Formação docente no contexto brasileiro das Instituicoes Federais de Educação Superior

Ailton Paulo de Oliveira Júnior, Martha Maria Prata-Linhares, Acir Mario Karwoski

Resumo


O objetivo do trabalho foi identificar quais acoes sao desenvolvidas pelas Instituicoes Federais de Educação Superior (IFES) no Brasil no que tange à formação docente para atuação na Educação Superior. Para tanto, foi aplicado por um grupo de trabalho no âmbito do Cograd um questionario junto às pro-reitorias de graduação que buscou identificar a existencia de uma politica institucional de formação continuada para seus docentes. Verifica-se uma tendencia crescente de que a formação continuada e mais uma nova forma de regulação profissional do que promocao da profissionalização docente. Sao pontuados indicativos de acoes de formação continuada, possiveis incentivos governamentais ou politicas públicas que possam impulsionar os programas de formação docente e que a realize interlocução com o governo federal, com as associacoes de professores, de tecnicos-administrativos, de estudantes e com a sociedade em geral, indicando acoes de uma politica de formação docente.


Palavras-chave


Formação docente; Educação superior; Instituicoes federais; Brasil

Referências


ALMEIDA, M. I. Desenvolvimento profissional docente: uma atribuicao que tambem e do sindicato. In: REUNIAO ANUAL DAANPED, 23., 2000, Caxambu. Anais…. Caxambu: ANPED, 2000.

ANASTASIOU, L. das G. C. Construindo a docencia no ensino superior: relacao entre saberes pedagogicos e saberes cientificos. In: ROSA, D.E.G.; SOUZA, V.C. (Org.) Didaticas e praticas de ensino: interfaces com diferentes saberes e lugares formativos. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

ANDRE, M.; SIMOES, R. H. S.; CARVALHO, J. M.; BRZEZINSKI, I. Estado da arte da formacao de professores no Brasil. Educacao & Sociedade, n.68. Campinas: CEDES. Dez, 1999, p.301-309.

ANDRE, M. Pesquisa sobre Formacao de Professores: tensoes e perspectivas do Campo. In: FONTOURA, H.; SILVA, M. (Org.). Formacao de Professores, Culturas? Desafios a Pos-Graduacao em Educacao em suas múltiplas dimensoes. Rio de Janeiro: ANPED, 2011. v. 2, p. 24-36.

BALZAN, N. C. Indissociabilidade de ensino-pesquisa como principio metodologico. In: VEIGA, I. P. A; CASTANHO, M. E. L. M. (Org.). Pedagogia Universitaria: a aula em foco. Campinas, Sao Paulo: Papirus, 2000.

CAMPOS, V. T. B. Docencia no ensino superior brasileiro: representacoes de pos-graduandos de instituicoes federais de ensino superior. 34.a Reuniao Anual da ANPED, GT 11 - Politica de Educacao Superior - 02 a 05 de Outubro de 2011, Centro de Convencoes de Natal, RN. Disponivel em: . Acesso em: 10 fev. 2014.

CUNHA, M. I. da. Impactos das politicas de avaliacao externa na configuracao da docencia. In: ROSA, D. E. G.; SOUZA, V.C. (Org.). Politicas organizativas e curriculares, educacao inclusiva e formacao de professores. Rio de Janeiro: DP&A, 2002, p. 39-56.

__________ (Org.). Trajetoria e lugares de formacao da docencia universitaria: da perspectiva individual ao espaco institucional. Araraquara, SP: Junqueira & Marins, 2010.

CUNHA, M. I. da; ZANCHET, B. M. A problematica dos professores iniciantes: tendencia e pratica investigativa no espaco universitario. Educacao, Porto Alegre, v. 33, n. 3, p. 189-197, set./dez. 2010. Disponivel em . Acesso em: 11 nov. 2015.

AUTOR, 2011.

DARLING-HAMMOND, L. et al. Professional Learning in the Learning Profession: a Status Report on Teacher Development in the United States and Abroad. Washington, DC: National Staff Development Council, 2009.

DEMO, P. Obsessao inovadora do conhecimento moderno. In: ______. Conhecimento Moderno: sobre etica e intervencao do conhecimento. Petropolis, RJ: Vozes, 1997.

FIORENTINI, D.; CRECCI, V. M. Desenvolvimento profissional docente: Um termo guarda-chuva ou um novo sentido à formacao? Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formacao Docente, v. 5, n. 8, p. 1-6, jan.-jun. 2013.

AUTOR, 2013.

HARGREAVES, A. Os professores em tempos de mudanca: o trabalho e a cultura dos professores na idade pos-moderna. Lisboa: McGraw-Hill, 1994.

LAROSSA, J. Pedagogia Profana: dancas, piruetas e mascaradas. Belo Horizonte: Autentica, 1999.

MARIN, A. J. Propondo um novo paradigma para formar professores a partir das dificuldades e necessidades historicas nessa area. In: REALI, A. M. M. R.; MIZUKAMI, M. G. N. Formacao de professores: tendencias atuais. Sao Carlos: EdUFSCar, 1996. p. 59-91.

MARTINS, P. L. O. A didatica e as contradicoes da pratica. 3. ed. Campinas, SP: Papirus, 2009.

MASETTO, M. T. Docencia na universidade. Campinas, SP: Papirus, 2002.

MOROSINI, M. C. Docencia universitaria e os desafios da realidade nacional. In: ______ (Org.) Professor do ensino superior: identidade, docencia e formacao. 2. ed. ampl. Brasilia: Plano Editora, 2001.

NEISLER, O. Higher Education Faculty Development Centers: Challenging disparitIFES in the quality of classroom practice. In Ono, Y. Challenging disparitIFES in education. 59th International Yearbook on Teacher Education. ICET, e-book, p. 77- 83, 2015. Disponivel em: . Acesso em: 09 nov. 2015.

OLIVEIRA, Z. M. R. Interacoes sociais e desenvolvimento: a perspectiva socio historica. Cadernos Cedes, Campinas, n. 35, p. 51-63, 1995.

PIMENTA, S. G., ANASTASIOU, L. das G. C. Docencia no ensino superior. Sao Paulo: Cortez, 2002.

PIMENTA, S. G.; ANASTASIOU, L. das G. C. Docencia no ensino superior. Sao Paulo: Editora Cortez, 2005.

PONTE, J. P. da. Da formacao ao desenvolvimento profissional. Actas do ProfMat98, Lisboa, p. 27-44, 1998.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BALNEARIO CAMBORIU. Secretaria Municipal de

Educacao. POEF – Proposta de Organizacao do Ensino Fundamental: 5? ao 8? ano. Balneario Camboriú: PMBC, 2002.

RIOS, T. A. Competencia ou competencias – o novo e o original na formacao de professores. In: ROSA, D. E. G.; SOUZA, V. C. (Org.). Didatica e praticas de ensino: interfaces com diferentes saberes e lugares formativos. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

SOWDER, J. T. The Mathematical Education and Development of Teachers. In: LESTER, F. K. (Ed.). Second Handbook of Research on Mathematics Teaching and Learning. North Carolina: Information Age Publishers, 2007. p. 157-223.




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362018002600902

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank