Concepções Avaliativas na Construção de Portfólios

Liziane Padilha Mena, Crisna Daniela Krause Bierhalz

Resumo


A presente pesquisa bibliográfica, realizada em revistas da área de Educação, objetivou delinear aspectos da concepção avaliativa que embasa a construção de Portfólios e suas contribuições para os processos de ensino e aprendizagem e reunir informações recorrentes sobre a construção desse instrumento, a fim de divulgar suas possibilidades e limitações no âmbito educacional. A partir dos resultados, percebeu-se que os artigos apresentam concepção formativa atrelada à utilização de Portfólios. Além disso, observou-se três perspectivas para a construção de Portfólios: direcionada, livre ou mista, sendo que os acompanhamentos englobam monitoramento e orientação. Concluiu-se que há necessidade de ampliar a utilização deste tipo de avaliação no contexto educacional brasileiro, favorecendo a reformulação e reflexão acerca de uma série de paradigmas tradicionais que vêm repetindo-se, tanto nas práticas de ensino e aprendizagem, quanto nas de avaliação.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVARENGA, G. M.; ARAUJO, Z. R. Portfólio: aproximando saber e experiência. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 17, n. 34, p. 187-206, maio/ago. 2006.

________. Portfólio: conceitos básicos e indicações para utilização. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, c. 17, n. 33, p. 137-148, jan./abr. 2006.

AMBRÓSIO, M. O Uso do Portfólio no Ensino Superior. Petrópolis: Vozes, 2013.

ARAUJO, Z. R.; ALVARENGA, G. M. Portfólio: Uma alternativa para o gerenciamento das situações de ensino e aprendizagem. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 17, n. 35, p. 187-210, set./dez. 2006.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

CALHA, A. A Narrativa Autobiográfica nos Processos de Avaliação e Certificação de Competências Escolares. Meta: Avaliação, Rio de Janeiro, v. 9, n. 25, p. 65-89, jan./abr. 2017.

CONNELY F. M.; CLANDINININ D. J. Relatos de experiência e investigação narrativa. In: LARROSA, J. (org). Déjame que te cuente: ensayos sobre narrativa y education. Barcelona: Editorial Laertes, 1995, p. 11–59.

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GOMES, A. J. P. S.; ORTEGA, L. N.; OLIVEIRA, D. G. Dificuldades da Avaliação em um Curso de Farmácia. Avaliação, Sorocaba, SP, v. 15, n. 3, p. 203-221, nov. 2010.

JANUZZI, P. M. Indicadores para Avaliação Sistêmica de Programas Sociais: o caso do PRONATEC. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 27. n. 66. p. 642-661. set/dez. 2016.

HADJI, C. Avaliação Desmistificada. Porto Alegre: ARTMED, 2001.

HERNÁNDEZ, F. Transgressão e Mudança na Educação: os projetos de trabalho. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

HOFFMANN, J. Avaliar para Promover: as setas do caminho. 15. ed. Porto Alegre: Mediação, 2001.

LUCKESI, C. C. Avaliação da Aprendizagem Escolar: estudos e preposições. 19. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

LIMA, L.; RÔÇAS, G. Portfólio: uma opção de avaliação integrada para o ensino de ciências. Estudos em Avaliação Educacional. São Paulo, v. 26, n. 63, p. 742-767, set./dez. 2015.

MARTINEZ, C. L.P. Formação de Professores e Avaliação Formativa: análise de um projeto de interação universidade-escola. Tese. Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Bauru: São Paulo, 2009.

NEVES, A. S. C.; GUERREIRO, J. M. A.; AZEVEDO, G. R. Avaliando o Portfólio do Estudante: uma contribuição para o processo de ensino-aprendizagem. Avaliação, Sorocaba, SP, v. 21, n. 1, p. 199-220, mar. 2016.

NUNES, L. C. O Portfólio na Avaliação da Aprendizagem no Ensino Presencial e a Distância: a alternativa hipertextual. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 18, n. 38, p. 153-170, set./dez. 2007.

OLIVEIRA, D. L.; ELLIOT, L. G. O Portfólio como Instrumento de Avaliação da Aprendizagem em Escola Montessoriana. Meta: Avaliação. Rio de Janeiro, v. 4, n. 10, p. 28-55, jan./abr. 2012.

PERRENOUD, P. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens – entre duas lógicas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

RIOS, G. A.; MENDES, E. G. Uso de Blogs na Educação: breve panorama da produção científica brasileira na última década. Revista Eletrônica de Educação. v. 8, n. 2, p. 160-174, 2014.

SERRAZINA, M. L. M. Conhecimento Matemático para Ensinar: papel da planificação e reflexão na formação de professores. Revista Eletrônica de Educação, São Carlos, SP: UFSCar, v. 6, n. 1, p. 266-283, maio. 2012.

SILVA, R.F.; SÁ-CHAVES, I. Formação reflexiva: representações dos professores acerca do uso do Portfólio reflexivo na formação de médicos e enfermeiros. Interface: Comunicação, Saúde e Educação, v. 12, n. 27, p. 721-34, out./dez. 2008.

TINOCO, E. F. V. Portfólios: mais um modismo na educação. Revista Eletrônica de Educação. São Carlos, SP: UFSCar, v. 6, n. 2, p. 457-467, nov. 2012.

VALENTE, S. M. P.; REZENDE, L. A. O Uso do Portfólio em um Projeto de Pesquisa. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 17, n. 33, p. 149-165, jan./abr. 2006.

VIEIRA, V. M. O.; SOUSA, C. P. Contribuições do Portfólio para a Avaliação do Aluno Universitário. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 20, n. 43, p. 235-255, maio/ago. 2009.

VILARINHO, L. R. G.; LEITE, L. S.; RIBEIRO, M. B.; PIMENTEL, S. R. G. O Portfólio como Instrumento de Avaliação: uma análise de artigos inseridos na base de dados e-AVAL. Meta: Avaliação, Rio de Janeiro, v. 9, n. 26, p. 321-336, maio/ago. 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v11i32.1983



Direitos autorais 2019 Fundacao Cesgranrio

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Principios Norteadores para o Avaliador

Guiding Principles for Evaluators American Evaluation Association (AEA)

Com o proposito de guiar o trabalho dos profissionais de avaliacao e assegurar a etica de sua atuacao, a American Evaluation Association (AEA) - Associacao Profissional de Avaliadores - estabeleceu cinco principios norteadores aqui resumidos:

1.  Indagacao Sistematica, no que se refere à capacidade de coletar dados utilizando tecnicas apropriadas e comunicando metodos e abordagens com a devida transparencia para permitir acesso e critica.

2.  Competencia, no que se refere a demonstrar atuacao competente perante os envolvidos no processo avaliativo e desenvolver continuamente sua capacidade para alcancar o mais alto nivel de desempenho possivel.

3.  Integridade/Honestidade, no que se refere a assegurar honestidade e integridade ao longo de todo o processo avaliativo, negociando com os envolvidos e interessados na avaliacao e buscando esclarecer e orientar procedimentos que venham provocar distorcoes ou indevidas utilizacoes.

4.  Respeito pelas pessoas, no que se refere ao respeito pela seguranca, dignidade e auto-valorizacao dos envolvidos no processo avaliativo, atuando sempre com etica profissional, evitando riscos e prejuizos que possam afetar os participantes para assegurar, o melhor possivel, o respeito às diferencas e o direito social de retorno dos resultados, aos envolvidos.

5.  Responsabilidade pelo bem estar geral e público, no que se refere a levar em consideracao a diversidade de interesses e valores que possam estar relacionados ao público em geral,buscando responder nao somente às expectativas mais imediatas, mas tambem às implicacoes e repercussoes mais amplas e, nesse sentido, disseminar a informacao sempre que necessario.

Indexado em:

  1. DOAJ- Directory of Open Access Journals

  2. EBSCO - Information Services

  3. Edubase

  4. Google Scholar

  5. Latindex -  Sistema regional de informacion en linea para revistas cientificas de America Latina, el Caribe, España y Portugal

  6. LivRe! - Portal do CNEN-Comissao Nacional de Energia Nuclear, do Ministerio de Ciencia, Tecnologia e Inovacao

  7. OEI - Organizacion de Estados Iberoamericanos (Madri, Espanha, CREDI)

  8. RCAAP - Repositorio Cientifico de Acesso Aberto de Portugal

  9. REDIB - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico

  10. Scopus - A maior base de dados de abstracts e citacao de literatura revisada por pares:periodicos cientificos, livros e anais

 
 

Scimago

SJR : Scientific Journal Rankings

SCImago Journal & Country Rank

Meta: Aval., Rio de Janeiro, ISSN 2175-2753.