Edições anteriores

2018

v. 10, n. 29 (2018): Revista Meta: Avaliacao Maio/Ago.

O volume 10 da Revista Meta: Avaliacao, em seu número 29, e composto pelo relato de estudos, pesquisas e reflexoes sobre avaliacao ou na area da avaliacao. Foram varias as preocupacoes de seus autores, traduzidas por questoes iniciais, que nortearao a leitura dos interessados.

Os tres primeiros artigos circulam na area de avaliacao escolar. Os tres seguintes se situam na esfera do ensino superior, enquanto os dois posteriores o fazem em relacao à pos-graduacao e à avaliacao da Capes. Os dois últimos tratam da gestao pública e empresarial, respectivamente.

Quais as especificidades do trabalho realizado pela melhor escola pública municipal do Estado do Ceara e que respondem por um dos melhores Indices de Desenvolvimento da Educacao Basica obtidos em 2015, via avaliacao nacional externa? Situada entre as cinco melhores escolas do pais, o estudo revela que tanto o curriculo praticado na escola como o ensino possuem aderencia aos resultados das avaliacoes externas. No entanto, a aprendizagem dos alunos aglutina outros fatores que se encontram associados aos resultados obtidos. Para saber mais, o leitor deve consultar o estudo de Silva e Brasil.

Quais as associacoes entre alunos considerados em risco por seu nivel de compreensao na leitura e fatores relacionados às suas familias e contextos de vida? Do estudo de Vaz e Martins, participaram 82 alunos portugueses e os resultados revelam quais os fatores de risco mais destacados e que podem servir de indicadores para acoes de aperfeicoamento das praticas voltadas para a melhoria da aprendizagem dos alunos.

Qual o contexto atual e complexo no qual a avaliacao da aprendizagem escolar se situa? O estudo de Pinho, Vidal e Silva, parte de uma questao norteadora que busca respostas na perspectiva epistemologica da complexidade, ao considerar as dimensoes multifacetadas existentes em cada ser singular e em seu relacionamento com os outros.

O que se “ensina” no Ensino Superior? Este e o titulo do artigo de Dias et al., ao se voltar para a avaliacao de conhecimentos, competencias, valores e atitudes em instituicoes de ensino superior nas areas de Engenharia Civil, Engenharia Eletrotecnica e Engenharia Mecânica, conforme consta dos perfis de competencias tracados para esses cursos, no pais. A relacao entre o desenvolvimento cognitivo dos discentes e o desenvolvimento emocional e atitudinal faz parte dos resultados do estudo.

Como atender à necessidade de se ter e aplicar um instrumento de avaliacao de qualidade para aulas praticas laboratoriais da area da saúde? O processo de construcao e validacao deste instrumento e apresentado por Bastos, Boller e Prado e tem como foco ser “um instrumento de construcao do aprendizado, envolvendo as competencias profissionais” dos estudantes, ao mesmo tempo em que, para os docentes, torna-se o “instrumento de registro [...] do conhecimento, habilidades e atitudes dos estudantes, realizacao de feedbacks e acompanhamento dos fatores de aulas praticas laboratoriais.”

Qual a relacao entre o desempenho academico com as caracteristicas que podem ser observadas e as experiencias estudantis dos discentes de uma Graduacao em Contabilidade? O estudo de Meurer et al. verifica essa relacao em uma instituicao de ensino superior pública no Sul do Brasil, aplicando a tecnica de regressao múltipla aos dados coletados. Os resultados indicam possibilidades de aperfeicoamento das praticas de ensino voltadas para o desempenho academico.

Quem avalia o sistema de controle academico de uma universidade para os Programas de Pos-Graduacao? Na Universidade de Santa Catarina, o estudo de Machado, Jacobsen e Risssi procedeu a essa finalidade, em busca de aspectos positivos e dos que carecem de aperfeicoamento, apos caracterizar as funcionalidades do sistema de controle academico existente.

Quais os dados que permitem conhecer a última Avaliacao Quadrienal da Capes dos Programas da area Interdisciplinar em Engenharia, Tecnologia e Gestao? Quais os criterios aplicados na avaliacao desses Programas? Este foi o foco do estudo de Gualhano, Salles e Hora, utilizando as tecnicas de mineracao de dados que permitiram conhecer os criterios de maior relevância, e de maior impacto na avaliacao.

Quais os melhores e piores portais de gestao pública municipal no Brasil? Ao avaliar a transparencia da gestao pública em portais de 304 municipios brasileiros, o estudo de Cardoso et al. encontra e divulga os tres portais de melhor e os tres de pior desempenho. Alem disso, o estudo indica os fatores relacionados à funcionalidade dos portais que podem colaborar na melhoria da transparencia, beneficiando a sociedade.

Quais seriam as condicoes impulsionadoras ou nao associadas à gestao de custos relativos à organizacao de empresas de servicos e seu relacionamento com clientes? Inserida no tema gestao de custos interorganizacionais, o estudo de Horn, Bonfatti e Raupp avaliou as circunstâncias favoraveis ou inibidoras dessa pratica gestora, dentro de uma empresa de servicos na area de arquitetura. A identificacao de fatores condicionantes revela aspectos levantados pela literatura consultada.

v. 10, n. 28 (2018): Revista Meta: Avaliacao Jan./Abr.

Os artigos divulgados pelo número 28 da Revista Meta: Avaliacao percorrem varias areas do conhecimento como prerrogativa da propria avaliacao. A educacao e contemplada no nivel medio e superior, no campo da aprendizagem, em diferentes materias curriculares, no estudo da eficiencia de politicas públicas. A estatistica se faz presente pelo emprego de tecnicas e analises que servem de referencia a outros estudos. A area da saúde e abordada em experiencias especificas, em varios municipios. O relato de experiencia de professores e mestrandos em avaliacao mostram possibilidades de exploracao de artigos na area da avaliacao.

Mendes, Nascimento e Costa-Lobo buscaram os efeitos de um Programa de Apoio Curricular entre Pares que contemplou a auto eficacia, a atividade e o rendimento escolar de alunos de Portugues e Matematica, do 3º ano do Ensino Basico em Portugal. Os resultados trazem interessantes desdobramentos do estudo. 

Com a preocupacao de conhecer como a avaliacao e conceptualmente compreendida por professores de Biologia, Oliveira, Valle e Avelar afirmam que e necessario explorar as concepcoes de avaliacao dos professores de modo que as praticas considerem os alunos em sua individualidade. 

O artigo de Caporal, Prado, Bini e Boller, de uma instituicao de ensino superior do oeste do Parana, traz importantes elementos da avaliacao de questoes dissertativas aplicadas a academicos de medicina. Com a utilizacao de rubricas, o processo de correcao das questoes revelou-se mais preciso e com maior transparencia, atributos indispensaveis na avaliacao. 

Na esfera da gestao universitaria, as Comissoes Proprias de Avaliacao desempenham importante papel na avaliacao das instituicoes de ensino superior no pais. As conclusoes dos autores, Costa, El Hajj e Araújo, sinalizam que as Comissoes das instituicoes incluidas no estudo sao consistentes com as normas do Ministerio da Educacao e cumprem o que a legislacao recomenda sobre a auto avaliacao das universidades.

Um estudo comparativo sobre a eficiencia de politicas públicas para financiar a educacao superior no Brasil, Canada e China foi desenvolvido por Costa e Barbosa, focalizando um periodo de 10 anos. Os autores analisaram 15 politicas públicas utilizando um indice composto de crescimento anual que considera tanto o investimento feito como o número de estudantes atendidos. Os resultados trazem exemplos de politicas possiveis de serem replicadas. 

Cordeiro, Melo e Fernandes, ao analisarem a utilizacao da tecnica estatistica ANOVA em artigos publicados de 2002 e 2016, encontraram, em 40% dos artigos, descricoes da tecnica sem o detalhamento apresentado pelos demais. A falta de detalhamento impossibilita a replicacao das analises, advertem os autores.

Metello Filho e Chaves avaliaram a acessibilidade aos servicos de saúde bucal das equipes de Saúde da Familia na zona urbana do municipio de Jauru, em Mato Grosso, a partir das concepcoes de acessibilidade organizacional e geografica. Os resultados indicaram que a organizacao dos processos de trabalho das equipes precisava ser melhorada, assim como a politica visando ao adequado atendimento dos usuarios.

Tambem na area da saúde, Medeiros e Marcolino analisaram a eficiencia dos municipios do Rio de Janeiro de forma a indicar os recursos que precisam ser incrementados. Para medir a eficiencia, os autores fizeram uso da Analise Envoltoria de Dados e para tratar dos recursos, utilizaram regressao logistica. 

Um curso de formacao profissional, a distância, de Prevencao dos Problemas Relacionados ao Uso de Drogas – Capacitacao para Conselheiros e Liderancas Comunitarias, ja em sua 6a edicao, passou por um processo de auto avaliacao, descrito por Durli, Archer, Gomes e Cruz. Os autores, ao revelarem o que chamaram de percurso teorico-metodologico do processo de auto avaliacao, esperam que outros cursos possam por ele ser orientados. 

A experiencia desenvolvida no Mestrado Profissional em Avaliacao, da Faculdade Cesgranrio, por discentes e docentes na disciplina Pratica de Avaliacao, teve origem no projeto de pesquisa O estado da Arte da Avaliacao. Reuniu, assim, atividades de investigacao e de avaliacao que deram origem a um trabalho colaborativo e de autoria compartilhada.


2017

v. 9, n. 27 (2017): Revista Meta: Avaliacao Set./Dez.

O número de dezembro de 2017 da revista Meta: Avaliacao contem interessantes artigos sobre a area da educacao no nivel de pos-graduacao e de ensino medio, e ainda as areas social, da saúde e da Psicologia. Mantem, assim, uma caracteristica diversificada de temas que se valem da avaliacao e reveste a publicacao com a interdisciplinaridade que marca a avaliacao.

Tomando por base a recomendacao da CAPES em relacao à composicao do corpo docente de programas de pos-graduacao de natureza interdisciplinar, Viggiani, Calabro e Souza analisam programas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na area de Ensino, e revelam as diferencas encontradas, por meio da producao de orientadores que atuam em mais de um programa.

Ao considerar a avaliacao da producao academica em cursos de pos-graduacao como um dos criterios importantes para o desenvolvimento de politicas de fomento pelo Ministerio da Educacao, Reis, Constant e Soares de Mello, da Universidade Federal Fluminense, aplicam modelo DEA e indice h, especificos para efetivar o estudo, propondo uma nova metodologia para esta avaliacao.

Passando ao nivel de pos-graduacao lato sensu em instituicao de ensino superior em Santa Catarina, Gambirage, Bohn, Hein, Silva e Domingues buscaram identificar quais os elementos que se associam à satisfacao de estudantes dos cursos oferecidos, e que podem sinalizar, aos gestores, aprovacao ou mudancas.

No nivel medio de ensino, Feldhues abordou a literacia historica como criterio para orientar o ensino da materia Historia e, por conseguinte, ser possivelmente integrado às questoes formuladas para o ENEM, que avaliariam o possivel desenvolvimento da consciencia historica dos participantes.

Da Zambezia, Africa, o proximo artigo, de Deixa, Diniz, Chicote e Finiasse procura avaliar as concepcoes de professores secundarios sobre as Avaliacoes Provinciais de Matematica, circulando em diferentes contextos de ensino e regioes daquele pais.

Na area de projetos sociais, Monteiro, Silva e Elliot aplicaram diretrizes voltadas a America Latina e Caribe para meta-avaliar um projeto desenvolvido em Portugal. Alem de indicarem o merito e impacto do projeto, ficou evidente a aplicabilidade, em contexto europeu, das diretrizes dirigidas a paises latino americanos e caribenhos.

Na area da saúde, Silva utiliza dados da Pesquisa Nacional de Saúde, de 2013, voltando-se para avaliar fatores que afetaram a demanda e o acesso à saúde, por parte da populacao, tema relevante e sempre em pauta por tratar de politica pública na referida area.

Hartmann Junior e Medeiros, na area da Psicologia Positiva, trazem como colaboracao escalas utilizadas para a avaliacao da resiliencia, uma necessidade para obter-se resultados confiaveis que e atendida por bons instrumentos avaliativos.

 

v. 9, n. 26 (2017): Revista Meta: Avaliacao Maio/Ago.

O que abrange o número 26 da Revista Meta: Avaliacao, ao compor mais um setor do mosaico da avaliacao? Uma serie de interessantes artigos e relatos de estudos incorporam essa parte do mosaico.

Nas areas da educacao e avaliacao, os tres primeiros artigos abordam desde a avaliacao do rendimento academico de discentes do ensino superior em Contabilidade de Custos e Controladoria, passando pela avaliacao dos docentes em relacao à Gestao por Competencias, e chegando à avaliacao institucional na Educacao a distância.

Rocha Neto e Leal, apoiados na Teoria da Assimilacao, de Ausubel, aplicaram testes estatisticos a uma amostra de alunos cursando Ciencias Contabeis, buscando diferencas significativas no rendimento academico em quatro disciplinas do curso. Os resultados permitem afirmar que “os conceitos generalistas sao resultados de assimilacoes de experiencias de cada individuo, o que pode interferir no processo de ancoragem de novos aprendizados.”

Gallon, Taufer, Just, Batistella e Ruas realizaram estudo que mostra a preocupacao com a melhoria do desempenho de docentes, de modo a atender a requisitos da avaliacao, por parte de orgaos oficiais. Trata-se da implantacao da gestao por competencias em uma instituicao de ensino superior particular que, na opiniao dos participantes, embora com algumas ressalvas, colaborou tanto para qualificar praticas de gestao de pessoas, quanto para melhorar os resultados obtidos pela instituicao.

Ao focalizar a avaliacao institucional na Educacao a distância em uma Universidade Federal, Carvalho pretendeu contribuir com um processo automatizado que agilizasse o processo de tabulacao e avaliacao dos dados para a tomada de decisoes. Os resultados obtidos foram positivos em relacao à solucao de problemas que emergiram no processo de avaliacao institucional.

Ainda em educacao, mas numa visao macro da avaliacao, ha dois artigos. Um aborda a relacao entre investimento financeiro e indicadores educacionais no Brasil, integrando a area econômica à da educacao. Simielli e Zoghbi se utilizaram de cinco variaveis de resultado, entre elas proficiencia em matematica e leitura, taxa de reprovacao e abandono, e Ideb, alem de duas de interesse - gasto por aluno e receita per capita. Os resultados mostram onde os indicadores apresentaram impacto estatisticamente significativo.

O outro estudo, de Rubio, sobre a avaliacao externa para certificacao no sistema educacional espanhol, suscita uma discussao sobre as (des)vantagens da avaliacao, que nao chega a melhorar a qualidade do sistema educacional. Por se referir a um sistema europeu, merece leitura cuidadosa e, possivelmente, comparativa com o brasileiro.

Ao analisar artigos provenientes da base de dados e-Aval, disponivel no site do Mestrado Profissional em Avaliacao da Cesgranrio, Vilarinho, Leite, Ribeiro e Pimentel focalizam o uso do portfolio como componente das praticas avaliativas docentes, passivel de trazer reflexao, aprendizagem mais autônoma e acoes inovadoras no processo de ensino e aprendizagem.

Nos dois últimos artigos, a avaliacao se integra a areas diferentes: a de desportos e a legislativa. No artigo de Reis, Torres e Soares de Mello, a avaliacao visita os Jogos Olimpicos de 2016 e desta feita, a area dos desportos se reúne à estatistica no calculo de conceito especifico identificador das chamadas Potencias Olimpicas. Por sua simplicidade, o conceito utilizado pode ser rapidamente entendido e facilmente calculado.

A avaliacao alcanca tambem as Assembleias Legislativas Brasileiras para trazer ao leitor uma avaliacao dos portais eletrônicos que devem, alem de possibilitar o acesso à uma informacao clara e precisa, colocar a capacidade de transparencia fiscal à disposicao do cidadao. Este e um assunto atual, de amplo interesse da populacao.

v. 9, n. 25 (2017): Revista Meta: Avaliacao Jan./Abr.

Em abril de 2017, a revista Meta: Avaliacao contempla, por meio de sete artigos, diferentes estudos avaliativos que se voltam para objetos situados no campo da educacao, dos programas sociais, da saúde e tecnologia. Sao artigos de autores brasileiros, portugueses, espanhois, evidenciando o alcance do periodico no meio academico nacional e internacional.

Na area da educacao, Figueiredo, Leite e Fernandes focalizam a avaliacao externa de escolas em dois paises europeus – Portugal e Inglaterra – concluindo que, embora os processos de avaliacao sejam claros, abrangentes e formativos em suas concepcoes, a concretizacao desses processos ainda esta distante do que seria desejavel.

No Brasil, com a utilizacao da Analise Envoltoria de Dados, Ferreira, Salgado Junior, Novi, Chiaretti e Miura identificam praticas pedagogicas e de gestao que possam ter uma parcela de contribuicao na composicao do Indice de Desenvolvimento da Educacao Basica, o IDEB, de escolas municipais paulistas. Este e um estudo que pode servir de referencia a acoes de melhoria do desempenho de outras escolas.

Em Portugal, Calha apresenta interessante estudo sobre o uso de portfolios como instrumento de avaliacao da aprendizagem, nos processos de reconhecimento, validacao e certificacao de competencias escolares, com enfase na narrativa autobiografica de adultos.

Tambem focalizando a avaliacao de competencias de estudantes de Pedagogia, Casillas Martin, Cabezas Gonzalez e Serrate Gonzalez trazem a analise de casos provenientes de praticas externas realizadas pelos estudantes da Universidade de Salamanca na Espanha.

Na area social, Dugand e Brandao fazem uso da Teoria da Mudanca para proceder à meta-avaliacao do Programa de Acoes Estruturantes nas Comunidades Remanescentes de Quilombos, um tema tao interessante quanto a metodologia adotada.

Na area da saúde, o Indice de Desempenho do Sistema Unico de Saúde e abordado por Macedo e Theophilo, para analisar os indices de eficacia e eficiencia em saúde pública em municipios mineiros.

A tecnologia a servico da gestao em instituicao de saúde e avaliada pelos usuarios em estudo de Almeida e Elliot, especificamente focalizando uma ferramenta de Business Inteligence que mostrou trazer ganhos de operacionalidade, retorno financeiro, qualidade dos servicos prestados e vantagens competitivas.


2016

v. 8, n. 24 (2016): Revista Meta: Avaliacao Set./Dez.

O número 24 da Revista Meta: Avaliacao ressalta, novamente, a caracteristica multidisciplinar da avaliacao. Os sete artigos que compoem esta edicao tratam de temas que vao da area da educacao, variando do ensino fundamental ao ensino superior, passando pela area da gestao e planejamento, indo para o campo de instrumentos de avaliacao, na educacao e na saúde.

O primeiro artigo, de autoria de Ferreira, analisa o plano decenal de educacao para o periodo 2014-2024, no qual se identifica a valorizacao das avaliacoes oficiais “como instrumentos de afericao da qualidade da educacao”. Assim, as estrategias do Plano Nacional de Educacao que contemplam a avaliacao sao analisadas, com enfase em programas e documentos legais que as amparam.

O artigo seguinte, de Lima, Fonseca Júnior e Oliveira, apresenta um estudo voltado para a determinacao da eficiencia do ensino fundamental e de seus condicionantes, nos municipios de Goias. Para isso, se vale da tecnica de analise envoltoria de dados e da analise de regressao beta inflacionada, obtendo interessantes resultados.

Focalizando o ensino superior, o artigo de Raasch e Silveira-Martins, e o de Sales Junior, Brasil, Carneiro e Corassa mostram, respectivamente, a preocupacao com a procrastinacao e o desempenho academico, e com os fatores associados ao fenômeno da evasao que se observa em ascendencia. Enquanto o primeiro pode gerar a reflexao sobre acoes academicas para os discentes que atendam às necessidades da sociedade, o segundo artigo revela que ha fatores antecedentes associados à evasao que precisam ser considerados. O modelo de integracao de estudantes, de Tinto, embasou a discussao desses resultados.

O quinto artigo, de Andriola e Araújo, aborda, com pertinencia, importantes indicadores de gestao propostos pelo Tribunal de Contas da Uniao. Sao indicadores que tem a funcao de ajudar os gestores na atividade de planejamento estrategico, que por sua vez resultam da atividade de avaliacao institucional.

O sexto artigo e uma colaboracao de Elisa Lisi, Docente da Universidade Nacional de Educacao à Distância, da Espanha. Ao tratar do portfolio como instrumento de avaliacao de competencias de estudantes Europeus, a autora amplia as possibilidades de utilizacao dessa ferramenta, introduzida no processo de tomada de decisao e fortalecendo dessa forma a autonomia dos estudantes.

Ainda na tematica de instrumentos de avaliacao, o setimo artigo, de Santos e Oliveira, na area da saúde, se dedica a relatar o processo de obtencao de equivalencia semântica de uma ferramenta de Analise de Riscos e Vulnerabilidade, usada em uma instituicao hospitalar. As etapas da metodologia utilizada sao descritas em detalhe, de modo que o leitor possa entende-la e adota-la em ocasiao similar. 

v. 8, n. 23 (2016): Revista Meta: Avaliacao Maio/Ago.

O número 23 da Revista Meta: Avaliacao e composto por seis artigos de autores filiados a instituicoes nacionais e dois de autores atuando em instituicoes de ensino superior estrangeiras. Sao artigos relacionados ao desenvolvimento da cultura avaliativa, em diferentes contextos.

O primeiro artigo, de Cruz, Taveira e Souza, focalizou a Avaliacao Nacional da Alfabetizacao, especificamente as contribuicoes voltadas para a avaliacao da aprendizagem no Ciclo de Alfabetizacao, privilegiando a educacao basica em seus primeiros anos escolares.

Os dois artigos seguintes se detiveram no contexto de instituicoes do ensino superior. Um, de Lima e Melo relata a “avaliacao das acoes do Programa Nacional de Assistencia Estudantil, na percepcao de estudantes de baixa condicao socioeconômica, matriculados uma universidade pública federal localizada em Belo Horizonte”, enquanto o de Bernardes e Rothen teve por “objetivo identificar quais sao os conceitos que fundamentam as pesquisas referentes à Comissao Propria de Avaliacao”, em que se destaca “a preocupacao com a politica pública de avaliacao a respeito da forma como o Estado faz apropriacao da avaliacao regulatoria para determinar indicadores de qualidade do ensino a ser ofertado nas instituicoes de ensino superior”.

 O quarto artigo, de Carvalho, se volta para o processo avaliativo que se desenrola em torno do Projeto Escola, desenvolvido por uma OSCIP denominada Comunidade Educativa Centro de Educacao e Documentacao para Acao Comunitaria. Traz como resultante a construcao de uma matriz avaliativa de projeto, passivel de utilizacao por outros interessados.

Com um toque de contemporaneidade, o quinto artigo, de autoria de Marinho, Almeida e Cardoso, trata da “Avaliacao da Eficiencia Tecnica dos Paises nos Jogos Olimpicos de Londres/2012”. O estudo precede os recentes Jogos sediados no Rio de Janeiro e oferece uma forma antecipada de ranking dos resultados.

O sexto artigo traz a colaboracao de Martinez-Mediano e Diaz, de Espanha, que relatam o julgamento de um Sistema de Gestao da Qualidade ISO 9001, em Centros Educativos da Fundacion Escuelas Profesionales de la Sagrada Familia. A metodologia variada traz contribuicoes interessantes para a area da avaliacao.

O setimo artigo, de Ferreira, tomou a avaliacao externa de escolas em Portugal como tema, desvelando determinadas fragilidades e constrangimentos no processo, tendo como principal intencao a superacao desses aspectos, com vistas à melhoria dos resultados das escolas.

Finalmente, o oitavo artigo, de Sales e Elliot, apresenta o processo metodologico de elaboracao e validacao de um instrumento para avaliar empreendimentos de doces gourmet, na perspectiva dos consumidores. Alem da validacao do instrumento, em diferentes etapas, os resultados trouxeram possibilidades adicionais de melhoria na comercializacao dos doces, mantendo o padrao de qualidade.

v. 8 (2016): Edicao Especial - Meta-Avaliacoes: Exercicios de Aplicacao

Este Número Especial da Revista Meta: Avaliacao aborda o tema meta-avaliacao. De inicio, pode parecer um jogo de palavras, mas e preciso esclarecer o sentido das duas ‘metas’ aqui mencionadas. A Revista tem por finalidade apresentar artigos, estudos e trabalhos no campo da avaliacao. Aqui, o termo meta tem origem do Latim e significa alvo, escopo, proposito. Ja a meta-avaliacao, que designa a avaliacao de uma avaliacao, buscando-lhe a qualidade, se vale do Grego meta, um prefixo que significa alem, transcendencia, reflexao critica sobre. Pode ser ilustrada na composicao dos termos metacognicao e metalinguagem, ampliando seus significados.

O Mestrado Profissional em Avaliacao da Fundacao Cesgranrio e responsavel pela edicao da Revista Meta: Avaliacao. Em sua estrutura curricular, possui, dentre as disciplinas eletivas, a Meta-Avaliacao. Por intermedio do estudo de metodologias apropriadas a julgar o merito de avaliacoes, essa disciplina tem o proposito principal de capacitar os mestrandos na elaboracao de estudos meta-avaliativos.

Durante a realizacao do Mestrado, a elaboracao de artigos dos discentes, escritos em coautoria com docentes do Curso, precisa ser publicada. E uma forma de tornar conhecida sua producao academica, divulgando-a a outros cursos de pos-graduacao e interessados no campo da avaliacao, de forma, tambem, a poder aperfeicoar essa atividade por intermedio de criticas e sugestoes recebidas. Afinal, esse e um dos papeis da avaliacao.

O Número Especial da Revista Meta: Avaliacao, agora disponibilizado, apresenta os trabalhos de conclusao da disciplina Meta-Avaliacao, escritos no último periodo letivo de 2015. Sao nove artigos elaborados pelos mestrandos e docentes responsaveis pela disciplina, que relatam meta-avaliacoes. Trata-se de uma producao variada pois e fruto da analise de relatorios de avaliacao, realizada sobre diferentes programas e projetos. Fazem parte desse conjunto a meta-avaliacao dos relatorios de avaliacao: do desempenho de alunos dos anos iniciais do ensino fundamental, de auto avaliacao de uma instituicao de ensino superior e do desempenho de uma universidade, na area da educacao; da plataforma do CNPq para deficientes visuais; do Programa Bolsa Familia em favelas cariocas, do Programa de Avaliacao Econômica de Projetos Sociais, do Programa Segundo Tempo, na area de programas socio educacionais; do Programa de Desenvolvimento Rural no continente europeu e dos impactos de tecnologias geradas por projeto da Embrapa, no norte do pais, estes dois com foco na area da agricultura.

Considerando tanto os objetos diferenciados, como a utilizacao de metodologias apropriadas à meta-avaliacao, os artigos sao verdadeiros exercicios de aplicacao de procedimentos – podem ensinar o caminho metodologico de um estudo avaliativo. Por intermedio de seus resultados, podem tambem servir de referencia a futuros estudos de objeto semelhante ou mesma metodologia, ou podem ainda indicar o que nao se deve fazer em uma avaliacao, se as lacunas encontradas nos estudos meta-avaliados forem evitadas ou contornadas.

Alem dessas intencoes e possibilidades que este Número Especial contem, a Revista Meta: Avaliacao abre espaco para a publicacao de conjunto de artigos provenientes deste Mestrado ou de outros cursos de pos-graduacao que desejem compor um número para sua producao academica de discentes e docentes. As propostas serao bem-vindas!

 

Ligia Gomes Elliot

Editora

 

v. 8, n. 22 (2016): Revista Meta: Avaliacao Jan./Abr.

O número 22 da Revista Meta: Avaliacao nos traz um pouco do mosaico produzido pela avaliacao na area da educacao que, por vezes utilizando metodologias de pesquisa, mostra a utilidade de resultados obtidos em estudos sobre temas bastante interessantes.

Preocupados com a tematica da eficiencia escolar de escolas públicas municipais do ensino fundamental do estado de Sao Paulo e seus impactos no desempenho dos alunos no Indice de Desenvolvimento da Educacao Basica (IDEB), Regalo, Salgado Junior, Novi e Falsarella Junior aplicam metodologia especifica destinada a identificar as melhores praticas que contribuiram para se obter um bom desempenho dos alunos.

Rangel, Mocarzel e Pimenta focalizam, em seu artigo, propostas de competencias e habilidades que permeiam a avaliacao desde o primeiro Exame Nacional do Ensino Medio e como se relacionam nas avaliacoes e no delineamento do perfil dos candidatos a cursos de ensino superior. O estudo se coloca como um ensaio teorico e representa contribuicao para os interessados nas associacoes entre competencias e habilidades e nas reflexoes decorrentes.

No âmbito institucional, Paixao e Almeida analisam a percepcao sobre o trabalho de docentes do Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia da Bahia, em um estudo realizado pela Comissao Propria de Avaliacao. O foco do estudo foi o confronto entre dados sobre a utilizacao ideal e a utilizacao real de praticas pedagogicas docentes, do ponto de vista avaliativo dos alunos.

Ainda no nivel da educacao superior, a atencao de Mondini, Borges, Floriani, Domingues e Lavarda se voltou para a intencao de os alunos de cursos de graduacao a distância utilizarem o ambiente virtual de aprendizagem instalado em uma instituicao da regiao sul. Tanto a qualidade da informacao quanto a da qualidade do sistema tiveram papel decisivo na percepcao dos beneficios e da satisfacao dos usuarios.

Dois outros artigos, de cunho analitico, oferecem, aos leitores, revisao de temas sobre a avaliacao educacional e sobre politicas públicas assistenciais em universidades federais. O primeiro deles, de Borges, focaliza a producao sobre avaliacao educacional publicada nos dois números da Revista Educacao e Avaliacao, em 1980 e 1981. Consiste em fonte para estudos sobre o estado da arte da avaliacao em educacao ao identificar, nos 12 artigos analisados, o entendimento sobre avaliacao, as funcoes da avaliacao e as experiencias dos autores em avaliacao.

O segundo artigo, de Lima e Ferreira, se volta para as politicas públicas de assistencia estudantil praticadas em 60 Universidades Federais Brasileiras e faz um mapeamento dessas politicas promovidas pelo Programa Nacional de Assistencia Estudantil. O atingimento do objetivo do Programa concretiza sua avaliacao.

Alem dos artigos que normalmente compoem a revista, foi acrescentado um artigo ja publicado no periodico The Qualitative Report, com autorizacao do Editor Chefe. Este artigo e uma traducao de Vasconcelos, de um estudo teorico elaborado por Yazan, professor assistente no Departamento de Curriculo e Instrucao da Universidade de Alabama. Por sua importância ao abordar autores renomados como Yin, Merriam e Stake, na metodologia qualitativa de estudo de caso aplicada à educacao e tambem utilizada em avaliacao, o artigo pretende contribuir, de diversas formas, com pesquisadores e avaliadores interessados no tema.

A nova secao Vale a pena conhecer marca sua primeira presenca neste número da Meta:Avaliacao. Em separata, divulga os textos que foram base para as apresentacoes de diferentes professores por ocasiao do Seminario Os 50 Anos da Pos-Graduacao no Brasil. O seminario, comemorativo da aprovacao do Parecer no 977/1965 de autoria do insigne educador Newton Buarque Sucupira, deu origem a atual estrutura dos programas de Pos-Graduacao no Brasil. As falas sao testemunho das grandes contribuicoes do Professor Sucupira à educacao.


2015

v. 7, n. 20 (2015): Revista Meta: Avaliacao Maio/Ago.

O número 20 do volume 7 da Revista Meta: Avaliacao reúne artigos sobre o Ensino Superior e ainda a area de projetos sociais, trazendo diversas contribuicoes interessantes.

No artigo de Silva, Dias, Castro e Silva, os conceitos de habitus, capital conforme adotado por Bourdieu e teoria institucional sao abordados em estudo junto a discentes de seis instituicoes de ensino superior do estado da Bahia.

No texto de Miranda, Lemos, Oliveira e Ferreira, o ensino superior na area de negocios e abordado, no intuito de verificar, em estudos selecionados, as variaveis que podem explicar o desempenho academico do corpo discente. Alem de explorar diversas medidas estatisticas, o artigo localiza as variaveis pesquisadas em relacao aos estudos analisados.

Fora da area da Educacao, o estudo de Fontes, Crivelaro, Amaral, Ferreira e Peres focaliza os impactos econômicos e sociais de um programa social patrocinado pelo Servico Social da Indústria – SESI. Este programa revela as contribuicoes, em âmbito nacional, para a geracao de riquezas econômicas e sociais.

A definicao de criterios de correcao de provas escritas deu origem a um estudo que contou com a participacao de 10 professores, discentes de curso de pos-graduacao em Educacao, que assumiram o papel de corretores. Este e o tema do estudo de Terribili Filho e Chirinea, que consta como um relato de experiencia.

 

v. 7, n. 19 (2015): Revista Meta: Avaliacao Jan./Abr.

Os artigos que compoem esse número da Revista Meta: Avaliacao focalizam o ensino a distância, a avaliacao externa de alunos do Ensino Basico e possiveis efeitos no desenvolvimento profissional de professores de Matematica, e ainda contribuicoes de praticas escolares para o desempenho dos alunos, em avaliacao externa nacional.

O primeiro artigo, de Crispim, Archer, Gomes, Gomig, e Cruz, trata dos aspectos teoricos e metodologicos que envolvem a avaliacao de um curso de formacao profissional, de abrangencia nacional, na modalidade da educacao a distância. Para seu desenvolvimento, foi construido um sistema de avaliacao com a finalidade aferir o processo de ensino-aprendizagem.

O segundo artigo, de Silva, Bastos, Rodrigues, Silva, e Brito, tambem no âmbito da educacao a distância (?), faz parte de um projeto de avaliacao desenvolvido pela extensao da Fundacao CECIERJ. Traz os resultados de uma avaliacao centrada no usuario sobre o grau de satisfacao de professores de Lingua Portuguesa e Matematica, regentes do segmento de Jovens e Adultos, com o Curso de Formacao Continuada.

O terceiro artigo, tambem sobre professores, por meio de metodologia quantitativa apresenta os resultados de um estudo empirico sobre os efeitos da realizacao de provas externas nacionais de matematica do 2º e 3º ciclos do ensino basico, no desenvolvimento profissional docente, em Portugal. E de autoria de Marques, Sousa, Costa, e Pacheco.

O quarto artigo, de Salgado Junior, Novi, Ferreira, Oliveira, e Miranda, faz o uso integrado das abordagens quantitativa e qualitativa para se estudar um dado objeto: a eficiencia escolar. Tem por objetivo relatar resultados de pesquisa empirica realizada em escolas públicas municipais brasileiras do ensino fundamental para evidenciar praticas escolares que podem ter contribuido para o desempenho dos alunos na Prova Brasil.

Finalmente, o quinto artigo, de Silva e Leite, teve por finalidade avaliar a interface grafica do curso a distância denominado Voluntariado, Conceitos e Motivacao do AFS Intercultura Brasil, em relacao a sua ergonomia e usabilidade. O estudo adotou a abordagem de avaliacao por especialistas, em uma avaliacao heuristica.



2014

v. 6, n. 18 (2014): Revista Meta: Avaliacao Set./Dez.

No número 18 da Revista Meta: Avaliacao sao apresentados quatro artigos que lidam com a avaliacao com diferentes focos e diversidade de metodologias.

O primeiro, de autoria de Machado e Almeida, pretendeu caracterizar os efeitos de uma proposta de consultoria colaborativa na perspectiva dos professores do ensino público do interior do Estado de Sao Paulo, que atuavam com turmas. Os resultados indicam se os alunos-alvo pioraram, mantiveram, melhoraram ou melhoraram muito, a partir da implementacao da proposta.

No segundo artigo, Scremin e Dallacort tratam da trajetoria da Comissao Propria de Avaliacao Institucional em um Centro Universitario, do interior do Estado do Rio Grande do Sul, nos 10 anos do Sistema Nacional de Avaliacao da Educacao Superior. Os efeitos positivos do trabalho destacam a participacao da comunidade academica e a validade das informacoes.

No terceiro artigo, e a vez de Santos apresentar as contribuicoes do Ciclo de Politicas, como metodo de analise de politicas educacionais, no contexto da politica de avaliacao em larga escala. O estudo se volta para dois municipios com diferente Indice de Desenvolvimento da Educacao Basica no Estado de Santa Catarina e identifica dificuldades e implicacoes ocasionadas pelas avaliacoes na educacao municipal.

O quarto artigo, de Pereira e Elliot, relata a avaliacao dos editais de selecao de professores do Colegio Pedro II dos anos de 2007, 2008 e 2009. Como abordagem avaliativa, utilizou a avaliacao do produto, proposta por Stufflebeam e componente do modelo conhecido por CIPP.

 

v. 6, n. 17 (2014): Revista Meta: Avaliacao Maio/Ago.

A edicao número 17, volume 6 de 2014 da Revista Meta: Avaliacao traz algumas mudancas no Corpo Editorial. A Dra. Fatima Cunha Ferreira Pinto deixa a Editoria da publicacao e assume posicao no Comite Editorial. Pela criacao da Meta: Avaliacao e manutencao desse periodico por mais de cinco anos, sua inestimavel atuacao so pode merecer agradecidos cumprimentos. Aprende-se muito com sua experiencia e competencia. A Editora que assume a revista, Professora Ligia Gomes Elliot, Ph D. em Educacao/Avaliacao, e Coordenadora do Programa de Pos-Graduacao/Mestrado Profissional em Avaliacao da Fundacao Cesgranrio. Para a posicao de Editora Associada, foi convidada a Professora Esther Hermes Lück, Doutora em Politicas Públicas e Formacao Humana pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, e Professora Adjunta da Universidade Federal Fluminense e Vice Coordenadora do MBA Gestao Empreendedora. O número 17 volume 6 divulga cinco artigos sobre avaliacao, com focos variados. O primeiro artigo, A Lideranca das Escolas: avaliacao externa e percepcoes dos professores, de Jose Augusto Lourenco e Maria Beatriz Bettencourt, aborda tambem a percepcao docente, desta vez sobre os lideres de escolas portuguesas. Os resultados vao mostrar se, nas escolas estudadas, a lideranca foi capaz de conduzir um processo de auto avaliacao e de lancar bases para sua possivel melhoria. O segundo artigo, Autoavaliacao Institucional em uma Instituicao Federal de Ensino Superior: um olhar sob a perspectiva docente, elaborado por Marcia Zampieri Grohmann, Zulmar Belmonte Nascimento e Daiane Lindner Radons, teve como objetivos verificar como os docentes percebem o processo de Autoavaliacao Institucional utilizado na Universidade e identificar a influencia do perfil do respondente nessa percepcao. A metodologia do estudo e suas sugestoes poderao ser referencia a estudos com o mesmo foco e preocupacao. O terceiro artigo, sobre Avaliacao e gestao da qualidade no ensino superior em Angola: tracos emergentes, de Maria da Conceicao Barbosa Mendes, teve por objetivo descrever os sentidos e tracos subjacentes à configuracao da avaliacao enquanto estrategia de gestao da qualidade. As descricoes se basearam nas percepcoes dos atores organizacionais e nas tendencias implicitas à legislacao existentes, o que confere ao estudo natureza fundamentalmente qualitativa. O quarto artigo, Avaliacao da autoeducacao: construcao e validacao de instrumento para o professor Montessoriano, de autoria de Maria de Fatima Morgado Cortez Batista, egressa do Mestrado Profissional em Avaliacao e de sua orientadora, relata o desenvolvimento de um instrumento de avaliacao capaz de aferir, concretamente, se os comportamentos dos escolares estao consistentes com os principios filosoficos indicados pelo Sistema Montessori de Educacao. O instrumento vem preencher uma lacuna na area da avaliacao e da educacao. Finalmente, o quinto artigo, Avaliacao das Aprendizagens: uma sintese de teses de doutoramento realizadas em Portugal (2001-2010), apresentado por Domingos Fernandes e Andreia Gaspar, identificou problemas e questoes, opcoes metodologicas e conclusoes de cada uma das teses para entao produzir sua sintese. Os temas mais discutidos no dominio da avaliacao das aprendizagens foram avaliacao formativa, avaliacao somativa, auto e heteroavaliacao e feedback. O estudo da prosseguimento a anteriores, o que vem a somar nesse mapeamento de temas e metodologias no campo da avaliacao da aprendizagem.


2012

v. 4, n. 10 (2012): Revista Meta: Avaliacao

Editorial ..................................................................................................................................................................................................................................................

 

Começamos o ano com uma novidade que muito nos orgulha: nossa publicação foi indexada pelo Qualis/CAPES e recebeu o conceito B3.  Continuamos a caminhada em busca da publicação de trabalhos relevantes nas áreas de sua atuação - Educação, Saúde e Projetos Sociais, tendo sempre como fio condutor a avaliação. O sucesso da revista, cremos, dá-se pela projeção alcançada em 2012, quando atingimos 59.334 acessos vindos de 85 países e por sua indexação nas bases:

  • Ibict - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia;
  • DOAJ - Directory of Open Access Journals;
  • Latindex - Sistema regional de información en línea para revistas científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal;
  • OEI - Organización de Estados Iberoamericanos (Madri, Espanha, CREDI);
  • RCAAP - Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal;
  • Sumários.org - Base indexadora de periódicos científicos brasileiros da Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto (FUNPEC-RP);
  • LivRe! - Portal do CNEN-Comissão Nacional de Energia Nuclear, do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação;
  • Qualis/CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Brasília, DF)

Neste número, destacamos os seguintes artigos na área de educação: 1- "Formação Continuada de Professores Alfabetizadores: uma avaliação do Programa Pró-Letramento". Escrito por Márcia Aparecida Alferes e Jefferson Mainardes, o artigo apresenta uma análise da concepção e gestão do Programa Pró-letramento, destinado à formação continuada de professores nas áreas de alfabetização/ linguagem e matemática; e 2- "O Portfólio Como Instrumento de Avaliação da Aprendizagem em Escola Montessoriana", trabalho pruduzido por Delcy Lacerda de Oliveira e Ligia Gomes Elliot. As autoras têm por objetivo registrar o processo de construção, em tempo real, do portfólio como avaliação da aprendizagem de alunos de 6 a 9 anos de uma escola montessoriana.

Na área da saúde, os destaques foram para os artigos: 1-"(Re)avaliando o Programa de Pós-graduação em Neurologia da UNIRIO: os estudantes ampliam sua avaliação", no qual Tânia Maria Rodrigues de França faz uma comparação da primeira e segunda avaliação (2008 e 2009, respectivamente) realizadas no programa de neuroligia da UNIRIO a partir da ótica discente;                            2- "Atenção em Saúde Bucal aos Pacientes do Centro de Medicina do Idoso do Hospital Universitário de Brasília: uma visão especial da odontologia no contexto multidisciplinar - avaliação do Projeto de Extensão".  O artigo escrito por Alexandre Franco Miranda,  Yeda Maria Parro, Sueli Ferri Pontual de Lemos, Liana Rodrigues Taminato de Carvalho, Maria Helena Lucas Fernandes e Érica Negrini Lia tem por finalidade apresentar as principais ações e orientações aos cuidadores e familiares de idosos a respeito da saúde bucal; e 3- "Qualidade de Vida: um processo avaliativo pós-cirúrgico" foi o tema escolhido pelas autoras Bernadette Valente Faria e Ligia Leite Silva, que objetiva avaliar os resultados do Programa de Obesidade Mórbida do Hospital da Força Aérea do Galeão.  Para essa avaliação, foram consultados 46 pacientes e analisados aspectos da qualidade de vida dos operadores em relação aos que aguardavam operação.

Resenha

Rosenilda Moura da Silva apresenta uma bem elaborada resenha sobre a abordagem dos grupos focais no enfoque da pesquisa qualitativa. A obra Grupos Focais faz parte da Coleção Pesquisa Qualitativa, coordenada por Uwe Flick e de autoria de Rosaline Barbour, publicada pela Artmed, Porto Alegre 2009.

Tenham todos uma ótima leitura!

Fátima Cunha

Editora

 

 





1 a 31 de 31 itens