aqueles que apontam que ele induz a um produtivismo que compromete a qualidade dos estudos; outros afirmam que ele contribui para a qualidade dos veículos de publicação e das investigações. Diante desse cenário, observa-se que a Capes promove alterações nos instrumentos de avaliação, buscando, a partir de uma lógica incremental e instrumental, qualificar e induzir a produção, inclusive internacionalizada.


Palavras-chave


Educação; Qualis Periódicos; Produção Científica; Políticas de Avaliação de Periódicos

Referências


ANDRADE, D. C. S. Avaliação e análise da produção científica dos Qualis periódicos nacionais sobre a temática de estado e políticas educacionais. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2018.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO – ANPED. Relatório de trabalho da comissão avaliação de periódicos ANPEd: ano 2015. Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: http://www.anped.org.br./sites/default/files/resources/Relatorio_finalizado_Divulgacao_30out2015.pdf. Acesso em: 20 abr. 2016.

ARAUJO, J. B. Uma análise macroeconômica da tendência da Pós-Graduação: um estudo sobre a UFMG. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2014.

BIBLIOTECA DIGITAL BRASILEIRA DE TESES E DISSERTAÇÕES – BDTD. Catálogo de teses e dissertações. Brasília, DF: IBICT, 2018. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/. Acesso em: 16 jun. 2018.

BOURDIEU, P. O campo científico. In: ORTIZ, R.(org.). Pierre Bourdieu: sociologia. São Paulo: Ática, 1983. p. 112-143.

BOURDIEU, P. O poder simbólico . Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

CAMPOS, J. N. B. Qualis periódicos: conceitos e práticas nas Engenharias I. REVISTA BRASILIERA DE PÓS-GRADUAÇÃO - RBPG , Brasília, DF, v. 7, n. 14, p. 477-503, 2010. https://doi.org/10.21713/2358-2332.2010.v7.14

COLÉGIO DE CIÊNCIAS EXATAS, TECNOLÓGICAS E MULTIDISCIPLINAR; COLÉGIO DE CIÊNCIAS DA VIDA; COLÉGIO DE HUMANIDADES. [Correspondência]. Destinatários: Presidente da CAPES, Professor Benedito Aguiar; Conselho Superior – CAPES; Conselho Técnico Científico da Educação Superior – CAPES. Brasília, 16 jun. 2020. Carta aberta. Disponível em: http://www.abc.org.br/wp-content/uploads/2020/06/Carta-aberta-ao-Presidente-da-CAPES.pdf. Acesso em: 11 jul. 2020.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – Capes. Aprimoramento do processo de avaliação da Pós-Graduação: esclarecimentos a respeito do Qualis Periódico e avaliação da produção intelectual. Brasília, DF, 2019. Disponível em: http://www.Capes.gov.br/36-noticias/9730-Capes-melhora-ferramentas-de-avaliacao-da-pos-graduacao. Acesso em: 23 jul. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – Capes. Catálogo de teses e dissertações. Brasília, DF, 2018. Disponível em: http://catalogodeteses.Capes.gov.br/catalogo-teses/#!/. Acesso em: 16 jun. 2018.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – Capes. Classificação da produção intelectual. Brasília, DF, 2016. Disponível em: http://www.Capes.gov.br/avaliacao/instrumentos-de-apoio/classificacao-da-producao-intelectual. Acesso em: 05 mar. 2016.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – Capes . Documento da Área de Educação . Brasília, DF, 2013. Disponível em: http://www.Capes.gov.br. Acesso em: 10 maio 2016.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – Capes. Relatório da avaliação quadrienal 2017 . Brasília, DF, 2017. Disponível em: http://Capes.gov.br/images/documentos/Relatorios_quadrienal_2017/20122017Educacao_relatorio-de-avaliacao-quadrienal-017_final.pdf. Acesso em: 5 mar. 2017.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – Capes. InfoCapes - Boletim Informativo da CAPES , Brasília, DF, v. 3, n. 1-2, jan.-jun. 1995. Disponível em: http://www.Capes.gov.br/publicacoes/infoCapes/77-salaimprensa/multimidia/9140-infoCapes-historico. Acesso em: 10 maio 2016.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – Capes. InfoCapes - Boletim Informativo da CAPES, Brasília, DF, v. 5, n. 2, abr.-jun. 1997. Disponível em: http://www.Capes.gov.br/publicacoes/infoCapes/77-salaimprensa/multimidia/9140-infoCapes-historico. Acesso em: 10 maio 2016.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – Capes. Comissão Especial de Acompanhamento do PNPG 2011-2020. Proposta de aprimoramento da avaliação da pós-graduação brasileira para o quadriênio 2021-2024: modelo multidimensional. Brasília, DF, 2020. Disponível em: https://www.Capes.gov.br/images/novo_portal/documentos/PNPG/25052020_Relat%C3%B3rio_Final__2019_Comiss%C3%A3o_PNPG.pdf. Acesso em: 11 jul. 2020.

DIONÍSIO, D. A. Trabalho, educação e conhecimento: da teórica universalização do ensino superior ao produtivismo acadêmico – o homo lattes. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2016.

FERNEDA, E. Recuperação da informação: análise sobre a contribuição da Ciência da Computação para a Ciência da Informação. Tese (Doutorado em Ciência da Comunicação) – Escola de Comunicação e Arte, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade , Campinas, v. 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002. https://doi.org/10.1590/S0101-73302002000300013

GRAETZ, C. F. O campo científico, os conflitos e relações de poder no trabalho de professores de uma universidade pública. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2013.

LEICHSENRING, I. M. F. O sistema Qualis e a crise de valores na produção científica brasileira. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

LOBATO, A. C. L. Capital intelectual versus capital cultural científico no campo acadêmico da Educação física . Tese (Doutorado em Educação) –Universidade Federal do Pará, Belém, 2015.

MEDEIROS, M. D. Avaliação da Pós-Graduação no Brasil e a produção intelectual: notas sobre o “modelo Capes” de 1975 a 2002. Dissertação (Mestrado em Gestão Educacional) – Universidade do Vale do Rio Sinos, São Leopoldo, 2016.

PAIVA, F. M. A internacionalização da Pós-Graduação em Educação no Brasil: mobilidade e produtividade docente (2010-2016). Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2017.

PAZ, S. L. P. Políticas para Educação superior e suas implicações no trabalho, profissão e profissionalização em unidades acadêmicas da Universidade Federal de Goiás (UFG). Tese (Programa de Pós-Graduação em Educação) – Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.

PIMENTEL, B. M. C. B. A Plataforma Sucupira sob a interpretação dos gestores da Pós-Graduação em Educação . Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, 2017.

PONCE, B. J. et al. Sobre a melhoria da produção e da avaliação de periódicos científicos no Brasil. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 25, n. 97, p. 1032-1044, dez. 2017. https://doi.org/10.1590/s0104-40362017002501032

RIBEIRO, D. A. Estratificação A1 na Educação: estratégias e legitimidade da “Educação em Revista”.. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São João Del-Rei, São João Del-Rei, 2015.

SEMINÁRIO O SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO BRASILEIRA: desafios para articular expansão e qualidade, 2., 2018, Belo Horizonte-MG. Universidade Federal de Minas Gerais, 2018. 1 vídeo (3h 27 min). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=WUtGrVz87Ig&index=11&list=PLjzoi3L-HEPiTjASvHm5kxOI2mn9ZDkLO. Acesso em: 26 mar. 2019.

SILVA, M. R. Configuração do campo da Educação no Brasil: estudo bibliométrico da Revista Brasileira de Educação e da Revista Brasileira de História da Educação. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2008. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2208. Acesso em: 16 jun. 2018.

SOUSA, C. P.; MACEDO, E. Avaliação da pesquisa em Educação e indicadores de produção bibliográfica: um relato sobre o Qualis periódicos. Revista Educação Pública , Cuiabá, v. 18, n. 37, p. 255-272, maio/ago. 2009. https://doi.org/10.29286/rep.v18i37.475

SOUZA, A. R. et al. Qualis: a construção de um indicador para os periódicos na área da Educação. Práxis Educativa , Ponta Grossa, v. 13, n. 1, p. 219-231. 2018. https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.13i1.0013

VILAÇA, M. M. Publicar ou perecer: uma análise crítico-normativo das características e dos efeitos dos modelos cientométrico e bibliométrico adotados no Brasil. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362021002902397

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.