Avaliação da aprendizagem em tempos de progressao continuada: o que mudou? Um estudo de teses e dissertacoes sobre o tema (2000-2010)

Marcia Aparecida Jacomini

Resumo


Neste artigo sao analisadas 22 teses e dissertacoes produzidas no periodo de 2000 a 2010 sobre avaliação escolar no regime de progressao continuada. E um trabalho de revisao de produção academica, com leitura completa dos textos e coleta das seguintes informações: referencia bibliografica, estrutura do trabalho, procedimentos metodologicos, objetivos, referencial teorico, conclusoes, qualidade do resumo e contribuicoes para o debate. Verificou-se que os trabalhos fizeram pouca referencia às pesquisas correlatas e quase nao trouxeram novas contribuicoes. Concluiu-se que futuros trabalhos sobre essa tematica devem avancar em aspectos pouco desenvolvidos nas pesquisas analisadas como o estabelecimento de relacoes entre os dados da pesquisa empirica e o contexto mais amplo da educação brasileira e o aprofundamento da analise e interpretação dos dados. Para isso, as pesquisas de revisao da produção academica podem trazer contribuicoes importantes.

Palavras-chave


Revisao de produção academica; Avaliação; Progressao continuada

Referências


ARELARO, L. R. G. A (ex)tensA£o do ensino bA¡sico no Brasil: um avesso de um direito democrA¡tico. Tese (Doutorado em EducaA§A£o) – Faculdade de EducaA§A£o, Universidade de SA£o Paulo, SA£o Paulo, 1988.

AZANHA, J. M. P. EducaA§A£o: alguns escritos. SA£o Paulo: Nacional, 1987.

AZEVEDO, J. C. de. Escola CidadA£: desafios, diA¡logos e travessias. PetrA³polis, RJ: Vozes, 2000.

BARRETO, E. S. de SA¡; MITRULIS, E. Os ciclos escolares: elementos de uma trajetA³ria. Cadernos de Pesquisa, Rio de Janeiro, n. 108, p. 27-48, nov. 1999.

BARRETO, E. S. de SA¡ et al. AvaliaA§A£o na educaA§A£o bA¡sica nos anos 90 segundo os periA³dicos acadAamicos. Cadernos de Pesquisa, Rio de Janeiro, n. 114, p. 49-88, novembro, 2001.

BARDIN, L. AnA¡lise de conteAºdo. 3. ed. Lisboa, Portugal: EdiA§Aµes 70, 2004.

BELO HORIZONTE (Minas Gerais). Secretaria Municipal de EducaA§A£o. Escola Plural: proposta polA­tico-pedagA³gica. BrasA­lia: MEC/SEF, 1994.

BRASIL. Lei n. 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa diretrizes e bases para o Ensino de 1º e 2º graus, e dA¡ outras providAancias. DiA¡rio Oficial da UniA£o, BrasA­lia, DF, 12 ago. 1971. DisponA­vel em: . Acesso em: 23 dez. 2012.

______. Lei n. 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da EducaA§A£o Nacional. DiA¡rio Oficial da UniA£o, BrasA­lia, DF, 23 dez. 1996. DisponA­vel em: < http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn1.pdf >. Acesso em: 23 dez. 2012.

CABRERA, R. C. DocAancia e desespero: avaliaA§A£o da aprendizagem na escola ciclada. BrasA­lia: Liber Livro Editora, 2006.

CAMPOS, A. Escola Ciclada: concepA§Aµes, trajetA³rias e experiAancias dos ciclos de formaA§A£o nas escolas cuiadanas. CuiabA¡: KCM, 2008.

CONTIERO, A. S. O regime de progressA£o continuada no Estado de SA£o Paulo: indicadores e perspectivas para novas pesquisas. 2009. DissertaA§A£o (Mestrado)–Programa de PA³s-GraduaA§A£o em EducaA§A£o, Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2009.

DAVIES, P. RevisAµes sistemA¡ticas e a Campbell Collaboration. In: THOMAS, G.; PRING, R. EducaA§A£o baseada em evidAancias: a utilizaA§A£o dos achados cientA­ficos para a qualificaA§A£o da prA¡tica pedagA³gica. Porto Alegre: Artmed, 2007.

ESTEBAN, M. T. O que sabe quem erra? reflexAµes sobre avaliaA§A£o e fracasso escolar. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

FREITAS, L. C de. Ciclos, seriaA§A£o e avaliaA§A£o: confronto de lA³gicas. SA£o Paulo: Moderna, 2003a.

______. (Org). QuestAµes de avaliaA§A£o educacional. Campinas, SP: Komedi, 2003b.

GOUGH, D. SA­ntese sistemA¡tica de pesquisa. In: THOMAS, G.; PRING, R. EducaA§A£o baseada em evidAancias: a utilizaA§A£o dos achados cientA­ficos para a qualificaA§A£o da prA¡tica pedagA³gica. Porto Alegre: Artmed, 2007.

JACOMINI, M. A. Uma dA©cada de organizaA§A£o do ensino em ciclos na rede municipal de SA£o Paulo: um olhar dos educadores. 2002. DissertaA§A£o (Mestrado)–Programa de PA³s-GraduaA§A£o em EducaA§A£o, Faculdade de EducaA§A£o, Universidade de SA£o Paulo, SA£o Paulo, 2002.

______. Educar sem reprovar. SA£o Paulo: Cortez, 2010.

KNOBLAUCH, A. Ciclos de aprendizagem e avaliaA§A£o de alunos: o que a prA¡tica escolar nos revela. Araraquara, SP: JM Editora, 2004.

LAœDKE, M; ANDRA‰, M. E. D. A. Pesquisa em educaA§A£o: abordagens qualitativas. SA£o Paulo: EPU, 1986.

LUCKESI, C. C. AvaliaA§A£o da aprendizagem escolar. SA£o Paulo: Cortez, 2000.

MAINARDES, J.; GOMES, A. C. AvaliaA§A£o da aprendizagem e escola em ciclos: uma revisA£o de literatura (2000-2006). In: FETZNER, A. R. (Org.). Ciclos em Revista - AvaliaA§A£o: desejos, vozes, diA¡logos e processos, Rio de Janeiro, 2008, v. 4, p. 233-250, 2008.

MAINARDES, J. A pesquisa sobre a organizaA§A£o da escolaridade em ciclos no Brasil (2000-2006): mapeamento e problematizaA§Aµes. Revista Brasileira de EducaA§A£o, [S.l.], v. 14, n. 40 jan./abr. 2009.

______ . OrganizaA§A£o da escolaridade em ciclos no Brasil: revisA£o da literatura e perspectivas para a pesquisa. EducaA§A£o e Pesquisa, SA£o Paulo, v. 32, n.1, p. 11-30, jan./abr. 2006.

______. A pesquisa sobre a polA­tica de ciclos no Brasil: panorama e desafios. Ciclos em revista, Rio de Janeiro, v. 1, p. 113-126. 2007a.

______. Reinterpretando os ciclos de aprendizagem. SA£o Paulo: Cortez, 2007b.

MANSANO FILHO, R.; OLIVEIRA, R. P. de; CAMARGO, R. B. de. TendAancias da matrA­cula no ensino fundamental regular no Brasil. In: OLIVEIRA, C. de, et al. MunicipalizaA§A£o do ensino no Brasil. Belo Horizonte: AutAantica, 1999.

MOREIRA, A. N. G. Melhores IDEB do CearA¡ 2005-2007: aprendizagem efetiva ou aprovaA§A£o automA¡tica? In: FREITAS, D. N. T. de; REAL, G. C. M. (Org.). PolA­ticas e monitoramento da qualidade do ensino fundamental: cenA¡rios municipais. Dourados, MS: Ed. UFGD, 2011.

PARO, V. H. ReprovaA§A£o Escolar: renAºncia A educaA§A£o. SA£o Paulo: XamA£, 2001.

PERRENOUD, P. AvaliaA§A£o: da excelAancia A regulaA§A£o das aprendizagens - entre duas lA³gicas. Porto Alegre: Artmed, 1999.

PORTO ALEGRE (Rio Grande do Sul). Secretaria Municipal de EducaA§A£o. Cadernos PedagA³gicos SMED Nº 9, Porto Alegre, [1996].

RAVITCH, D. The death and life of the great american school system: how testing and choice are undermining education. Basic Books: New York, 2010.

SAƒO PAULO. Secretaria Municipal de EducaA§A£o. Regimento comum das escolas municipais de SA£o Paulo. SA£o Paulo, 1992.

______. Conselho Estadual de EducaA§A£o. DeliberaA§A£o CEE n. 9/97. 1997. DisponA­vel em: . Acesso em: 24 dez. 2012.

______. Secretaria de Estado da EducaA§A£o. ResoluA§A£o SE n. 124, de 13 de novembro de 2001. DispAµe sobre a realizaA§A£o das provas de avaliaA§A£o dos Ciclos I e II do Ensino Fundamental, nas escolas da rede estadual de ensino, em 2001. DisponA­vel em: . Acesso em: 24 dez. 2012.

SOUSA, S. Z. L.; BARRETO, E. S. de S. Estado do conhecimento ciclos e progressA£o escolar (1990-2002). RelatA³rio final. Faculdade de EducaA§A£o, Universidade de SA£o Paulo, SA£o Paulo, 2004.

STAKE, R. E. Pesquisa qualitativa/naturalista: problemas epistemolA³gicos. EducaA§A£o e SeleA§A£o, Rio de Janeiro, n. 7, jan./jun., 1983.

STREMEL, S.; MAINARDES, J. Levantamento de teses e dissertaA§Aµes sobre progressA£o continuada – 2000 a 2010. 2011. DisponA­vel em: . Acesso em: 23 jan. 2014.

VIDAL, E. M.; VIEIRA, S. L. GestA£o Educacional e resultados no IDEB: um estudo de caso em dez municA­pios cearenses. In: FREITAS, D. N. T. de; REAL, G. C. M (Orgs). PolA­ticas e monitoramento da qualidade do ensino fundamental: cenA¡rios municipais. Dourados, MS: Ed. UFGD, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank