Avaliação educacional: consideracoes teoricas

Raimundo Benedito do Nascimento, Francisco de Assis Alencar Mota

Resumo


A avaliação da aprendizagem escolar constitui, no dominio da educação, um dos temas polemicos e que suscita curiosidades em relação à sua pratica. E perceptivel, no momento atual, a presenca enfatica dessa tematica nos foros e debates educacionais e nos discursos entre educadores, nos diferentes espacos institucionais, onde se inserem o ensino e a aprendizagem, principalmente, com o advento da Lei de Diretrizes e Bases da Educação de 1996. E bem verdade que a renovação conceitual, em que se projetam as contribuicoes de numerosas investigacoes educativas dos últimos anos, manifestam-se atraves de um notavel enriquecimento dos âmbitos sobre os quais se estende a avaliação dos criterios com que se produzem juizos de valor e das decisoes admitidas. Sem dúvidas, registra-se no momento uma distância significativa do antigo conceito de avaliação como constatação do nivel de aprendizagem do aluno. Faz-se entao necessario avaliar nao apenas o conhecimento adquirido, mas tambem as habilidades e atitudes. E fundamental conhecer as caracteristicas das atividades continuas e nao somente os resultados. Por outro lado, a avaliação deve incidir sobre a atividade do professor, o planejamento dos programas, a efetividade dos recursos e sobre a influencia dos ambientes organizativos e ambientais. A atividade avaliativa deve ultrapassar o estudo de tudo quanto se manifesta a fim de tambem se prolongar ate à identificação das causas de desvios que possam interferir nos resultados de alguma ação educativa. Neste ambiente de discussao, e que seguramente se encontrara o caminho para aperfeicoar o ensino. Ao pensar nesta diversidade, propoe-se seguir um trabalho, a partir da (re)visitação de renomados autores que contribuiram na construção da historia da avaliação, na tentativa de trazer a lume pontos especificos deste tema.

Palavras-chave


Educação; Avaliação da Aprendizagem; Planejamento Educacional

Texto completo:

Educ@

Referências


AFONSO, Almerindo Janela. Avaliacao educacional: regulacao e emancipacao: para uma sociologia das politicas avaliativas contemporâneas. Sao Paulo: Cortez, 2000. 151p.

BONNIOL, Jean-Jacques. Modelos de avaliacao: textos fundamentais com comentarios / Jean-Jacques Bonniol e Michel Vial; trad. Claudia Schilling. Porto Alegre: Artmed Editora, 2001. 367p.

DEMO, Pedro. Avaliacao qualitativa. 3 ed. Sao Paulo: Cortez, 1991 (Colecao Polemicas do nosso Tempo, v.25). 103p.

DINIZ, Terezinha. Sistemas de avaliacao e aprendizagem. Rio de Janeiro: LTC, 1982. 100p.

HOFFMANN, Jussara Maria Lerch. Avaliacao: mito & desafio. Uma perspectiva construtivista. 5 ed. Porto Alegre-RS: Educacao e Realidade, 1992. 128p.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliacao da aprendizagem escolar: estudos e proposicoes. 8 ed. Sao Paulo: Cortez, 1998. 180p.

MIZUKAMI, Maria das Gracas Nicoletti. Ensino: as abordagens do processo. Sao Paulo-SP: EPU, 1986.

Parâmetros curriculares nacionais: introducao aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de Educacao Fundamental. 2 ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2000. 126p.

SAUL, Ana Maria. Avaliacao emancipatoria: desafio à teoria e à pratica de avaliacao e reformulacao de curriculo. Sao Paulo: Cortez, 1988. 151p.

SOUSA, Sandra Zakia Lian. Revisando a teoria da avaliacao. In: Avaliacao do rendimento escolar. 6 ed. Campinas-SP: Papirus, 1997 (Colecao Magisterio: formacao e trabalho pedagogico). 177p.

TYLER, Ralph W. Basic principles of curriculum and instruction. Chicago: The University of Chicago, 1949.

VIANNA, Heraldo Marelin. Avaliacao educacional e o avaliador. Sao Paulo: IBRASA, 2000. 192p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank