Avaliação institucional de uma universidade federal: proposta de um modelo multicritério construtivista de apoio à gestão

Anita Ortega Asato, Luiz Miguel Renda dos Santos, Edicreia Andrade dos Santos, Carla Busato Zandavalli

Resumo


Este artigo teve por objetivo propor um modelo de gestão baseado em dois importantes instrumentos de gestão universitária, sendo a avaliação institucional e o plano de desenvolvimento institucional (PDI) subsidiados por aspectos orçamentários de uma universidade federal localizada na região Centro-Oeste brasileira. Para a sua realização, adotou-se como procedimentos metodológicos um levantamento documental, com abordagem mista e a aplicação do modelo multicritério de apoio à decisão construtivista (MCDA-C). O modelo de gestão foi construído a partir de 21 indicadores, e com uma escala avaliativa com pontuação. Concluiu-se que o modelo pode ser mais uma ferramenta de gestão para a instituição caso a gestão superior opte em implantá-lo.


Texto completo:

PDF

Referências


BELLONI, I. A educação superior na nova LDB. In: BRZEZINSKI, I. (org.). LDB interpretada: diversos olhares se entrecruzam. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2003.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil. [Diário Oficial da República Federativa do Brasil], Brasília, DF, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 20 dez. 2020.

BRASIL. Decreto n° 9.235, de 15 de dezembro de 2017. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação das instituições de educação superior e dos cursos superiores de graduação e de pós-graduação no sistema federal de ensino. Diário Oficial da União, Brasília, DF, dez. 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Decreto/D9235.htm. Acesso em: 20 dez. 2018.

BRASIL. Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, abr. 2004a. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/lei/l10.861.htm. Acesso em: 20 dez. 2018.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 20 dez. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 930, de 18 de março de 2005. Diário Oficial da União, Brasília, DF, mar. 2005. Disponível em: https://www.semesp.org.br/legislacao/migrado1878/. Acesso em: 10 de set. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 2.051, de 9 de julho de 2004. Regulamenta os procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), instituído na Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004. Diário Oficial da União, Brasília, DF, jul. 2004b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/PORTARIA_2051.pdf. Acesso em: 10 de set. 2018.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de pesquisa em administração. Porto Alegre: Bookman, 2003.

COSTA, C. A. B. e; ENSSLIN, L.; CORREA, E. C.; VANSNICK, J. C. Decision support systems in action: integrated application in a multicriteria decision aid process. European Journal of Operational Research, Amsterdam, v. 113, n. 2, p. 315-335, 1999.

COSTA, C. A. B. e; SILVA, F. N. da. Concepção de uma “Boa” alternativa de ligação ferroviária ao porto de Lisboa: uma aplicação da metodologia multicritério de apoio à decisão e à negociação. Investigação Operacional, Lisboa, v. 14, n. 2, p. 115-131, 1994.

COSTA, C. A. B. e; STEWART, T. J.; VANSNICK, J. C. Multicriteria decision analysis: some troughs based on the tutorial and discussion sessions of the ESIGMA meetings. European Journal of Operational Research, Amsterdam, v. 99, n. 1, p. 28-37, 1997.

COSTA, C. A. B. e; STEWART, T. J., VANSNICK, J. C. Multicriteria decision analysis: some toughts based on the tutorial and discussion sessions of the ESIGMA meetings. In: EUROPEAN CONFERENCE ON OPERATIONAL RESEARCH, 14., 1995, Jerusalém. Proceedings [...]. Jerusalém: Hebrew University of Jerusalem, 1995. p. 261-272.

ENSSLIN, L.; DUTRA, A.; ENSSLIN, S. R. MCDA: a constructivist approach to the management of human resources at a governmental agency. International transactions in operational Research, Oxford, v. 7, n. 1, p. 79-100. 2000.

ENSSLIN, L.; MONTIBELLER NETO, G.; NORONHA, S. M. Apoio à decisão: metodologias para estruturação de problemas e avaliação multicritério de alternativas. Florianópolis: Insular, 2001.

ENSSLIN, L.; GIFFHORN, E.; ENSSLIN, S. R.; PETRI, S. M.; VIANNA, W. B. Avaliação do desempenho de empresas terceirizadas com o uso da metodologia multicritério de apoio à decisão-construtivista. Pesquisa Operacional, Rio de Janeiro, v. 30, n. 1, p. 125-152, 2010.

ENSSLIN, L.; ENSSLIN, S. R.; ROCHA, S.; MARAFONDM, A. D.; MEDAGLIA, T. A. Modelo multicritério de apoio à decisão construtivista no processo de avaliação de fornecedores. Produção, São Paulo, v. 23, n. 2, p. 402-421, 2013.

ENSSLIN, S. R.; CARVALHO, F. N. de; GALLON, A. V.; ENSSLIN, L. Uma metodologia multicritério (MCDA-C) para apoiar o gerenciamento do capital intelectual organizacional. Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 9, n. 7, p. 136-163, 2008.

ENSSLIN, S. R.; LIMA, M. V. A. Apoio à tomada de decisão estratégica: uma proposta metodológica construtivista: estratégias formulação, implementação e avaliação: o desafio das organizações contemporâneas. São Paulo: Saraiva, 2008.

FRANCISCO, T. H. A.; RAMOS, A. M.; OTANI, N.; HELOU, A. R. H. A.; MICHELS, E. O impacto da estrutura legal do PDI no processo de planejamento estratégico de instituições do sistema AMPESC. Revista GUAL., Florianópolis, Edição especial, p. 133-162, 2011.

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL. Plano de desenvolvimento institucional 2015-2019: realinhamento aprovado pela Resolução COUN nº 71, de 12 de setembro de 2017. Campo Grande, MS: [UFMS], 2017. Disponível em: https://proplan.ufms.br/files/2017/09/PDI-realinhado-2017.pdf. Acesso em: 10 de set. 2018.

GIFFHORN, E. Construção de um modelo de avaliação do desempenho de empresas terceirizadas com a utilização da metodologia MCDA-C: um estudo de caso. Orientador: Leonardo Enssiln. 2007. 257 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2007.

INEP. Documento orientador de avaliação institucional na modalidade de educação presencial. Brasília, DF: Inep, 2016a.

INEP. Sinopse estatística da educação superior 2016b. In: INEP. Sinopse estatística. Brasília, DF, 2016b. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse. Acesso em: 10 de set. 2018.

KOBUS, M. Avaliação da gestão do planejamento da Universidade Federal de Santa Catarina, utilizando a metodologia multicritérios de apoio à decisão-MCDA. Orientador: Alexandre Marino Costa. 2012. 197 f. Dissertação (Mestrado em Administração Universitária) – Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

LONGARAY, A. A.; ENSSLIN, L. Uso da MCDA na identificação e mensuração da performance dos critérios para a certificação dos hospitais de ensino no âmbito do SUS. Produção, São Paulo, v. 24, n. 1, p. 41-56, 2014.

MONTIBELLER, G.; BELTON, V.; ACKERMANN, F.; ENSSLIN, L. Reasoning maps for decision aid: an integrated approach for problem-structuring and multi-criteria evaluation. Journal of the Operational Research Society, Oxford, v. 59, n. 5, p. 575-589, 2008.

QUIRINO, M. G. Incorporação das relações de subordinação na matriz de ordenação-Roberts em MCDA quando os axiomas de assimetria e transitividade negativa são violados. Orientador: Leonardo Ensslin. 2002. 210 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2002.

ROBERTS, S. F. Three representation problems: ordinal, extensive, and difference measurement. In: ROTA, G. R. (ed.) Encyclopedia of mathematics and its aplications: measurement theory: volume 7. Cambrigde: Cambrigde University Press, 1979. p. 101-147.

ROESCH, S. M. Projeto de estágio e de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas, 2005.

ROSÁRIO, A. T. do. Construção de um modelo de avalição de desempenho da gestão de resíduos industriais utilizando a metodologia MCDA-C: aplicação em uma indústria metalúrgica. Orientadora: Vera Lucia Duarte do Valle Pereira. 2016. 173 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.

ROY, B. Decision science or decision-aid science? European Journal of Operational Research, Amsterdam, v. 66, n. 2, p. 184-203, 1993.

SANCHEZ-LOPEZ, R.; COSTA, C. A. B. e; BAETS, B. de. The MACBETH approach for multi-criteria evaluation of development projects on cross-cutting issues. Annals of Operations Research, Amsterdam, v. 199, n. 1, p. 393-408, 2012.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v12i36.2591



Direitos autorais 2020 Fundacao Cesgranrio

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Principios Norteadores para o Avaliador

Guiding Principles for Evaluators American Evaluation Association (AEA)

Com o proposito de guiar o trabalho dos profissionais de avaliacao e assegurar a etica de sua atuacao, a American Evaluation Association (AEA) - Associacao Profissional de Avaliadores - estabeleceu cinco principios norteadores aqui resumidos:

1.  Indagacao Sistematica, no que se refere à capacidade de coletar dados utilizando tecnicas apropriadas e comunicando metodos e abordagens com a devida transparencia para permitir acesso e critica.

2.  Competencia, no que se refere a demonstrar atuacao competente perante os envolvidos no processo avaliativo e desenvolver continuamente sua capacidade para alcancar o mais alto nivel de desempenho possivel.

3.  Integridade/Honestidade, no que se refere a assegurar honestidade e integridade ao longo de todo o processo avaliativo, negociando com os envolvidos e interessados na avaliacao e buscando esclarecer e orientar procedimentos que venham provocar distorcoes ou indevidas utilizacoes.

4.  Respeito pelas pessoas, no que se refere ao respeito pela seguranca, dignidade e auto-valorizacao dos envolvidos no processo avaliativo, atuando sempre com etica profissional, evitando riscos e prejuizos que possam afetar os participantes para assegurar, o melhor possivel, o respeito às diferencas e o direito social de retorno dos resultados, aos envolvidos.

5.  Responsabilidade pelo bem estar geral e público, no que se refere a levar em consideracao a diversidade de interesses e valores que possam estar relacionados ao público em geral,buscando responder nao somente às expectativas mais imediatas, mas tambem às implicacoes e repercussoes mais amplas e, nesse sentido, disseminar a informacao sempre que necessario.

Indexado em:

  1. Diadorim - Diretório de políticas editoriais das revistas científicas brasileiras

  2. DOAJ - Directory of Open Access Journals

  3. EBSCO - Information Services

  4. Edubase

  5. Google Scholar

  6. Latindex -  Sistema regional de informacion en linea para revistas cientificas de America Latina, el Caribe, España y Portugal

  7. LivRe! - Portal do CNEN-Comissao Nacional de Energia Nuclear, do Ministerio de Ciencia, Tecnologia e Inovacao

  8. OEI - Organizacion de Estados Iberoamericanos (Madri, Espanha, CREDI)

  9. RCAAP - Repositorio Cientifico de Acesso Aberto de Portugal

  10. REDIB - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico

  11. Scopus - A maior base de dados de abstracts e citacao de literatura revisada por pares:periodicos cientificos, livros e anais

 

Scimago

SJR : Scientific Journal Rankings

SCImago Journal & Country Rank
  
  

Meta: Aval., Rio de Janeiro, ISSN 2175-2753.