A alfabetização de criancas com seis anos: uma contribuicao para o debate sobre aquisicao de habilidades de leitura escrita e matematica no primeiro ano do ensino fundamental

Nilma Santos Fontanive, Ruben Klein, Mariza Abreu, Sônia Elizabeth Bier

Resumo


O Projeto Piloto de alfabetização foi desenvolvido com alunos da rede pública municipal e estadual do Rio Grande do Sul que ingressaram com seis anos, no ano de 2007, no ensino fundamental de nove anos. Com o objetivo de avaliar os niveis de habilidades de leitura, escrita e matematica, alcancados pelos alunos, foi delineado um experimento separando esses alunos em quatro grupos, sendo que tres deles participaram das atividades de aprendizagem conduzidas por tres Instituicoes convidadas, e o outro grupo, de controle, realizou atividades promovidas pelas proprias escolas. Os resultados sao apresentados em escalas de proficiencias em Leitura, Escrita e Matematica que expressam os desempenhos obtidos pelos alunos ao final do primeiro ano de escolaridade obrigatoria. O resultado principal foi que os 3 grupos de intervencao tiveram desempenho melhor em leitura e escrita do que o grupo de controle. Em matematica, nao houve diferencas. Foi construida uma medida de nivel socioeconômico das escolas dos diferentes grupos e constatou-se que nao ha diferencas nas distribuicoes dos niveis socioeconômicos dos 4 grupos.

Palavras-chave


Alfabetização; Avaliação de habilidades de leitura e escrita e matematica; Alfabetização de criancas de seis anos

Referências


BRASIL. Congresso. Câmara dos Deputados. Comissao de Educacao e Cultura. Grupo de Trabalho Alfabetizacao Infantil: os novos caminhos. In: SEMINARIO O PODER LEGISLATIVO E A ALFABETIZACAO INFANTIL: novos caminhos, 2003, Brasilia. Relatorio final... Brasilia, DF, 2003. [ Links ]

CRITERIO de Classificacao Econômica Brasil. Sao Paulo: ABEP, 2003. Disponivel em: . Acesso em: 11 nov. 2008. [ Links ]

FONTANIVE, N. S.; ELLIOT, L. G.; KLEIN, R. Os desafios da apresentacao dos resultados da avaliacao de sistemas escolares a diferentes públicos. Revista Electronica Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educacion, Madrid, v. 5, n. 2e, p. 262-273, 2007. Disponivel em: . Acesso em: 11 nov. 2008. [ Links ]

KLEIN, R. Como esta a educacao no Brasil? O que fazer? Ensaio: avaliacao e politicas públicas em educacao, Rio de Janeiro, v. 14, n. 51, p. 139-172, abr./jun. 2006. [ Links ]

KLEIN, R.; FONTANIVE, N. Avaliacao em larga escala. Em Aberto, Brasilia, DF, v. 15, n. 66, p. 29-34, 1995. [ Links ]

KRAMER, S. As criancas de 0 a 6 anos nas politicas educacionais no Brasil: educacao infantil e/e fundamental. Educacao e Sociedade, Campinas, SP, v. 27, n. 96, out. 2006. [ Links ]

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria da Educacao. Projeto Piloto para Alfabetizacao de Criancas com Seis Anos. Porto Alegre, 2008. Disponivel em: < http://www.educacao.rs.gov.br/pse/html/proj_piloto.jsp?ACAO=acao1>. Acesso em: 10 ago. 2008. [ Links ]

SANTOS, L. C. P.; VIEIRA, L. M. F. Agora seu filho entra mais cedo na escola: a crianca de seis anos no Ensino Fundamental de nove anos em Minas Gerais. Educacao e Sociedade, Campinas, SP, v. 27, n. 96, out. 2006. [ Links ]

SAO PAULO (Estado). SARESP 2005. Sao Paulo, 2004. Disponivel em: . Acesso em: 28 nov. 2008. [ Links ]

SOARES, J. F. Qualidade e eqüidade na educacao basica brasileira: a evidencia do SAEB-2001. Archivos Analiticos de Politicas Educativas, [Rio de Janeiro], v. 12, n. 38, p. 1-24, 2004. [ Links ]


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Apoio:




Programa de Apoio às Publicacoes Cientificas (AED) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e tecnologico (CNPq), Ministerio da Educação (MEC), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ.
 

SCImago Journal & Country Rank