A Pratica da Avaliação como Instrumento de Colaboração e Autoria dos Discentes

Ligia Silva Leite, Lúcia Regina Goulart Vilarinho, Claudia Correia do Rego Monteiro, Leonardo Ferreira Bezerra, Luciana Snaider Ribeiro

Resumo


Este artigo aborda uma experiencia desenvolvida no Mestrado Profissional em Avaliação, da Faculdade Cesgranrio, com mestrandos que cursaram a disciplina Pratica de Avaliação, vinculada ao projeto de pesquisa ‘O estado da Arte da Avaliação”. Nesta experiencia, os discentes levantaram artigos voltados para um tema comum, no caso – construção e validação de instrumentos de avaliação, realizaram uma leitura critica dos artigos e apresentaram um parecer critico sobre esses materiais. A experiencia ensejou trabalho colaborativo e autoria. As docentes, orientadoras da pesquisa, consideraram relevante expor as conquistas desses mestrandos.


Texto completo:

PDF

Referências


BERTOLIN, Jlio C. G., MARCHI, Ana Carolina Bertoletti de. Instrumentos para avaliar disciplinas da modalidade semipresencial: uma proposta baseada em sistemas de indicadores. Avaliacao: Revista da Avaliacao da Educacao Superior (Campinas), vol.15, n.3, p.131-146, 2010. Disponivel em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1414-40772010000300007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>

CONSOLO, Douglas Altamiro. A construcao de um instrumento de avaliacao da proficiencia oral do professor de lingua estrangeira. Trabalhos em linguistica aplicada, vol.43, n.2, p.264-286, 2004. Disponivel em:

DE BEM, Amilton Barreto et al. Validade e confiabilidade de instrumento de avaliacao da docencia sob a otica dos modelos de equacao estrutural. Avaliacao: Revista da Avaliacao da Educacao Superior (Campinas), vol.16, n.2, p.375-401, 2011. Disponivel em: .

ELLIOT, Ligia Gomes (Org.). Instrumento de Avaliacao e Pesquisa: caminhos para construcao e validacao. Rio de Janeiro: Wak, 2012.

GODOI, K. A, PADOVANI, S. Avaliacao de material didatico digital centrada no usuario: uma investigacao de instrumentos passiveis de utilizacao por professores. Producao. Vol. 19, n. 3, p. 445-457, 2009. Disponivel em: .

GUIMARAES, Sueli Edi Rufini, BZUNECK, Jose Aloyseo, BORUCHOVITCH, Evely. Estilos motivacionais de professores: propriedades psicometricas de um instrumento de avaliacao. Psicologia: Teoria e Pesquisa, vol.19, n.1, p.17-24, 2003. Disponivel em: .

KURCGANT, Paulina, CIAMPONE, Maria Helena Trench, FELLI, Vanda Elisa Andres. Avaliacao de desempenho docente, discente e de resultados na disciplina administracao em enfermagem nas escolas de enfermagem no Brasil. Revista da Escola de Enfermagem da USP, vol.35, n.4, p.374-380, 2001. Disponivel em: .

QUEIROGA, Fabiana, BORGES-ANDRADE, Jairo Eduardo, MIRANDA, Rodrigo Arajo de. Avaliacao formativa em Psicologia: instrumento para analise de material instrucional. Psicologia: Ciencia e Profissao. Vol. 29, n.4, p.796-811, 2009. Disponivel em: .

RODRIGUES, Claudia M. Cruz et al. Uma proposta de instrumento para avaliacao da educacao a distncia. Ensaio: Avaliacao e Politicas Pblicas em Educacao, vol.22, n.83, p.321-354, 2014. Disponivel em:

SANTOS, Larissa Conceicao dos, VASQUEZ, Oscar C.. A pesquisa de clima organizacional como instrumento de suporte avaliacao nas instituicoes de ensino superior. Avaliacao: Revista da Avaliacao da Educacao Superior (Campinas), vol.17, n.1, p.43-63, 2012. Disponivel em: .

SOUZA, Nadia Aparecida de, BORUCHOVITCH, Evely. Mapa conceitual: seu potencial como instrumento avaliativo. Pro-Posicoes, vol.21, n.3, p.173-192, 2010. Disponivel em: .

STEIN, Lilian Milnitsky et al. A construcao de um instrumento de avaliacao discente de um programa de pos-graduacao. Psico-USF, vol.10, n.2, p.141-147, 2005. Disponivel em: .

VIDOR, Gabriel, FOGLIATTO, Flavio Sanson e CATEN, Carla ten. Construcao de instrumento para avaliacao de cursos de pos-graduacao. Avaliacao: Revista da Avaliacao da Educacao Superior (Campinas), vol. 18, n.1, p.189-199, 2013. Disponivel em: .




DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v10i28.1731



Direitos autorais 2018 Fundação Cesgranrio

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Principios Norteadores para o Avaliador

Guiding Principles for Evaluators American Evaluation Association (AEA)

Com o proposito de guiar o trabalho dos profissionais de avaliacao e assegurar a etica de sua atuacao, a American Evaluation Association (AEA) - Associacao Profissional de Avaliadores - estabeleceu cinco principios norteadores aqui resumidos:

1.  Indagacao Sistematica, no que se refere à capacidade de coletar dados utilizando tecnicas apropriadas e comunicando metodos e abordagens com a devida transparencia para permitir acesso e critica.

2.  Competencia, no que se refere a demonstrar atuacao competente perante os envolvidos no processo avaliativo e desenvolver continuamente sua capacidade para alcancar o mais alto nivel de desempenho possivel.

3.  Integridade/Honestidade, no que se refere a assegurar honestidade e integridade ao longo de todo o processo avaliativo, negociando com os envolvidos e interessados na avaliacao e buscando esclarecer e orientar procedimentos que venham provocar distorcoes ou indevidas utilizacoes.

4.  Respeito pelas pessoas, no que se refere ao respeito pela seguranca, dignidade e auto-valorizacao dos envolvidos no processo avaliativo, atuando sempre com etica profissional, evitando riscos e prejuizos que possam afetar os participantes para assegurar, o melhor possivel, o respeito às diferencas e o direito social de retorno dos resultados, aos envolvidos.

5.  Responsabilidade pelo bem estar geral e público, no que se refere a levar em consideracao a diversidade de interesses e valores que possam estar relacionados ao público em geral,buscando responder nao somente às expectativas mais imediatas, mas tambem às implicacoes e repercussoes mais amplas e, nesse sentido, disseminar a informacao sempre que necessario.

Indexado em:

  1. DOAJ- Directory of Open Access Journals

  2. Edubase 

  3. Latindex -  Sistema regional de informacion en linea para revistas cientificas de America Latina, el Caribe, España y Portugal

  4. OEI - Organizacion de Estados Iberoamericanos (Madri, Espanha, CREDI)

  5. RCAAP - Repositorio Cientifico de Acesso Aberto de Portugal

  6. LivRe! - Portal do CNEN-Comissao Nacional de Energia Nuclear, do Ministerio de Ciencia, Tecnologia e Inovacao

  7. Scopus - A maior base de dados de abstracts e citacao de literatura revisada por pares:periodicos cientificos, livros e anais

  8. Google Scholar
  9. REDIBRed Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico

 
 

Scimago

SJR : Scientific Journal Rankings

SCImago Journal & Country Rank

Meta: Aval., Rio de Janeiro, ISSN 2175-2753.