De quem é a responsabilidade?: uma análise de perspectivas para a Lei de Responsabilidade Educacional prevista no Plano Nacional de Educação

Danilo Trombetta Neves, Cristiano Amaral Garboggini Di Giorgi

Resumo


A promoção de um padrão mínimo de qualidade para a Educação Básica pública norteará a elaboração da legislação sobre responsabilidade educacional, contemplando o modo de organizar, estruturar e disciplinar a administração pública, voltada à obtenção da eficiência na prestação do serviço público. O Plano Nacional de Educação (PNE) não vincula seu financiamento ao atingimento de metas de desempenho, em virtude da própria fundamentalidade do direito à Educação, não permitindo retrocessos legislativos ou fático-orçamentários. Portanto, a possível Lei de Responsabilidade Educacional (LRE) deve ater-se, precipuamente, a articular elementos políticos, financeiros, administrativos, tecnológicos, organizacionais e pedagógicos para a promoção da Educação Básica pública com padrão mínimo de qualidade, afastando-se da ênfase punitiva como vetor de transformação.


Palavras-chave


Política Educacional; Lei de Responsabilidade Educacional; Plano Nacional de Educação

Referências


ALMEIDA, L. C.; DALBEN, A.; FREITAS, L. C. O IDEB: limites e ilusões de uma política educacional. Educação & Sociedade, Campinas, v. 34, n. 125, p. 1153-1174, out./dez. 2013. https://doi.org/10.1590/S0101-73302013000400008

BRASIL. Lei nº 7.347, de 24 de julho de 1985. Disciplina a ação civil pública de responsabilidade por danos causados ao meio-ambiente, ao consumidor, a bens e direitos de valor artístico, estético, histórico,turístico e paisagístico (VETADO) e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 jul. 1985.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2014.

BRASIL. Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000. Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 5 maio 2000.

BRASIL. Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 11 jan. 2002.

BRASIL. Lei 8.069, de 13 de julho de 1990. Brasília, DF, 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 16 jul. 1990.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei nº 5.519, de 7 de maio de 2013. Institui o Sistema Nacional de Educação. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=575890 Acesso em: 6 nov. 2014.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei nº 7.420, de 9 de agosto de 2006. Dispõe sobre a qualidade da Educação Básica e a responsabilidade dos gestores públicos na sua promoção. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=332457 Acesso em: 6 nov. 2014.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei nº 1.680, de 2 de agosto de 2007. Dispõe sobre a qualidade da Educação Básica e a responsabilidade dos gestores públicos na sua promoção. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=361093 Acesso em: 12 maio 2021.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei nº 413, de 15 de fevereiro de 2011a. Dispõe sobre a qualidade da Educação Básica e a responsabilidade dos gestores públicos na sua promoção. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=492039 Acesso em: 12 maio 2021.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei nº 450, de 16 de fevereiro de 2011b. Dispõe sobre a qualidade da Educação Básica e a responsabilidade dos gestores públicos na sua promoção. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=492235 Acesso em: 12 maio 2021.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei nº 8.039, de 21 de dezembro de 2010. Altera a Lei nº 7.347, de 24 de julho de 1985, para disciplinar a ação civil pública de responsabilidade educacional, e dá outras providências. Disponível em: http://www.camara.gov.br/proposicoesweb/fichadetramitacao?idproposicao=490172 Acesso em: 06 nov. 2014.

BRASIL. Senado Federal. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 1988.

CAPAVERDE, C. B.; LESSA, B. S.; LOPES, F. D. “Escola sem Partido” para quem? Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 27, n. 102, p. 204-222, mar. 2019. https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601369

CURY, C. R. J. Lei de responsabilidade educacional. Direito e Sociedade: Revista de Estudos Jurídicos e Interdisciplinares, Catanduva, v. 7, n. 1, p. 9-18, jan./dez. 2012. Disponível em: http://fundacaopadrealbino.org.br/facfipa/ner/pdf/ed07dirpsite.pdf#page=10 Acesso em: 13 set. 2018.

DI PIETRO, M. S. Z. Direito administrativo. 22. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

DINIZ, H. D. M.; FONTANIVE, N. S.; KLEIN, R. Indicadores de qualidade na educação básica. In: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MAGISTRADOS, PROMOTORES DE JUSTIÇA E DEFENSORES PÚBLICOS DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE. Todos pela Educação (org.). Justiça pela qualidade na Educação. São Paulo: Saraiva, 2013. p. 537-571.

FREITAS, L. C. Lei de responsabilidade educacional? ComCiência, Campinas, n. 132, 2011. Disponível em: http://comciencia.scielo.br/scielo.php?script-sci_arttext&pid=S1519-76542011000800009&lng=en&nrm=iso Acesso em: 9 out. 2013.

GOMES, C. A. Fundamentos de uma lei de responsabilidade educacional. Brasília, DF: Unesco, 2008. (Série Debates, v. 10).

LEITE, Y. U. F.; DI GIORGI, C. A. G. Qualidade na e da escola pública. Campo Grande: UCDB, 1995. (Série Estudos).

OLIVEIRA, R. P.; ARAÚJO, G. C. Qualidade do ensino: uma nova dimensão da luta pelo direito à Educação. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 28, p. 5-23, jan./abr. 2005. https://doi.org/10.1590/S1413-24782005000100002

PARO, V. H. Gestão escolar, democracia e qualidade do ensino. São Paulo: Ática, 2007.

SANTOS, T. R.; CERVI, G. M. D. Quixote contra os moinhos: um ensaio sobre o Movimento Escola Sem Partido. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 27, n. 105, p. 712-731, dez. 2019. https://doi.org/10.1590/s0104-40362019002701549

XIMENES, S. B. Responsabilidade educacional: concepções diferentes e riscos iminentes ao direito à Educação. Educação & Sociedade, Campinas, v. 33, n. 119, p. 353-377, 2012. https://doi.org/10.1590/S0101-73302012000200003




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362021002902469

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Apoio:




Programa de Apoio às Publicacoes Cientificas (AED) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e tecnologico (CNPq), Ministerio da Educação (MEC), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ.
 

SCImago Journal & Country Rank