Auto-avaliação de centros de pos-graduação: uma proposta em ação

Nivea Maria Fraga Rocha

Resumo


A pesquisa Auto-Avaliação de Centros de Pos-Graduação, surgiu como instrumento de qualidade da Fundação Visconde de Cairu (FVC). Os objetivos visavam a elaborar proposta de Auto-Avaliação para o Centro de Pos-Graduação da Fundação Visconde de Cairu (CEPPEV/FVC), que atendesse às exigencias do contexto, caracteristicas da FVC e possibilitasse a participação da comunidade academica. A metodologia de pesquisa utilizada foi a pesquisa-ação, atraves de oficinas. Esse processo possibilitou construir coletivamente o diagnostico institucional, identificar forcas que facilitam e dificultam o processo educacional, demonstrar a qualidade do que se produz e utilizar os resultados no planejamento e tomada de decisoes, para corrigir rumos e alcancar excelencia institucional. A Auto-Avaliação do CEPPEV/FVC, sustentada por principios democraticos, consolida sua responsabilidade social e compromisso científico-cultural.

Palavras-chave


Avaliação institucional; Educação superior; Pos-graduação

Referências


BELLONI, I. A funcao social da avaliacao institucional. In: DIAS SOBRINHO, J.; RISTOFF, D. I. (Org.). Universidade desconstruida. Florianopolis: Insular, 2000. p. 37-58. [ Links ]

BRASIL. Decreto Nº 3.860, de 9 de julho de 2001. Dispoe sobre a organizacao do ensino superior, a avaliacao de cursos e instituicoes, e da outras providencias. Diario Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasilia, DF, 2001. Disponivel em: . Acesso em: 20 maio 2005. [ Links ]

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educacao nacional. Diario Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasilia, DF, 23 dez. 1996. Disponivel em:< http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/ldb.pdf >. Acesso em: 13 abr. 2005. [ Links ]

BRASIL. Ministerio da Educacao. Secretaria de Educacao Superior (SESU). Plano Nacional de Extensao, 1999-2002. Brasilia, DF, 1999. Disponivel em: . . Acesso em: 18 maio 2005, 13 dez. 2006. [ Links ]

CENTRO DE POS-GRADUACAO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU. Roteiro de auto-avaliacao. Salvador, 2004. [ Links ]

CRONBACH, L. J. Course improvement through evaluation. Teachers College Record, New York, v. 64, n. 8, p. 672-683, May 1963. [ Links ]

DIAS SOBRINHO, J.; RISTOFF, D. (Org.). Universidade desconstruida. Florianopolis: Insular, 2000. [ Links ]

FORUM NACIONAL DE PRO-REITORES DE EXTENSAO DAS UNIVERSIDADES PUBLICAS BRASILEIRAS, 1., 1999, Brasilia. Sistema de dados e informacoes e RENEX (Rede Nacional de Extensao). Brasilia, DF, 1999. Disponivel em: Acesso em: 20 maio 2005. [ Links ]

GUBA, E.; LINCOLN, Y. Fourth generation evaluation. Newbury Park: Sage, 1990. [ Links ]

HOFFMANN, J. Avaliacao: mito e desafio: uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Educacao & Realidade, 1993. [ Links ]

MASETTO, M. Auto-avaliacao em cursos de Pos-Graduacao: teoria e pratica. Sao Paulo: Papirus, 2004. [ Links ]

SCRIVEN, M. The methodology of evaluation. In: TYLER, R. W. et al. Perspectives of curriculum evaluation. Chicago: Rand McNally, 1967. (AERA Monograph series on curriculum evaluation, n.1). [ Links ]

SORDI, M. R. Entendendo as logicas da avaliacao institucional para dar sentido ao contexto interpretativo. In: VILLAS BOAS, B. M. F. (Org.). Avaliacao: politicas e praticas. Campinas, SP: Unicamp, 2002. [ Links ]

STUFFLEBEAM, D. L. et al. Educational evaluation and decision making. Itasca: Peacock, 1981. [ Links ]


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank