Dispositivos de Saúde Mental e Políticas Públicas: proposta de um instrumento para avaliar a implementação dos Centros de Atenção Psicossocial

Cesar Pedrosa Soares, Fabiana Queiroga

Resumo


Com o objetivo de desenvolver instrumentos para avaliar a efetividade do processo de implementação dos CAPS, essa pesquisa se apoiou em metodos qualitativos e quantitativos de investigação. Alem disso, considerou-se a perspectiva relacionada ao modelo hibrido de analise de politicas públicas, com o intuito de abarcar a complexidade inerente ao campo da saúde mental. Primeiramente, foi realizado um mapeamento das leis e diretrizes que orientam a implementação dos CAPS; posteriormente, foi realizada uma analise documental dos prontuarios destes servicos e; a partir dos dados obtidos, foram realizados dois grupos focais. Os resultados possibilitaram a construção e aplicação dos instrumentos de avaliação dos CAPS. Estes apontaram que os servicos, possivelmente, nao estao sendo implementados de forma efetiva. Os instrumentos propostos possibilitaram a utilização de indicadores que compoem um leque de perspectivas que podem contribuir com a avaliação da implementação dos CAPS no pais.

Texto completo:

PDF

Referências


BOURDIEU, P. A Miseria do Mundo. Petropolis/RJ: Vozes, 2007, 693-713 p.

BRASIL, M.S. Secretaria de Atencao Sade, Departamento de Acoes Programaticas Estrategicas. Sade mental no SUS: os centros de atencao psicossocial. Brasilia: Ministerio da Sade; 2004. Disponivel em: http://www.ccs.saude.gov.br/saude_mental/pdf/sm_sus.pdf. Acesso em: 9 jul. 2018.

BRASIL, M.S. Secretaria de Atencao Sade. Departamento de Acoes Programaticas Estrategicas. Manual de Estrutura Fisica dos Centros de Atencao Psicossocial e Unidades de Acolhimento: orientacoes para elaboracao de projetos de construcao de CAPS e de UA como lugares da atencao psicossocial nos territorios. Brasilia: Ministerio da Sade; 2013. Disponivel em: http://189.28.128.100/dab/docs/sistemas/sismob/manual_ambientes_caps_ua.pdf. Acesso em: 15 jul. 2018.

COSTA, F.L.; CASTANHAR, J.C. Avaliacao de programas pblicos: desafios conceituais e metodologicos. RAP, 37(5), 969-992, 2003.

COSTA et al. Avaliacao de servicos em sade mental no Brasil: revisao sistematica da literatura. Ciencia & Sade Coletiva. 20(10), 3243-3253, 2015.

FEDERAL, M.P. Cartilha: Direito Sade Mental [Internet]. Brasilia: Ministerio Pblico; 2004. Disponivel em: http://www.cfess.org.br/arquivos/cartilha-saude-mental-2012.pdf. Acesso em: 10 jul. 2018.

HILL, M.; HUPE, P. Implementing Public Policy. SAGE, 2014.

HILL, H. Understanding implementation: street-level bureaucrats' resources for reform. Journal of Public Administration Research and Theory. 13(3), 265-282, 2003.

LIMA, F.C.; SCHNEIDER D.R. Avaliacao dos Centros de Atencao Psicossocial: uma revisao integrativa da literatura nacional. Revista Caminhos, On-line, Humanidades. 4(6), 39-64, 2013.

LIPSKY, M. Street-level bureaucracy: dilemmas of the individual in public services. Nova York: Russel Sage Foundation, 2010.

LOTTA, G. O papel das burocracias do nivel de rua na implementacao de politicas pblicas: entre o controle e a discricionariedade. In: FARIA, C.A. (Org.). Implementacao de politicas pblicas: teoria e pratica. Belo Horizonte: Editora PUC Minas; 2012. p. 20-49.

MOKATE, K.M. Convirtiendo el monstruo en aliado: la evaluacion como herramienta de la gerencia social. Revista do Servico Pblico. 53(1), 89-134, 2002.

ONOCKO-CAMPOS, R.T.; FURTADO, J.P. Entre a sade coletiva e a sade mental: um instrumental metodologico para avaliacao da rede de Centros de Atencao Psicossocial (CAPS) do Sistema Unico de Sade. Caderno Sade Pblica. 22(5), 1053-1062, 2006.

PLZL, H.; OLIVER, T. Policy Implementation. In: FISCHER et al. (Org.). Handbook of Public Policy Analysis: theory, politics, and methods. Boca Raton: CRC Press; 2006. p. 89-107.

SOUZA, C. Politicas Pblicas: uma revisao da literatura. Sociologias. 8(16), 20-45, 2006.

VIEIRA-DA-SILVA, L.M. Avaliacao de politicas e programas de sade. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v11i32.1938



Direitos autorais 2019 Fundação Cesgranrio

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Principios Norteadores para o Avaliador

Guiding Principles for Evaluators American Evaluation Association (AEA)

Com o proposito de guiar o trabalho dos profissionais de avaliacao e assegurar a etica de sua atuacao, a American Evaluation Association (AEA) - Associacao Profissional de Avaliadores - estabeleceu cinco principios norteadores aqui resumidos:

1.  Indagacao Sistematica, no que se refere à capacidade de coletar dados utilizando tecnicas apropriadas e comunicando metodos e abordagens com a devida transparencia para permitir acesso e critica.

2.  Competencia, no que se refere a demonstrar atuacao competente perante os envolvidos no processo avaliativo e desenvolver continuamente sua capacidade para alcancar o mais alto nivel de desempenho possivel.

3.  Integridade/Honestidade, no que se refere a assegurar honestidade e integridade ao longo de todo o processo avaliativo, negociando com os envolvidos e interessados na avaliacao e buscando esclarecer e orientar procedimentos que venham provocar distorcoes ou indevidas utilizacoes.

4.  Respeito pelas pessoas, no que se refere ao respeito pela seguranca, dignidade e auto-valorizacao dos envolvidos no processo avaliativo, atuando sempre com etica profissional, evitando riscos e prejuizos que possam afetar os participantes para assegurar, o melhor possivel, o respeito às diferencas e o direito social de retorno dos resultados, aos envolvidos.

5.  Responsabilidade pelo bem estar geral e público, no que se refere a levar em consideracao a diversidade de interesses e valores que possam estar relacionados ao público em geral,buscando responder nao somente às expectativas mais imediatas, mas tambem às implicacoes e repercussoes mais amplas e, nesse sentido, disseminar a informacao sempre que necessario.

Indexado em:

  1. DOAJ- Directory of Open Access Journals

  2. EBSCO - Information Services

  3. Edubase

  4. Google Scholar

  5. Latindex -  Sistema regional de informacion en linea para revistas cientificas de America Latina, el Caribe, España y Portugal

  6. LivRe! - Portal do CNEN-Comissao Nacional de Energia Nuclear, do Ministerio de Ciencia, Tecnologia e Inovacao

  7. OEI - Organizacion de Estados Iberoamericanos (Madri, Espanha, CREDI)

  8. RCAAP - Repositorio Cientifico de Acesso Aberto de Portugal

  9. REDIB - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico

  10. Scopus - A maior base de dados de abstracts e citacao de literatura revisada por pares:periodicos cientificos, livros e anais

 
 

Scimago

SJR : Scientific Journal Rankings

SCImago Journal & Country Rank

Meta: Aval., Rio de Janeiro, ISSN 2175-2753.