Ampliação da jornada escolar: configuracoes proprias para diferentes contextos – Brasil e Europa

Lúcia Velloso Mauricio

Resumo


O estudo investiga o argumento de que a escola de tempo integral e a que existe em todo mundo civilizado. Apresenta a configuração da jornada escolar em seis paises europeus, apoiada em artigos de Miguel Pereyra, mostrando sua evolução entre 1992 e 2005, e atualiza informações atraves de banco de dados. Destacam-se peculiaridades: nos paises europeus as atividades nao curriculares sao pagas, como tambem a refeicao, portanto a ampliação da jornada nao e acessivel a todos os alunos. As atividades nao sao oferecidas pela equipe escolar. O artigo conclui que nao temos tradicao associacionista como alguns paises europeus. Entretanto, a precariedade do nosso sistema de ensino e a nossa desigualdade socioeconômica favorecem a integração entre atividades curriculares e as da ampliação da jornada.

Palavras-chave


Ampliação da jornada escolar; Diversidade de jornada escolar; Integração de atividades

Referências


BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996: dispAµe sobre as diretrizes e bases da educaA§A£o nacional. DiA¡rio Oficial da UniA£o, BrasA­lia, DF, 23 dez. 1996.

______. Lei nº. 11.494, de 20 de junho de 2007. Regulamenta o Fundo de ManutenA§A£o e Desenvolvimento da EducaA§A£o BA¡sica e de ValorizaA§A£o dos Profissionais da EducaA§A£o – FUNDEB. DiA¡rio Oficial da UniA£o, BrasA­lia, DF, 22 jun. 2007.

CARIDE GA“MEZ, J. A. AvaliaA§A£o da jornada escolar em seA§A£o Aºnica na GalA­cia. Cuadernos de Pedagogia, Barcelona, n. 191, 1991.

______. A jornada escolar: o estado da questA£o. Cuadernos de Pedagogia, Barcelona, n. 221, jan. 1994.

CARIDE GA“MEZ, J. A; MORAN DE CASTRO. La jornada escolar en la vida cotidiana de la infancia. Cuadernos de PedagogA­a, Barcelona, n. 349, set. 2005.

ENGUITA, M. F. La Jornada Escolar. Barcelona, EspaA±a: Editorial Ariel, 2001.

EURIDYCE. ComisiA³n Europea. Resumen descriptivo de los sistemas educativos europeos. 2009.

¬FUNDAA‡AƒO ITAAš SOCIAL. TendAancias para EducaA§A£o Integral. SA£o Paulo: CENPEC, 2011.

MAURICIO, L. V. QuestAµes colocadas pela ampliaA§A£o da jornada escolar no Brasil. In: LIMONTA, S. V. EducaA§A£o integral e escola pAºblica de tempo integral. GoiA¢nia: Editora da PUC GoiA¡s, 2013. p. 19-37.

______. Escola pAºblica de horA¡rio integral e inclusA£o social. EspaA§o: Informativo tA©cnico-cientA­fico do INES, Rio de Janeiro, n. 27, p. 43-54, jan./jun. 2007.

MINISTA‰RIO DA EDUCAA‡AƒO. SECAD. EducaA§A£o Integral: EducaA§A£o Integrada e(m) Tempo Integral: concepA§Aµes e prA¡ticas na EducaA§A£o Brasileira, 2009. DisponA­vel em: . Acesso: 1 maio 2013.

______. SECAD. EducaA§A£o Integral: EducaA§A£o Integrada e(m) Tempo Integral: concepA§Aµes e prA¡ticas na EducaA§A£o Brasileira, 2010. DisponA­vel em: . Acesso em: 1 maio 2013.

MULLIS et al. Estudio Internacional de Progreso em ComprensiA³n Lectora: marcos teA³ricos y especificaciones de evaluaciA³n. 2. ed. [S.l]: IEA; INESCE, 2006. DisponA­vel em: . Acesso em: 1 maio 2013.

PEREYRA, A. M. La jornada escolar em Europa. Cuadernos de Pedagogia, Barcelona, n. 206, set., 1992a.

PEREYRA, A. M. EspaA±a: conclusiones para un debate. Cuadernos de Pedagogia, Barcelona, n. 206, set. 1992b.

______. En el comienzo de una nueva A©poca. Cuadernos de Pedagogia, Barcelona, n. 349, set. 2005.

RIBEIRO, D. O Livro dos CIEPS. Rio de Janeiro: Bloch Editores, 1986.

SACRISTAN, J. G. El valor del tiempo en educaciA³n. Madrid, EspaA±a: Editorial Morata, 2008.

TEIXEIRA, A. EducaA§A£o nA£o A© PrivilA©gio. 5 ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1994.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank