Eficiencia e qualidade dos programas de pos-graduação das instituicoes federais de ensino superior usuarias do Programa de Fomento à Pos-Graduação (PROF)

Ney Paulo Moreira, Suely de Fatima Ramos Silveira, Marco Aurelio Marques Ferreira Ferreira, Nina Rosa da Silveira Cunha

Resumo


A Coordenação de Aperfeicoamento de Pessoal de Nivel Superior (CAPES) criou, em 1998, o Programa de Fomento à Pos-Graduação (PROF), com o objetivo de propiciar às instituicoes públicas de ensino maior autonomia na gestao de recursos financeiros destinados ao financiamento dos programas de pos-graduação, e consequente aumento da eficiencia e melhoria da qualidade dos cursos. Este estudo apresenta uma analise da eficiencia e da qualidade dos programas de pos-graduação das instituicoes de ensino financiadas pelo PROF no trienio 2001/2003. Para tanto, utilizaram-se testes de medias no intuito de comparar o desempenho dos programas financiados pelo PROF com o desempenho de outros programas. Concluiu-se que os programas de pos-graduação vinculados às instituicoes de ensino que recebem recursos do PROF apresentaram niveis superiores de qualidade em relação aos demais programas. E quando analisada a eficiencia dos programas de pos-graduação, observou-se que os programas financiados pelo PROF apresentaram maior eficiencia nos anos de 2001, 2002 e 2003, em relação aos programas financiados por outras modalidades de fomento.

Palavras-chave


Descentralização; Desempenho; Administração pública

Referências


BELLONI, I.; MAGALHAES, H.; SOUSA, L. C. Metodologia de avaliacao em politicas públicas. 3. ed. Sao Paulo: Cortez, 2003. [ Links ]

BELLONI, J. A. Uma metodologia de avaliacao da eficiencia produtiva de universidades federais brasileiras. 245 f. 2000. Tese (Doutorado em Engenharia de Producao) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianopolis, 2000. Disponivel em: . Acesso em: 23 ago. 2006. [ Links ]

CAPES. Avaliacao: cadernos de indicadores. Brasilia, DF, 2007. Disponivel em: . Acesso em: 8 mar. 2007. [ Links ]

______. Portaria nº. 10, de 27 de marco de 2002. Diario Oficial da Uniao, Brasilia, DF, n. 61, 1 abr. 2002a. Secao 1, p. 13. Disponivel em: . Acesso em: 8 nov. 2006. [ Links ]

______ . Portaria nº. 52, de 26 de setembro de 2002. Diario Oficial da Uniao, Brasilia, DF, n. 188, 27 set. 2002b. Secao 1, p. 25-26. Disponivel em: . Acesso em: 8 nov. 2006. [ Links ]

______ . Portaria nº. 64, de 18 de novembro de 2002. Portaria, Brasilia, DF, 2002c. Disponivel em: . Acesso em: 15 jul. 2010. [ Links ]

______. Relatorio de gestao 2001. Brasilia, DF, 2002d. Disponivel em: . Acesso em: 13 fev. 2007. [ Links ]

______. Relatorio de gestao 2002. Brasilia, DF, 2003. Disponivel em: . Acesso em: 13 fev. 2007. [ Links ]

GARRISON, R. H. Contabilidade gerencial. 9. ed. Traducao de Jose Luiz Paravato. Rio de Janeiro: LTC, 2001. [ Links ]

HERINGER, R. R. Estrategias de descentralizacao e politicas públicas. In: MUNIZ, J. N.; GOMES, E. C. (Ed.). Participacao social e gestao pública: as armadilhas da politica de descentralizacao. Belo Horizonte: Segrac Ed. e Grafica, 2002. [ Links ]

LAPA, J. S.; NEIVA, C. C. Avaliacao em educacao: comentarios sobre desempenho e qualidade. Ensaio: avaliacao e politicas públicas em educacao, Rio de Janeiro, v. 4, n. 12, p. 213-236, jul./set. 1996. [ Links ]

MARINHO, A.; FACANHA, L. O. Programas sociais: efetividade, eficiencia e eficacia como dimensoes operacionais da avaliacao. Rio de Janeiro: IPEA, 2001. (Texto para discussao, n. 787). Disponivel em: . Acesso em: 24 ago. 2006. [ Links ]

MELLO, J. C. et al. Uma analise da qualidade e da produtividade de programas de pos-graduacao em engenharia. Ensaio: avaliacao e politicas públicas em educacao. Rio de Janeiro, v. 11, n. 39, p.167-179, abr./jun. 2003. [ Links ]

OLIVEIRA, D. P. R. Sistemas, organizacao e metodos: uma abordagem gerencial. 13. ed. Sao Paulo: Atlas, 2002. [ Links ]

PEREZ JUNIOR, J. H.; PESTANA, A. O.; FRANCO, S. P. C. Controladoria de gestao: teoria e pratica. 2. ed. Sao Paulo: Atlas, 1997. [ Links ]

REVOREDO, W. C. et al. Relatorios de tribunais de contas sobre dimensoes deeficiencia, eficacia, efetividade e resultados em entidades da administracao pública: uma analise focada na percepcao de auditores de contas públicas. UnB Contabil, Brasilia, DF, v. 7, n. 2, p. 51-78, 2. sem. 2004. [ Links ]

TRIOLA, M. F. Introducao à estatistica. 9. ed. Traduzido por Vera Regina Lima de Farias e Flores. Rio de Janeiro: LTC, 2005. [ Links ]

VERGARA, S. Projetos e relatorios de pesquisa em administracao. 6. ed. Sao Paulo: Atlas, 2005. [ Links ]


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank