O que o PISA para Escolas revela sobre uma Rede de Ensino no Brasil? A experiência da Fundação Cesgranrio em 2019

Nilma Santos Fontanive, Ruben Klein, Suely da Silva Rodrigues, Alice Nabiça Moraes

Resumo


O PISA para Escolas, uma avaliação de alunos promovida pela OCDE, foi aplicada no Brasil em duas ocasiões distintas, 2017 e 2019. A edição de 2019 do PISA para Escolas foi administrada somente via computador a uma população de 11.484 alunos pertencentes a 229 escolas públicas e privadas. O PISA para Escolas avalia três áreas de conhecimento com itens de teste calcados nas matrizes de referência do PISA. Os resultados obtidos pelas escolas de cinco Redes de ensino, públicas e particulares, foram agregados em um conjunto de tabelas que possibilitaram a análise comparativa do desempenho dos alunos entre as Redes e com variáveis selecionadas no estudo. Como resultado, observou-se uma variabilidade de desempenho dos alunos das Redes, explicadas em grande parte por suas características socioeconômicas e culturais, práticas de ensino e clima disciplinar. Investigaram-se, também, três aspectos que vêm sendo tratados na literatura mais atual e, entre eles, a prática do bullying , o fenômeno da repetência e a importância das habilidades socioemocionais no contexto escolar.


Palavras-chave


PISA para Escolas; Avaliação de desempenho; Variáveis explicativas do desempenho

Referências


COLEMAN, J. S. et al. Equality of educational opportunity. Washington: Office of Education/US Department of Health, Education and Welfare, 1966.

FONTANIVE, N. S. A divulgação dos resultados das avaliações dos sistemas escolares: limitações e perspectivas. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 21, n. 78, p. 83-100, jan./mar. 2013. https://doi.org/10.1590/S0104-40362013005000005.

FUNDAÇÃO LEMMAN/FUNDAÇÃO CESGRANRIO/OCDE. Como o grupo de escolas no Brasil se compara internacionalmente: Pisa para escolas 2017. Síntese Geral do Projeto. 2020. Disponível em: https://fundacaolemann.org.br/noticias/pisa-para-escolas. Acesso em: 23 out. 2020.

GRAY, J.; WILCOX, B. Good school, bad school: evaluating performance and encouraging improvement. Buckingham: Open University Press, 1995.

HANUSHEK, E. A.; KAIN, J. F. On the value of equality of educational opportunity as a guide to public policy. In: MOSTELLER, F.; MOYNIHAN, D. P. (eds.). On equality of educational opportunity. New York: Vintage, 1972. p. 116-145.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA – INEP. Relatório Brasil no Pisa 2018: versão preliminar. Brasília, DF, 2019.

KLEIN, R. Como está a educação no Brasil? O que fazer? Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v.14, n. 51, p. 139-171, abr./jun. 2006. https://doi.org/10.1590/S0104-40362006000200002

KLEIN, R.; FONTANIVE, N. S. Avaliação em larga escala: uma proposta inovadora. Em Aberto, Brasília, DF, v. 15, n. 66, p. 28-32, abr./jun. 1995. https://doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.15i66.%25p

LEE, V. E. Using hierarchical linear modeling to study social contexts: the case of school effects. Educational Psychologist, [s. l.], v. 35, n. 2, p.125-141, 2000.

OCDE. Pisa 2018 assessment and analytical framework. Paris, 2019. Disponível em: https://www.oecd-ilibrary.org/education/pisa-2018-assessment-and-analytical-framework_b25efab8-en. Acesso em: 20 out. 2020. [ Links ]

OCDE. Reader’s guide to the school report: how your school compares internationally. Paris, 2020. Disponível em: http://www.oecd.org/pisa/pisa-for-schools/Pisa%20for%20Schools%20-%20Reader’s%20Guide.pdf. Acesso em: 20 out. 2020.

REIMERS, F. M.; CHUNG, C. K (orgs.). Ensinar e aprender no século XXI: metas, políticas educacionais e currículos de seis nações. São Paulo: Edições SM, 2016.

REYNOLDS, D.; TEDDLIE, C. Os processos da eficácia escolar. In: BROOKE, N.; SOARES, J. F. (orgs.). Pesquisa em eficácia escolar: origem e trajetórias. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008. p. 297-328.

SANTOS, D.; PRIMI, R. Desenvolvimento socioemocional e aprendizado escolar: uma proposta de mensuração para apoiar políticas públicas. São Paulo: Instituto Ayrton Senna, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362020002900001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.