Trabalho e autonomia do coordenador pedagogico no contexto das politicas públicas educacionais implementadas no Estado de Goias

Luis Luis Gustavo Alexandre da Silva, Cesar Luis

Resumo


Este artigo pretende problematizar os impactos dos parâmetros administrativos gerenciais como politica pública de regulação da gestao do trabalho escolar. As analises sao provenientes dos dados coletados em pesquisa documental e questionarios. A pesquisa revela que as atuais politicas públicas educacionais, ao instituirem as avaliações sistemicas e os principios administrativos gerenciais como parâmetro para a gestao do trabalho escolar, comprometeram a autonomia dos coordenadores pedagogicos. Ressalta-se a formalização de uma cultura institucional com forte conotação administrativa e gerencial no que tange ao processo de gestao do trabalho escolar, em especial nos aspectos relativos ao controle das acoes docentes e ao alcance de resultados educacionais.


Palavras-chave


Autonomia; Coordenação Pedagogica; Gerencialismo; Controle

Referências


BARROSO, Joao. A autonomia das escolas: uma ficcao necessaria. Revista Portuguesa de Educacao. Braga-PT: Universidade do Minho,vol. 17, n. 2. p. 49-83. 2004.

______. O reforco da autonomia das escolas e a flexibilizacao da gestao escolar em Portugal. In: FERREIRA, Naura C. (Orgs.). Gestao democratica da educacao: atuais tendencias, novos desafios. 4a edicao. Sao Paulo: Cortez, 2003.

CONTRERAS, Jose. Autonomia dos professores. Sao Paulo: Cortez, 2002.

FERNANDES, Maria Jose da Silva. O professor coordenador pedagogico nas escolas estaduais paulistas: da articulacao pedagogica ao gerenciamento das reformas educacionais. Educacao e Pesquisa. Sao Paulo. v. 38, nº 04, p. 799-814, out./dez. 2012.

______. As recentes reformas educacionais paulistas na visao dos professores. Educacao em Revista. Belo Horizonte. v. 26, nº 03, p. 75-102, dez. 2010.

FONSECA, M.; TOSCHI, M. S.; OLIVEIRA, J. F. Escolas Gerenciadas: planos de desenvolvimento e projetos politico-pedagogicos em debate. Goiânia: Ed. da UCG, 2004.

GAULEJAC, Vincent de. Gestao como doenca social. Ideologia, poder gerencialista e fragmentacao social. Aparecida, SP: Ideias & letras, 2007.

GOIAS. SEE. Portaria 0009/2012. O SECRETARIO DE ESTADO DE EDUCACAO, no uso da competencia prevista pelo inciso III, art. 13 da Lei nº 17.257, de 25 de janeiro de 2011, e tendo em vista as novas Diretrizes Operacionais da Rede Estadual de Ensino para o ano de 2012, alusiva às funcoes e às atribuicoes de cada cargo elencado. Disponivel http://sreanapolis.files.wordpress.com/2010/03/portaria-0009-2012-e28093-gab-see.pdf Acesso em 13 de Maio de 2014

LIMA, Licinio. A escola como organizacao educativa: uma abordagem sociologica. Sao Paulo: Cortez, 2001.

LIMA, Jorge Avila. As culturas colaborativas nas escolas. Porto: Porto Editora, 2002.

MOREIRA, Antônio F. A cultura da performatividade e a avaliacao da Pos-Graduacao em Educacao no Brasil. Educacao em Revista. Belo Horizonte, vol.25, nº 3, p. 23-42, dez. 2009.

PARO, Vitor H. Gestao democratica da escola pública. Sao Paulo: Atica, 2001.

PLACCO, Vera Maria; SOUZA, Vera Lúcia Trevisan; ALMEIDA, Laurinda Ramalho. O coordenador pedagogico e a formacao de professores: intencoes, tensoes e contradicoes. Quadros de atribuicoes pela legislacao por regiao. Estudos & Pesquisas Educacionais. Sao Paulo. vol. 2. Fundacao Victor Civita, 2011. Disponivel http://www.fvc.org.br/pdf/quadros-atribuicoes-regiao-coordenador-pedagogico.pdf Acesso em 13 de Maio de 2014.

______. O coordenador pedagogico: aportes à proposicao de politicas públicas. Cadernos de Pesquisa. v.42, nº 147, p.754-771 set./dez 2012.

SHIROMA, Eneida Oto; MORAES, Maria Celia Marcondes; EVANGELISTA, Olinda (orgs.). Politica educacional. Rio de Janeiro: DP&A, 2000. (O que voce precisa saber)

SILVA, Luis Gustavo A. Educacao e participacao. Goiânia: Ed. da UFG, 2006.

______. Os processos de dominacao na escola pública. Goiânia. Ed. da PUC, 2009.

______. Contrato, carreira e remuneracao docente em Goias. In: OLIVEIRA, J.F; OLIVEIRA, Dalila A.; VIEIRA, Livia Fraga (orgs.) Trabalho Docente na Educacao Basica em Goias. Belo Horizonte: Editora Fino Traco, 2012, p.97-114.

SILVA, Luis Gustavo A; OLIVEIRA, Joao F.; ASSIS, Lúcia Maria; GOMES, Danyelle Cristine. A gestao escolar no contexto atual: o paradigma gerencial e o trabalho do dirigente escolar em Goias. In: OLIVEIRA, J.F; OLIVEIRA, Dalila A.; VIEIRA, Livia Fraga (orgs.) Trabalho Docente na Educacao Basica em Goias. Belo Horizonte: Editora Fino Traco, 2012, p.197-217.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Projeto Politico-Pedagogico: novas trilhas para a escola. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro; FONSECA, Marilia (orgs.) As dimensoes do projeto politico-pedagogico: Novos desafios para a escola. Campinas: Papirus, 2001. (Colecao Magisterio: Formacao e Trabalho pedagogico), p. 45-66.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro; RESENDE, Lúcia Maria Goncalves (orgs.) Escola: espaco do projeto politico-pedagogico. Campinas: Papirus, 1998 (Colecao Magisterio: Formacao e Trabalho pedagogico).




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362015000400007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.