Trajetórias de vida e formação de educadores sociais nos Centros Pop da Região Metropolitana de Vitória/ES

Samuel Coelho da Silva, Rosianny Campos Berto, Liana Abrão Romera

Resumo


Este artigo investiga trajetórias de vida e formação de educadores sociais que atuam no Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro Pop) do Estado do Espírito Santo. Objetiva produzir reflexões sobre suas experiências formativas na relação com as proposições de Paulo Freire sobre a Educação Social e com as prescrições para sua formação no contexto atual. Analisa narrativas de trajetórias pessoais e formativas de seis educadores sociais que atuam em três unidades do Centro Pop situadas em diferentes municípios da Região Metropolitana de Vitória/ES. Considera que a atuação dos educadores sociais se baseia mais nas experiências de vida e de formação restrita do que na relação com uma preparação específica, politicamente engajada, que subsidie um trabalho qualitativo com pessoas em situação de rua atendidas nas unidades do Centro Pop.


Palavras-chave


Educador Social; Centro Pop; Trajetória de Formação

Referências


BRASIL. Decreto nº 7.053, de 23 de dezembro de 2009a. Institui a Política Nacional para a População em Situação de Rua e seu Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 24 dez. 2009.

BRASIL. Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993. Dispõe sobre a organização da Assistência Social e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 8 dez. 1993.

BRASIL Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Secretaria Nacional de Assistência Social. Política Nacional de Assistência Social: PNAS/2004. Norma Operacional Básica: NOB/Suas. Brasília, DF, 2005. Disponível em: https://www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/assistencia_social/Normativas/PNAS2004.pdf. Acesso em: 11 out. 2017.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Secretaria Nacional de Assistência Social. Política Nacional de Assistência Social. Norma operacional básica de recursos humanos do Suas: NOB-RH/SUAS. Brasília, DF, 2006.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Conselho Nacional de Assistência Social. Resolução nº 17, de 20 de junho de 2011a. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 21 jun. 2011.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Conselho Nacional de Assistência Social. Resolução nº 109, de 11 de novembro de 2009b. Aprova a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais, Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 nov. 2009.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Secretaria Nacional de Renda e Cidadania, Secretaria Nacional de Assistência Social. Orientações técnicas: Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro Pop). Brasília, DF: Gráfica e Editora Brasil, 2011b. (Suas e população em situação de rua, v. 3). Disponível em: http://www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/assistencia_social/Cadernos/orientacoes_centro_pop.pdf . Acesso em: 11 out. 2017.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Coordenação-Geral de Planejamento e Vigilância Socioassistencial. Censo Suas. Brasília, DF, 2016. Disponível em: http://aplicacoes.mds.gov.br/snas/vigilancia/index2.php. Acesso em: 12 maio 2018.

BRAZOROTTO, C. M. Quem são os estudantes do ensino médio profissionalizante no Brasil e na Alemanha? In: COLÓQUIO NACIONAL, 4.; COLÓQUIO INTERNACIONA, 1: A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, 2017, Natal, RN. Anais[...]. Natal: IFRN, 2017. Disponível em: https://ead.ifrn.edu.br/coloquio/anais/2017/. Acesso em: 16 jul. 2018.

CARVALHO, M. E. G.; ESTEVÃO, C. A. V. Pedagogia crítica e Direitos Humanos: fundamentos para uma proposta pedagógico-crítica em Direitos Humanos. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 21, n. 80, p. 405-432, jul./set. 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362013000300002

ESPÍRITO SANTO (ESTADO). Lei Complementar Estadual nº 58, de 23 de fevereiro de 1995. Fica instituída a Região Metropolitana da Grande Vitória – RMGV, com vistas à organização, ao planejamento e à execução de funções públicas de interesse comum, no âmbito metropolitano. Vitória, 1995. Disponível em: http://www3.al.es.gov.br/Arquivo/Documents/legislacao/html/LC%2058.html. Acesso em: 15 out. 2018.

FREIRE, P. Educadores de rua: uma abordagem crítica: alternativas de atendimento aos meninos de rua. Bogotá: Unicef, 1989. (Série Metodológica, v. 1).

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. (Coleção Leitura).

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA – IBGE. Estimativa da população brasileira. Rio de Janeiro, 2017. Disponível em: ftp://ftp.ibge.gov.br/Estimativas_de_Populacao/Estimativas_2017/. Acesso em: 18 fev. 2018.

INSTITUTO JONES DOS SANTOS NEVES. Pesquisa sobre população em situação de rua da Região Metropolitana da Grande Vitória: relatório. Vitória, 2018.

JOSSO, M.-C. Experiências de vida e formação. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2004.

NATALINO, M. A. C. Estimativa da população em situação de rua no Brasil. Texto para discussão 2246. Brasília, DF: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea, 2016. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/7289/1/td_2246.pdf. Acesso em: 15 out. 2018.

OLIVEIRA, W. F. Educação social de rua: bases históricas, políticas e pedagógicas. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 135-158, jan./mar. 2007. https://doi.org/10.1590/S0104-59702007000100007

SERRA (ES). Lei n° 2.678, de 3 de março de 2004. Dispõe sobre a política de atendimento à população adulta de rua no município de Serra. Serra, 2004. Disponível em: http://legis.serra.es.gov.br/normas/images/leis/html/L26782004.html. Acesso em: 8 dez. 2017.

SOUZA NETO, J. C. Pedagogia social: a formação do educador social e seu campo de atuação. Vitória: UFES, 2010.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

VANGRELINO, A. C. S. O processo de formação de educadores sociais na área da infância e juventude. In: REUNIÃO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 28., Caxambu, 2005. Anais[...] Rio de Janeiro: Anped, 2005. Disponível em: http://www.anped.org.br/sites/default/files/gt06430int.pdf. Acesso em: 27 out. 2017.

VITÓRIA (ES). Lei Orgânica n° 7.101, de 2 de outubro de 2007. Dispõe sobre a política de atendimento à população em situação de rua na cidade de Vitória e dá outras providências. Vitória, 2007. Disponível em: http://sistemas.vitoria.es.gov.br/webleis/Arquivos/2007/L7101.PDF. Acesso em: 30 nov. 2017.

ZUCCHETTI, D. T.; MOURA, E. P. G. Práticas socioeducativas e formação de educadores: novos desafios no campo social. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 18, n. 66, p. 9-28, jan./mar. 2010. https://doi.org/10.1590/S0104-40362010000100002




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362020002801980

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Revista Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank