Acesso, evasão e conclusão no Ensino Superior público: evidências para uma coorte de estudantes *

Rosileia Lucia Nierotka, Alicia Maria Catalano de Bonamino, Karina Carrasqueira Lopes

Resumo


O estudo que deu origem a esse artigo acompanhou a trajetória de uma coorte de estudantes de uma Instituição de Ensino Superior pública. Usando dados longitudinais da Universidade Federal da Fronteira Sul, correspondentes a 1.882 ingressantes em 2013, e de sua situação de matrícula 6 anos após o ingresso. O estudo investiga quais características dos estudantes e da Instituição estão associadas à evasão e à conclusão de curso. Em 2019/2, 11,2% dos ingressantes de 2013 permaneciam na Instituição, 27,4% haviam concluído e 54,6% tinham evadido. Verificou-se que: a) ser mulher; b) ingressante na faixa etária de até 20 anos; c) residente na zona rural; d) estudante de curso de bacharelado e, e) receber apoio social são fatores associados a menores chances de evasão e a maiores chances de conclusão do curso. E, ainda, que alguns resultados, como as maiores oportunidades de conclusão e de permanência para estudantes da zona rural, estão mais ligados à configuração específica da UFFS e a iniciativas positivas concretizadas no seu interior.

 

* O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (Capes) - Código de Financiamento 001


Palavras-chave


Ensino superior; Acesso, Evasão; Conclusão; UFFS

Referências


ADACHI, A. A. C. T. Evasão de estudantes de cursos de graduação da USP: ingressantes nos anos de 2002, 2003 e 2004. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

BAGGI, C. A.S.; LOPES, D. A. Evasão e avaliação institucional no ensino superior: uma discussão bibliográfica. Avaliação (Campinas), v. 16, n. 2, p. 355-374, jul. 2011. https://doi.org/10.1590/S1414-40772011000200007

BARBOSA, M. L. Democratização ou massificação do Ensino Superior no Brasil? Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, v. 24, n. 2, p. 240-253, maio/ago., 2019. https://doi.org/10.24220/2318-0870v24n2a4324

BRASIL. Lei n. 12.527 de 18 de novembro de 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5º , no inciso II do § 3º do art. 37 e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal; altera a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei nº 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 11 nov. 2011.

BRASIL. Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 30 ago. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de ensino superior públicas. Comissão Especial de Estudos sobre a Evasão nas Universidades Públicas Brasileiras. Brasília, DF: MEC, 1996.

COSTA, F. P. Acesso e permanência no ensino superior: uma análise para as universidades federais brasileiras. Dissertação (Mestrado profissional em Políticas Públicas) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Pernambuco, 2018.

COSTA, O. S.; GOUVEIA, L. B. Modelos de retenção de estudantes: abordagens e perspectivas. REAd. Revista Eletrônica de Administração, Porto Alegre, v. 24, n. 3, p. 155-182, set./dez, 2018. https://doi.org/10.1590/1413-2311.226.85489

FASSINA, A.L. Conciliação entre estudo e trabalho e sua influência na permanência de estudantes de graduação da UFFS. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal da Fronteira Sul, Chapecó, Santa Catarina, 2019.

FRITSCH, R.; JACOBUS, A. E; VITELLI, R. F. Diversificação, mercantilização e desempenho da educação superior brasileira. Avaliação (Campinas), v. 25, n. 1, p. 89-112, mar. 2020. https://doi.org/10.1590/S1414-40772020000100006

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA – INEP. Relatório do 2º Ciclo de Monitoramento das Metas do Plano Nacional de Educação – 2018. Brasília, DF, 2018.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA – INEP. Sinopse estatística da Educação Superior – 2000. Brasília, DF, 2001.

LI, D. L.; CHAGAS, A. L. S. Efeitos do SiSU sobre a migração e a evasão estudantil. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ESTUDOS REGIONAIS E URBANOS, 15., Anais[...]. São Paulo: ABER, 2017.

MENDES JUNIOR, A. A. F. Uma análise da progressão dos alunos cotistas sob a primeira ação afirmativa brasileira no ensino superior: o caso da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 22, n. 82, p. 31-56, 2014. https://doi.org/10.1590/S0104-40362014000100003

MUNIZAGA, F.; CIFUENTES, M. B.; BELTRÁN, A. Retención y abandono estudiantil en la educación superior universitaria en América Latina y el Caribe: una revisión sistemática. Education Policy Analysis Archives, [s. l.], v. 26, n. 1, maio 2018. https://doi.org/10.14507/epaa.26.3348

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO – OCDE. Repensando a garantia de qualidade para o ensino superior no Brasil. 2018. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/sinaes/relatorio-ocde . Acesso em: 28 maio 2020.

POWER, D. A.; XIE, Y. Statistical methods for categorical data analysis. London: Academic Press, 2000.

PRESTES, E. M. T.; FIALHO, M. G. D. Evasão na educação superior e gestão institucional: o caso da Universidade Federal da Paraíba. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 26, n. 100, p. 869-889, jul./set. 2018. https://doi.org/10.1590/S0104-40362018002601104

RECHE, D. A produção do espaço urbano de pequenas cidades no contexto regional de inserção da Universidade Federal da Fronteira Sul. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 2018.

SACCARO, A.; FRANÇA, M. T. A.; JACINTO, P. A. Fatores associados à evasão no ensino superior brasileiro: um estudo de análise de sobrevivência para os cursos das áreas de Ciência, Matemática e Computação e de Engenharia, Produção e Construção em instituições públicas e privadas. Estudos Econômicos (São Paulo), v. 49, n. 2, p. 337-373, abr./jun. 2019. https://doi.org/10.1590/0101-41614925amp

SALES JUNIOR, J. S. et al. Fatores associados à evasão e conclusão de cursos de graduação presenciais na UFES. Meta: Avaliação, Rio de Janeiro, v. 8, n. 24, p. 488-514, set./dez. 2016. https://doi.org/10.22347/2175-2753v8i24.1073

SANTOS JUNIOR, J. S.; REAL, G. C. M. Fator institucional para a evasão na Educação Superior. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, v. 6, p. 1-22, 2020. https://doi.org/10.20396/riesup.v6i0.8656028

SCHER, A.; OLIVEIRA, E. M. Acesso e permanência estudantil na Universidade Federal da Fronteira Sul-Campus Realeza/PR. Avaliação (Campinas), v. 25, n. 1, p. 5-26, jan./abr. 2020. https://doi.org/10.1590/S1414-40772020000100002

TINTO, V. Dropout from higher education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Educational Research, [s. l.], v. 45, n. 1, p. 89-125, Winter 1975. https://doi.org/10.3102/00346543045001089

TINTO, V. Research and practice of student retention: What next?. Journal of College Student Retention: Research, Theory & Practice, [s. l.], v. 8, n. 1, p. 1-19, May 2006. https://doi.org/10.2190/4YNU-4TMB-22DJ-AN4W

TREVISOL, J. V.; CORDEIRO, M. H.; HASS, M. (orgs.). Construindo agendas e definindo rumos: I Conferência de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFFS. Chapecó: UFFS, 2011.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS. Política de ingresso na graduação da UFFS. 2012b. Disponível em: http://historico.uffs.edu.br/images/Dircom/versao%20online.pdf . Acesso em: 5 jun. 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS. Resolução n. 006/2012 – CONSUNI/CGRAD. Aprova o modelo de implantação da reserva de vagas para a política de ingresso nos cursos de graduação da UFFS. Chapecó, 3 dez. 2012a.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS. Edital n. 311/UFFS/2012, 11 de dezembro de 2012c. Processo Seletivo de 2013.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS. Edital n. 309/UFFS/2013. Processo Seletivo UFFS Medicina/2013. 25 jul. 2013.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS. Relatório PROGRAD Graduação UFFS - 2013 - 2017. Pró-Reitoria de Graduação, Chapecó, Abr./Jun. 2018.

ZAGO, N.; PAIXÃO, L. P.; PEREIRA, T. I. Acesso e permanência no ensino superior: problematizando a evasão em uma nova universidade federal. Educação em Foco, Belo Horizonte, v. 19, n. 27, p. 145-169, 2016. https://doi.org/10.24934/eef.v19i27.1334




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362022003003107

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Apoio:




Programa de Apoio às Publicacoes Cientificas (AED) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e tecnologico (CNPq), Ministerio da Educação (MEC), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ.
 

SCImago Journal & Country Rank