A avaliação no Ensino de Ciencias Naturais nos documentos oficiais e na literatura academica: uma tematica com muitas questoes em aberto

Claudio Rejane da Silva Dantas, Neusa Teresinha Massoni, Flavia Maria Teixeira dos Santos

Resumo


Este trabalho consiste em uma revisao da literatura e da legislação sobre a avaliação da aprendizagem focalizando o Ensino de Ciencias Naturais. Foram examinadas criticamente a legislação do Brasil e do Estado do Rio Grande do Sul e artigos de revistas da area da Educação e do Ensino de Ciencias. O estudo1 revela que ha certo consenso na literatura sobre o predominio da avaliação tradicional, centrada em provas escritas, atrelada ao modelo de busca de resultados. A legislação reconhece que a avaliação da aprendizagem utilizada na escola distancia-se das orientacoes oficiais, que enfatizam os aspectos qualitativos e formativos sobre os quantitativos. Literatura e legislação convergem com a orientação de que os professores precisam diversificar seus instrumentos visando alcancar uma avaliação formativa. Reflete-se tambem o debate acerca das possibilidades e limitacoes das avaliações externas e proposta do Plano Nacional da Educação de 2014 para englobar o Ensino de Ciencias no Sistema de Avaliação da Educação Basica (SAEB), mas percebe-se que muito pouco desse debate chega efetivamente nas salas de aula.


Palavras-chave


Avaliação da Aprendizagem; Ensino de Ciencias; Avaliação do Sistema Educacional

Referências


ABIB, M. L. V. S. Avaliacao e melhoria da aprendizagem em Fisica. In: CARVALHO, A. M. P. et. al. (Org.). Ensino de Fisica em Acao. Sao Paulo: Cortez, 2010.

AFONSO, A. J. Um olhar sociologico em torno da accountability em educacao. In: ESTEBAN, M. T.; AFONSO, A. J. Olhares e interfaces: reflexoes criticas sobre a avaliacao. Sao Paulo: Cortez, 2010.

BALZAN, N. C.; LOPES, J. A.; SORDI, M, R, L. A cultura de avaliacao em construcao. Avaliacao: Revista da Avaliacao da Educacao Superior, Campinas, Sorocaba, SP, v.8, n. 1, p. 133-149, 2003.

BARDIN, L. El analisis de contenido. Madrid: Editora Akal, 1986.

BASSALO , J. M. F. Questoes de fisica do ENEM/2009. Cad. Bras. Ens. Fis., v. 28, n. 2: p. 325-355, ago. 2011.Doi: 10.5007/2175-7941.2011v28n2p325.

BERGAMIN, F. M.; MONTEIRO, M. F. Balanco de pesquisas sobre o ENEM: consideracoes sobre a constituicao politica das avaliacoes externas. Roteiro, Joacaba, v. 39, n. 2, p. 391-416, jul./dez. 2014.

BORGES, R. M.; CALDERON, A. I. Avaliacao na Educacao Basica: mapeamento da producao cientifica disseminada na Revista Ensaio: Avaliacao e Politicas Públicas em Educacao (1999-2008). Meta: Avaliacao, RJ, v. 5, n. 14, p. 171-191, mai/ago 2013.

BORN, B. B.; CHAPPAZ, R. O. Curriculo e avaliacao externa na rede municipal de ensino de Sao Paulo: reducionismo ou imbricacoes?. Roteiro, Joacaba, v. 39, n. 2, p. 371-390, jul/dez 2014.

BRACCIALLI, L. A. D. et al. Avaliacao do estudante: no exercicio de avaliacao da pratica profissional. Avaliacao: Revista da Avaliacao da Educacao Superior, Campinas, Sorocaba, SP, v.13, n. 1, p. 101-118, mar 2008. Doi: 10.1590/S1414-40772008000100006.

BROIETTI, F. C. D.; FILHO, O. S.; PASSOS, M. M. Mapeamento da producao cientifica brasileira a respeito do Enem (1998-2011). Rev. Dialogo Educ., v. 14, n. 41, p. 233-260, jan/abr 2014. Doi: 10.7213/dialogo.educ.14.041.AO02.

BRITO, M. R. F et al. Exames Nacionais: uma analise do ENEM aplicado a Matematica. Avaliacao: Revista da Avaliacao da Educacao Superior, Campinas, Sorocaba, SP, v. 5, n. 4, p. 45-53, 2000.

BRASIL, Lei nº 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1º e 2º graus e da outras providencias. Brasilia, 1971.

______, Constituicao da República Federativa do Brasil. Senado Federal. Brasilia, 1988.

______, Lei nº 9.394, de 20 de Dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educacao Nacional. Diario Oficial da República Federativa do Brasil, Brasilia, Distrito Federal, 23 de dez. 1996.

______, Parecer 15/98, de 01 de junho de 1998. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Medio. Conselho Nacional de Educacao (CNE). Diario Oficial da Uniao. Brasil, Brasilia, DF, jun 1998a.

______, Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental: introducao aos parâmetros curriculares nacionais. Ministerio da Educacao/ MEC. Secretaria de Educacao Fundamental/ SEF. Brasilia, 1998b.

______, Portaria MEC Nº 438, de 28 de maio de 1998. Institui o Exame Nacional do Ensino Medio – ENEM. Brasilia, DF, 1998c. Disponivel em: http://www.crmariocovas.sp.gov.br/pdf/diretrizes_p0178-0181_c.pdf. Acesso mai de 2014.

______, Parecer 04/98, de 29 de Janeiro de 1998. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental. Conselho Nacional de Educacao (CNE). Diario Oficial da Uniao. Brasil, Brasilia, DF, 23 mar 1998d.

______, Ministerio da Educacao/MEC. Secretaria de Educacao Media e Tecnologica. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Medio. Brasilia, 1999.

______, Ministerio da Educacao/MEC. Secretaria de Educacao Media e Tecnologica. Parâmetros Curriculares Nacionais Complementares aos PCN. Ciencia da Natureza, Matematica e suas Tecnologias. Brasilia, 2002.

______, Ministerio da Educacao. Secr. Educ. Basica. Orientacoes Curriculares para o Ensino Medio. Brasilia, 2006.

______, Portaria Nº 47, 3 de maio de 2007. Estabelecida sistematica para a realizacao da Avaliacao Nacional do Rendimento Escolar - ANRESC (PROVA BRASIL) e da Avaliacao Nacional da Educacao Basica – ANEB. Inst. Nac. de Estudos e Pesquisa Educacionais Anisio Teixeira/ INEP. Diario Oficial da Uniao, Brasilia, DF, 7 maio 2007.

______, Parecer 07/ 2010 de 07 de abril de 2010. Estabelece Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educacao Basica. Conselho Nacional de Educacao/ CNE. Câmara de Educacao Basica/ CEB. Brasilia, Distrito Federal, 2010a.

______, Parecer 11/2010, 07 de julho de 2010. Estabelece Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos. Conselho Nacional da Educacao/ CNE. Câmara de Educacao Basica/ CEB. Brasilia, 2010b.

______, Parecer 5/2011, 04 de maio de 2011. Estabelece as Diretrizes Curriculares para o Ensino Medio. Conselho Nacional de Educacao (CNE). Diario Oficial da Uniao. Brasil, Brasilia, DF, 24 Jan. 2012.

______, Portaria Nº 304, 21 de junho de 2013. Inst. Nac. de Estudos e Pesquisa Educacionais Anisio Teixeira estabelece sistematica para a realizacao das avaliacoes do Sistema de Avaliacao da Educacao Basica – Saeb de referente a 2013. Diario Oficial da Uniao, Brasilia, DF, 24 jun 2013a.

______, Inclusao de Ciencias no Saeb: documento basico. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira- INEP. Brasilia, DF, 2013b.

______, Projeto Lei 6840/ 2013. Da Comissao Especial destinada a promover Estudos e Proposicoes para a Reformulacao do Ensino Medio – CEENSI, Brasilia, 2013c.

______, INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira. Saeb - Sistema de Avaliacao da Educacao Basica. Brasilia, DF, 2014a. Disponivel em: http://provabrasil.inep.gov.br. Acesso em: 21 nov. 2014.

______, INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira. Censo Escolar. Brasilia, DF: INEP, 2014b. Disponivel em: http://portal.inep.gov.br/basica-censo. Acesso 30 nov. 2014.

______, Lei Nº 13.005, 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educacao - PNE e da outras providencias. Diario Oficial da Uniao, Brasilia, DF, 26 Jun. 2014c.

______, INEP, Inst. Nac. de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira. PISA – Sistema Internacional de Avaliacao dos Estudantes.Brasilia, 2014d. Disponivel em: http://portal.inep.gov.br/pisa/sobre-o-pisa. Acesso nov. 2014.

______, Portaria Nº 174, 13 de maio de 2015. Estabelece sistematica para a realizacao das avaliacoes do Sistema de Avaliacao da Educacao Basica – Saeb referente a 2015. INEP, Diario Oficial da Uniao, Nº 90, Brasilia, 14 mai 2015.

CABRITO, B. G. Avaliar a qualidade em educacao: avaliar o que? Avaliar como? Avaliar para que? Cad. Cedes, Campinas, vol. 29, n. 78, p. 178-200, maio/ago, 2009.

CAMPOS, A. M. Accountability: quando poderemos traduzi-la para o portugues? Revista de Administracao Pública. Rio de Janeiro. 24(2) 30-50. fev/abr 1990.

CARDELLI, D. T.; ELLIOT, L. G. Avaliacao por diferentes olhares: fatores que explicam o sucesso de escola carioca em area de risco. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 20, n. 77, p. 769-798, out /dez 2012.

CARVALHO, L. M. O.; MARTINEZ, C. C. L. P. Avaliacao formativa: a auto-avaliacao do aluno e a autoformacao de professores. Ciencia & Educacao, v. 11, n. 1, p. 133-144, 2005.

CARVALHO, A. M. P. Os estagios nos Cursos de Licenciatura. Sao Paulo: Cengage Learning, 2012.

CASTRO, M. H. G. A. Consolidacao da Politica de Avaliacao da Educacao Basica no Brasil. Meta: Avaliacao. Rio de Janeiro, v. 1, n. 3, p.271-296, set/dez 2009.

CAPPELLETTI, I. F. Opcoes metodologicas em avaliacao: saliencias e relevâncias no processo decisorio. Roteiro, Joacaba, v. 37, n. 2, p. 211-226, jul/dez 2012.

COELHO, M. I. M. Vinte anos de avaliacao da educacao basica no Brasil: aprendizagens e desafios. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 16, n. 59, p. 229-258, abr./jun. 2008. Doi: 10.1590/S0104-40362008000200005.

CORREIA, M. S. M.; FREIRE, A. M. M. S. Praticas de avaliacao de professores de ciencias fisico-quimicas do ensino basico. Ciencia & Educacao, v. 16, n. 1, p. 1-15, 2010.

CORREIA, P. R. M.; SILVA, A. C.; JUNIOR, J. G. R. Mapas conceituais como ferramenta de avaliacao na sala de aula. Revista Brasileira de Ensino de Fisica, v. 32, n. 4, 4402, 2010. Doi:10.1590/S1806-11172010000400009.

COSTA-BEBER, L. B.; MALDANER, O. A.; PANSERA-DE-ARAUJO, M. C. Processos seletivos de Universidades Públicas da Regiao Sul do Brasil: movimento de mudancas a partir do Novo ENEM. Revista Brasileira de Pesquisa em Educacao em Ciencias, v. 14, n. 1, 2014.

DELGADO, A. P. O impacto das politicas públicas nas praticas escolares sob a otica da avaliacao de aprendizagem. Espaco do curriculo, v.4, n.2, pp.162-171, set./ mar. 2012.

DURAN, M. C. G. Avaliacao: reguladora ou emancipatoria? Avaliacao: reguladora ou emancipatoria? Revista Dialogo Educacional, Curitiba, v. 4, n.8, p.97-110, jan./abr. 2003.

EIRO, M. I.; CATANI, A. M. Projetos Tuning e Tuning America Latina: Afinando os Curriculos às Competencias. Cadernos PROLAM/USP, Ano 10, v. 1, p. 103-123, 2011.

EYNG, A. M. Politicas de curriculo e avaliacao: os resultados da avaliacao definindo praticas curriculares. Espaco do Curriculo, v.3, n.1, pp.403-418, Mar./Set., 2010. Doi: 10.15687/rec.v3i1.9101.

FANFANI, E. T. Sentidos de la evaluacion y opiniones de los docentes. Meta: Avaliacao. Rio de Janeiro, v. 1, n. 3, p.386-394, set/dez 2009.

FALSARELLA, A. M. Repercussoes das Politicas Educacionais no Âmbito Escolar. Meta: Avaliacao. Rio de Janeiro, v. 5, n. 15, p. 254-271, set/dez 2013.

FERNANDES, D. Avaliacao em Educacao: uma discussao de algumas questoes criticas e desafios a enfrentar nos proximos anos. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 21, n. 78, p. 9-32, jan/mar 2013. Doi: 10.15.90/S0104-40362013005000004.

FERREIRA, M. C.; CARVALHO, L. M. O. A evolucao dos jogos de Fisica, a avaliacao formativa e a pratica reflexiva do Professor. Revista Brasileira de Ensino de Fisica, v. 26, n. 1, p. 57-61 2004.

FERRER, A. T. Evaluacion y Cambio de los Sistemas Educativos: la Interaccion que hace falta. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 16, n. 59, p. 275-296, abr/jun 2008. Doi:10.1590/S0104-40362008000200007.

FILHO, J. B.; SILVA, D. Algumas reflexoes sobre a avaliacao dos estudantes no Ensino de Ciencias. Ciencia & Ensino, n. 9, 2000.

FILHO, J. B.; SILVA, F. D. Buscando um sistema de avaliacao continua: ensino de eletrodinâmica no nivel medio. Ciencia & Educacao, v.8, nº1, p.27 – 38, 2002.

FONTANIVE, N. S. A Divulgacao dos Resultados das Avaliacoes dos Sistemas Escolares: limitacoes e Perspectivas. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., RJ, v. 21, n. 78, p. 83-100, jan/mar 2013. Doi: 10.1590/S0104-4036201300500000.

FREIRE, E. S.; FERREIRA, L. G. Qualidade de Ensino e Formacao de Professores: interrelacao com o IDEB e a Prova Brasil. Meta: Avaliacao, RJ, v. 5, n. 15, p. 298-326, set/dez 2013.

FREITAS, A. H. et al. ENEM: um demonstrativo das mudancas socioeconômicas no perfil dos participantes. Meta: Avaliacao, RJ, v. 1, n. 1, p. 104-124, jan/abr 2009.

FREITAS, S. L.; COSTA, M. G.N.; MIRANDA, F. A. Avaliacao Educacional: formas de uso na pratica pedagogica. Meta: Avaliacao, RJ, v. 6, n. 16, p. 85-98, jan/abr 2014.

GOMES, C. A.; LEAL, H. B. Avaliacao: viagem por dentro de si mesma. Meta: Avaliacao, Rio de Janeiro, v. 1, n. 3, p.316-334, set/dez 2009.

GONCALVES JR, W. P.; BARROSO, M. F. As questoes de fisica o desempenho dos estudantes no ENEM. Revista Brasileira de Ensino de Fisica, v. 36, n. 1, 1402, 2014. Doi: 10.1590/S1806-11172014000100017.

HARRES, J. B. S. Desvinculacao entre avaliacao e atribuicao de nota: analise de um caso no ensino de fisica para futuros professores. Ensaio – Pesquisa em Educacao em Ciencias, v, 05, n.1, 2003. Doi: 10.1590/1983-21172003050105.

HERNANDES , J. S.; MARTINS, M. I. Categorizacao de questoes de fisica do novo Enem. Cad. Bras. Ens. Fis., v. 30, n 58 . 1: p. 58-83, abr 2013. Doi: 10.5007/2175-7941.2013v30n1p58.

JACOMINI, M. A. Avaliacao da aprendizagem em tempos de progressao continuada: o que mudou? Um estudo de teses e dissertacoes sobre o tema (2000-2010). Ensaio: aval. pol. públ. Educ., RJ, v.22, n. 84, p. 807-828, jul/set 2014. Doi: 10.1590/S0104-40362014000300010.

KASAI, R. C. B. Avaliao da aprendizagem: um projeto vivido. Revista Dilogo Educacional, v. 1, n.2, p.1-170, 2000.

KLEIN, R. Uma re-anlise dos resultados do PISA: problemas de comparabilidade. Ensaio: aval. pol. pbl. Educ., Rio de Janeiro, v. 19, n. 73, p. 717-742, out/dez 2011. Doi: 10.1590/S0104-40362011000500002.

_____, R. Utilizao da teoria de resposta ao item no Sistema Nacional da Avaliao da Educao Bsica (Saeb). Meta: Avaliao, Rio de Janeiro, v.1, n.2, p. 125-140, mai/ago 2009.

KOETZ, C. M.; WERLE, F. O. C. Trajetria do sistema de avaliao do rendimento escolar do Estado do Rio Grande do Sul. Ensaio: aval. pol. pbl. Educ., v. 20, n. 77, p. 677-700, out/dez 2012. Doi: 10.1590/S0104-40362012000400004.

KRAEMER, M. E. P. A avaliao da aprendizagem como processo construtivo de um novo saber. Avaliao: Revista da Avaliao da Educao Superior, Campinas, Sorocaba, SP, v.10, n. 2, p. 137-147, jun 2005.

LEITE, C.; FERNANDES, P. Avaliao, Qualidade e Equidade. Avaliao: Revista da Avaliao da Educao Superior, Campinas. Sorocaba, SP, v. 19, n. 2, p. 421-438, jul 2014. Doi: 10.1590/S1414-40772014000200009.

LEITE, S. A.S.; KAGER, S. Efeitos aversivos das prticas de avaliao da aprendizagem escolar. Ensaio: aval. pol. pbl. Educ., RJ, v. 17, n. 62, p. 109-134, jan/mar 2009. Doi.: 10.1590/S0104-40362009000100006.

LIMA, K.S.; TENRIO, A. C.; BASTOS, H. F. B. N. Concepes de um professor de fsica sobre avaliao: um estudo de caso. Cincia & Educao, v. 16, n. 2, p. 309-322, 2010. Doi:10.1590/S1516-7313201000020000.

LIMA, I. S.; PEREIRA, M. Z. C. P. Quando a avaliao potencializa as polticas de currculo. Espao do currculo, v.4, n.2, pp.109-113, mar 2012. Doi: 10.15687/rec.v4i2.12328.

LPEZ, A. M. Impacto de las evaluaciones internacionales en las polticas curriculares: la educacin secundaria obligatoria en espaa. Espao do currculo, v.1, n.1, pp.100-129, mar/set 2008. Doi: 10.15687/rec.v1i1.3643.

MACENO, N. G.; GUIMARES, O. M. Compreenses e Significados sobre o Novo ENEM entre Profissionais, Autoridades e Escolas: um estudo para o estado do Paran. Rev. Bras. de Pesq. Educao em Cincias, v. 13, n. 2, 2013.

MACHADO, C.; ALAVARSE, O. M. Qualidade das Escolas: tenses e potencialidades das avaliaes externas. Educao & Realidade, Porto Alegre, v. 39, n. 2, p. 413-436, abr/jun 2014. Doi: 10.1590/S2175-62362014000200005.

MAIA, P. F.; JUSTI, R. Desenvolvimento de habilidades no Ensino de Cincias e o processo de avaliao: anlise da coerncia. Cincia & Educao, v. 14, n. 3, p. 431-50, 2008. Doi: 10.1590/S1516-73132008000300005.

MATOS, D. A. S.; CIRINO, S. D.; LEITE, W. L. Instrumentos de avaliao do ambiente de aprendizagem da sala de aula: uma reviso da literatura. Ensaio Pesquisa em Educao em Cincias, v. 10, n. 1, 2008. Doi: 10.1590/1983-21172008100109.

MAZZITELLI, C. A.; GUIRADO, A. M.; OLIVERA, A. C.. Las evaluaciones en fsica y en qumica: qu aprendizaje se favorece desde la enseanza en la educacin secundaria?. Investigaes em Ensino de Cincias, v. 8, n.1, pp. 143-159, 2013. Doi: 10.13140/2.1.4162.1445.

MENDES, J. C. B.; FRANGELLA, R. C. P. Avaliao: te olhei por um monculo e enxerguei a prova. Roteiro, Joaaba, v. 39, n. 2, p. 331-346, jul./dez. 2014.

NARDI, E. L; CORSETTI, B. Apresentao: Polticas e prticas de Avaliao no Ensino Fundamental. Roteiro, Joaaba, v. 37, n. 2, p. 181-184, jul./dez. 2012.

NOVAES, L. C. Os impactos da avaliao externa sobre o trabalho de professores na rede estadual paulista. Roteiro, Joaaba, v. 39, n. 2, p. 283-310, jul./dez. 2014.

NVOA, A.; HUBERMAN, M. et al. Vida de professores. Porto Editora, 1989.

OLIVEIRA, A. P.; MOURO, M. G. M.; MACIEL, R. C. Avaliao por competncia no ensino mdio. Roteiro, Joaaba, v. 36, n. 2, p. 335-346, jul./dez. 2011.

PACHECO, J. A. Polticas de avaliao e qualidade da educao: uma anlise crtica no contexto da avaliao externa de escolas, em Portugal. Avaliao, Campinas, Sorocaba, v. 19, n. 2, p. 363-371, jul 2014. Doi: 10.1590/S1414-40772014000200005.

PAULA, H. F.; BORGES, A. T. Avaliao e teste de explicaes na educao em cincias. Cincia & Educao, v. 13, n. 2, p. 175-192, 2007.

PAULO, R. M. SANTOS, J. C. A. P. Avaliao em matemtica: uma leitura de concepes e anlise do vivido na sala de aula. Cincia & Educao, v. 17, n. 1, p. 183-197, 2011. Doi: 10.1590/S1516-73132011000100012.

PENNA FIRME, T. Mitos na avaliao: diz-se que...Meta: Avaliao, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p.1-10, jan./abr. 2009.

PERRENOUD, P. Avaliao: da excelncia regulao das aprendizagens entre duas lgicas. Porto Alegre: Artmed, 1999a.

______, Construindo as competncias desde a escola. Trad. Bruno Charles Magne. Porto Alegre: Artmed, 1999b.

PINTO, N. B.; SILVA, C. M. S. Avaliao da aprendizagem e excluso social. Dilogo Educ., Curitiba, v. 6, n.19, p.111-126, set/dez 2006.

RIO GRANDE DO SUL, Parecer n 755/98, Processo CEED n 328/27.00/98.0. Comisso de Legislao e normas. Conselho Estadual de Educao do Estado do Rio Grande do Sul- CEED, 1998.

______, Parecer n 740/99. Processo CEED n 521/27.00/99.6 Orientaes para o Sistema Estadual de Ensino, relativas aos artigos 23 e 24 da Lei federal n 9.394/96. Cons. Est. de Educao do Estado do Rio Grande do Sul- CEED, 1999a.

______, Parecer n 323/99. Processo CEED n 408/27.00/98.5. Estabelece Diretrizes Curriculares do ensino fundamental e do ensino mdio para o Sistema Estadual de Ensino. Cons. Est. de Educao do Estado do Rio Grande do Sul CEED, 1999b.

______, Parecer n 310/2012 Processo SE n 2.936/19.00/12.9. Aprova o Regimento Escolar Padro para o ensino mdio politcnico a ser adotado por escolas da Rede Pblica Estadual que solicitarem credenciamento e autorizao para o funciona- mento desse curso a partir do ano letivo de 2012. Cons. Est.l de Educao do Estado do Rio Grande do Sul - CEED, 2012.

______, Site oficial da Secretaria de Educao do Estado do Rio Grande do Sul. Disponvel em: http://www.educaao.rs.gov.br. Acesso em: 25 de nov. 2014.

RISTOFF, D. I. Algumas definies de avaliao. Avaliao: Revista da Avaliao da Educao Superior, Campinas, Sorocaba, SP, v. 8, n. 1, p. 19-30, mar 2003.

RODRIGUES, M. I. R.; CARVALHO, A. M. P. Professores pesquisadores: reflexo e mudana metodolgica no ensino de fsica o contexto da avaliao. Cincia & Educao, v.8, n1, p.39 53, 2002. Doi: 10.1590/S1516-73132002000100004.

ROMANOWSKI, J. P.; WACHOWICZ, L. A. Avaliao: que realidade essa?. Avaliao: Revista da Avaliao da Educao Superior, Campinas, Sorocaba, SP, v.7, n. 2, p. 81-100, 2002.

ROSISTOLATO, R.; PRADO, A. P. Os profissionais da educao e as avaliaes externas de aprendizagem: uma comparao entre rio de janeiro e duque de Caxias. Roteiro, Joaaba, v. 39, n. 2, p. 311-330, jul./dez. 2014.

SANTOS, J. M. C. T. Exame Nacional do Ensino Mdio: entre a regulao da qualidade do Ensino Mdio e o vestibular. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 40, p. 195-205, abr./jun. 2011. Doi: 10.1590/S0104-40602011000200013.

SANTOS, A. P. S.; CANEN, A. Avaliao Escolar Para a Aprendizagem: possibilidades e avanos na prtica pedaggica. Meta: Avaliao, Rio de Janeiro, v. 6, n. 16, p. 53-70, jan/abr 2014.

SANTOS, A. V. F.; LIMA, L. T. S. Polticas pblicas em educao: a avaliao como um problema curricular contemporneo. Espao do Currculo, v.7, n.1, p.26-40, jan/abr 2014. Doi: 10.15687/rec.v7i1.19407.

SCHNEIDER, M. P. Entrevista com o professor Almerindo Janela Afonso: dialogando sobre polticas de regulao e avaliao no campo da educao. Roteiro, Joaaba, v. 37, n. 2, p. 185-190, jul./dez. 2012.

SCHNEIDER, M. P.; ROSTIROLA, C. R.; MOZZ, G. S. Entrevista com a professora Doutora Sandra Zkia Sousa: Avaliaes em larga escala os desafios qualidade educacional. Roteiro, Joaaba, v. 36, n. 2, p. 309-314, jul/dez 2011.

SILVA, S. O. C. Concepo docente sobre avaliao qualitativa da aprendizagem no ensino fundamental: uma interpretao da LDB 9394/96. Meta: Avaliao, Rio de Janeiro, v. 2, n. 6, p. 334-357, set./dez. 2010.

SILVA, J. L. P.B; MORADILLO, E. F. Avaliao, ensino e aprendizagem de cincias. Ensaio Pesquisa em Educao em Cincias, v. 04, n. 1, jul 2002.

SILVA, S. O. C. S. Quando a Avaliao Revela mais as Concepes do Avaliador do que Sobre o Perfil dos Sujeitos Avaliados, na Educao Infantil. Meta: Avaliao, RJ, v. 4, n. 12, p. 289-313, set/dez 2012.

SILVEIRA, F. L.; AXT, R. Questo discursiva nmero 4 do provo 2000 do MEC para a licenciatura em fsica. Cad.Cat.Ens.Fs. v.17, n.2 p.229-234, ago 2000.

SILVEIRA, F. L.; STILCK, J; BARBOSA, M. Comunicaes: Manifesto sobre a qualidade das questes de Fsica na Prova de Cincias da Natureza no Exame Nacional de Ensino Mdio. Caderno Brasileiro de Ensino de Fsica, v. 31, n. 2, p. 473-479, 2014. Doi: 10.5007/2175-7941.2014v31n2p471.

SOARES, L. H. et al. Globalizao e desafios contemporneos para educao anlise do pisa e os rumos da educao no Brasil. Espao do currculo, v.1, n.1, pp.189-222, mar/set 2008. Doi: 10.15687/rec.v1i1.3646.

SOUZA, A. M. A Relevncia dos Indicadores Educacionais para Educao Bsica: informao e decises. Meta: Avaliao. RJ, v. 2, n. 5, p.153-179, mai/ago 2010.

SUDBRACK, E. M.; COCCO, E. M. Avaliao em larga escala no Brasil: potencial indutor de qualidade? Roteiro, Joaaba, v. 39, n. 2, p. 347-370, jul/dez 2014.

TOIGO, A. M.; MOREIRA, M. A..; COSTA, S. S. C. Revisin de la literatura sobre el uso de mapas conceptuales como estrategia didctica y de evaluacin. Investigaes em Ensino de Cincias, v.17, n.2, p. 305-339, 2012.

UREL, A. L. J.; PEREIRA, A. S. Qualidade da Educao e ndice de Desempenho da Educao Bsica: em busca de um currculo nacional. Espao do Currculo, v.7, n.1, p.156-168, jan/abr 2014. Doi: 10.15687/rec.v7i1.19418.

VALENTIM, F. O. D.; OLIVEIRA, A. A. S. Avaliao da aprendizagem e deficincia intelectual na perspectiva de professores do ensino comum. Rev. Dilogo Educ., v. 13, n. 40, p. 851-871, 2013. Doi: 10.7213/dialogo.educ.13.040.DS02.

VIANNA, H. M. Fundamentos de um Programa de Avaliao Educacional. Meta: Avaliao, RJ, v. 1, n. 1, p.11-27, jan/abr 2009. Doi: 10.18222/eae02820032168.

VIEIRA, I. F. G. F. F., BASTOS, O. M. S. P. Em Busca de uma Avaliao mais Educativa. Meta: Avaliao. RJ, v. 5, n. 13, p. 98-125, jan/abr 2013.

VIEIRA, I. S. Autogoverno e conformao moral no controle do trabalho docente: um estudo de caso luz da prova brasil. Espao do currculo, v.7, n.1, p.76-85, jan/ abr 2014. Doi: 10.15687/rec.v7i1.19411.

WERLE, F. O. C.; THUM, A. B.; ANDRADE, A. C. A. Processo nacional de avaliao do rendimento escolar: tema esquecido entre os Sistemas Municipais de Ensino. Ensaio: aval. pol. pbl. Educ., Rio de Janeiro, v. 17, n. 64, p. 397-420, jul./set. 2009. Doi: 10.1590/S0104-40362009000300002.

ZAMPIR, M.; SOUZA, . R. O direito ao Ensino Fundamental em uma leitura dos resultados do IDEB e da poltica educacional em Curitiba-PR. Ensaio: aval. pol. pbl. Educ., RJ, v.22, n. 84, p. 755-776, jul/set 2014.

ZANCHET, B. M. B. A. O Exame Nacional do Ensino Mdio o ENEM: uma auto-avaliao para quem? Avaliao: Revista da Avaliao da Educao Superior, Campinas, Sorocaba, v.8, n. 3, p. 247-268 mar 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362017002500807

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Apoio:




Programa de Apoio às Publicacoes Cientificas (AED) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e tecnologico (CNPq), Ministerio da Educação (MEC), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ.
 

SCImago Journal & Country Rank