A pesquisa multicultural como eixo na formação docente: potenciais para a discussao da diversidade e das diferencas

Ana Ivenicki

Resumo


O presente artigo argumenta que a compreensao da pesquisa como fenômeno multicultural pode tornar a articulação ensino-pesquisa mais impactante na formação de professores, Desenvolve o argumento, propondo quatro dimensoes centrais nessa perspectiva: a compreensao dos futuros professores e professores formadores como identidades culturais plurais de pesquisadores em ação; o incentivo às discussoes dos temas educacionais em termos de vozes silenciadas e representadas, analisando tensoes entre universalismo e valorização da diversidade; a apresentação dos professores em formação a metodologias plurais de pesquisa; a analise das identidades institucionais ou organizacionais onde se processa a formação docente e sua articulação à perspectiva de pesquisa, problematizando relacoes desiguais de poder e lutando para que essas instituicoes se constituam em instituicoes ou organizacoes multiculturais.

Palavras-chave


Formação de professores; Multiculturalismo; Pesquisa multicultural

Referências


AGUIAR, N. M. C. B.; CANEN, A. Impactos de politicas de avaliacao institucional: um estudo de caso no sistema de ensino naval brasileiro. Ensaio: avaliacao e politicas públicas em educacao, Rio de Janeiro, v. 15, n. 54, p. 53-66, jan./mar. 2007. [ Links ]

ANDRE, M. (Org.). O papel da pesquisa na formacao e na pratica dos professores. Sao Paulo: Papirus, 2001. [ Links ]

BINZER, I. V. Os meus romanos: alegrias e tristezas de uma educadora alema no Brasil. 6. ed. rev. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994. [ Links ]

CANEN, A. Avaliando a avaliacao a partir de uma perspectiva multicultural. Educacao Brasileira: revista do CRUB, Brasilia, DF, v. 27, n. 54, p. 95-114, jan./jun. 2005. [ Links ]

CANEN, A. Multiculturalism and a research perspective in initial teacher education: possible dialogues. Policy Futures in Education, Oxford, UK, v. 5, p. 519-534, 2007. [ Links ]

CANEN, A. Novos olhares sobre a producao cientifica em educacao superior: contribuicoes do multiculturalismo. In: MACEDO, D.; FAVERO, M. L. A. (Org.). Universidade: politicas, avaliacao e trabalho docente. Sao Paulo: Cortez, 2004. [ Links ]

CANEN, A.; ANDRADE, L. T. Construcoes discursivas sobre pesquisa em educacao: o que dizem professores formadores universitarios, Educacao e Realidade, Porto Alegre, v. 30, n. 1, p. 49-65, 2005. [ Links ]

CANEN, A.; CANEN, A. G. Rompendo fronteiras curriculares: o multiculturalismo na educacao e outros campos de saber, Curriculo sem Fronteiras [S.l.], v. 5, n. 2, p. 40-49, 2005a. [ Links ]

CANEN, A.; MOREIRA, A. F. B. Enfases e omissoes no curriculo. Sao Paulo: Papirus, 2001. [ Links ]

CANEN, A.; OLIVEIRA, A. M. A. Multiculturalismo e curriculo em acao: um estudo de caso. Revista Brasileira de Educacao, Rio de Janeiro, n. 21, p. 61-74, 2002. [ Links ]

CANEN, A.; SANTOS, A. R. Construcao e reconstrucao multicultural de identidades docentes: pensando na formacao continuada de coordenadores pedagogicos. Revista Brasileira de Estudos Pedagogicos, Brasilia, DF, v. 87, p. 333-344, 2006. [ Links ]

CANEN, A.; XAVIER, G. P. M. Multiculturalismo, pesquisa e formacao de professores: o caso das diretrizes curriculares para a formacao docente. Ensaio: avaliacao e politicas públicas em educacao, Rio de Janeiro, v. 13, n. 48, p. 333-344, 2005. [ Links ]

CANEN, A. G.; CANEN, A. Organizacoes multiculturais. Rio de Janeiro: Ciencia Moderna, 2005b. [ Links ]

CANEN, A.; XAVIER, L. N. Multiculturalismo, memoria e historia da educacao brasileira: reflexoes a partir do olhar de uma educadora alema no Brasil Imperial. In: MIGNOT, A. C. V.; BASTOS, M. H. C.; CUNHA, M. T. S. (Org.). Refúgios do Eu. Florianopolis: Ed. Mulheres, 2000. [ Links ]

CHARLOT, B. A pesquisa educacional entre conhecimentos, politicas e praticas: especificidades e desafios de uma area do saber. Revista Brasileira de Educacao, Rio de Janeiro, v. 11, n. 31, p. 7-18, 2006. [ Links ]

DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. (Ed.). The discipline and practice of qualitative research. In: _____. (Ed.), Handbook of qualitative research. London: Sage, 2000. [ Links ]

FAVERO, M. L. A.; SEGENREICH, S. C. D. (Org.). Universidade, ciencia e tecnologia (1985-2000): algumas questoes. In: MACEDO, D.; FAVERO, M. L. A. (Org.). Universidade: politicas, avaliacao e trabalho docente. Sao Paulo: Cortez, 2004. [ Links ]

FONSECA, M. V. A arte de construir o invisivel: o negro na historiografia educacional brasileira. Revista Brasileira de Historia da Educacao, Curitiba, n. 13, p. 11-50, jan./abr. 2007. [ Links ]

LÜDKE, M.(Org.). O professor e a pesquisa. Sao Paulo: Papirus, 2001. [ Links ]


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Apoio:




Programa de Apoio às Publicacoes Cientificas (AED) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e tecnologico (CNPq), Ministerio da Educação (MEC), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ.
 

SCImago Journal & Country Rank