Os nos criticos do Sistema Escolar do Chile: hipoteses explicativas e propostas para uma nova arquitetura do Setor Público

Sebastian Donoso Diaz, Moyra Castro Paredes, Jorge Alarcon Leiva, Giselle Davis Toledo

Resumo


Neste trabalho, analisam-se os principais pontos criticos na educação chilena atual, revisam-se algumas das hipoteses que explicam o acontecido nos últimos anos e se concentram as propostas na necessidade de fortalecer a educação pública, objetivo complexo que demanda um conjunto de acoes de natureza diversa e que, analisadas estrategicamente, implicam mudar o atual esquema institucional do sistema escolar chileno. Segundo nossa visao, o problema central do sistema educacional chileno e a baixa qualidade do ensino em associação com a alta segregação tanto socioeconômica quanto territorial. Ha problemas que se potenciaram, no último quarto do seculo, em razao da atuação deficitaria do Estado chileno, ao nao conseguir assegurar o direito a uma educação de qualidade devido à sua inapropriada trama organizacional, sendo que esta deveria ser capaz de garantir esse direito: um bom sistema nacional de educação pública. Sobre as razoes por tras da crise da educação pública no Chile, estas nao sao somente – nem principalmente – econômicas. Sua deterioração tem sua origem na falta de organização institucional e nas relacoes de concorrencia que deve manter com a educação privada, as quais se mostram assimetricas. Os motivos para os nos da educação chilena atual se expressam em tres componentes dominantes: o modelo de financiamento (subsidio por aluno e pagamento dividido entre familia e Estado), a organização institucional (municipal, regional) e o desequilibrio entre os recursos disponiveis e as obrigacoes contraidas. Ainda que exista um grande consenso ao redor da necessidade de se realizarem transformacoes significativas na arquitetura do sistema educacional, entendendo que se trata de uma condicao imprescindivel para o aprimoramento do sistema escolar público, o certo e que nao ha conformidade no que tange às novas formas organizativas.
Ha diferencas importantes, as quais vao se revisar, identificando-se semelhancas e, certamente, diferencas.

Leia o artigo completo na pagina do SciELO:
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0104-40362015000100037&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Palavras-chave


Educação chilena; Problemas estrategicos da educação; Nova organização institucional; Educação pública

Texto completo:

SciElo (Español (España))

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank