Escala de Engajamento de Discentes Universitários: adaptação e revalidação para o contexto brasileiro

Jailson Santana Carneiro, Anna Carolina Rodrigues Orsini, Francisco Jose da Costa

Resumo


Esse estudo teve como objetivo adaptar e revalidar a Escala Engajamento Discente de Burch et al. (2015) para o contexto brasileiro. Para isso, desenvolvemos procedimentos centrais de tradução e adaptação dos itens da escala, que juntamente com questoes sociais e demograficas compuseram o questionario utilizado na pesquisa. A coleta dos dados ocorreu de maneira presencial e os sujeitos da pesquisa foram estudantes do curso de Administração de duas instituicoes de ensino superior do Brasil. Nas analises dos dados procedemos a operacionalização psicometrica por analise fatorial confirmatoria e de consistencia interna, alem de extracoes descritivas. A indicação foi de que a adaptação e revalidação feita resultaram em uma metrica final consistente para utilização em estudos quantitativos que envolvam o construto no Brasil. A escala final foi definida com 3 dimensoes (engajamento emocional, fisico e cognitivo em sala de aula), cada uma mensurada por 4 itens com relação refletiva para as dimensoes latentes.


Texto completo:

PDF

Referências


COSTA, F. J. Mensurao e desenvolvimento de escalas. Rio de Janeiro: Cincia Moderna, 2011.

COSTA, S. L.; DIAS, S. M. B. A permanncia no ensino superior e as estratgias institucionais de enfrentamento da evaso. Jornal de Polticas Educacionais, v. 9, n. 17, p. 51-60, 2015.

BURCH, G. F.; HELLER, N. A.; BURCH, J. J.; FREED, R.; STEED, S. A. Student Engagement: Developing a Conceptual Framework and Survey Instrument. Journal of Education For Business, v. 90, n. 1, p. 224-229, 2015.

BURCH, G. F.; BURCH, J. J.; WOMBLE, J. Student Engagement: An Empirical Analysis of the Effects of Implementing Mandatory Web-Based Learning Systems. Organization Management Journal, v.14, n. 1, p. 1-10, 2017.

FIOR, C. A.; MERCURI, E.; SILVA, D. Evidncias de validade da Escala de Envolvimento Acadmico para universitrios. Avaliao Psicolgica, v. 12, n. 1, p.81-89, 2013.

FERREIRA, M. Consumer Engagement on Social Media: Analysis of scales and its multiple role in a nomological network. 2017. 151f. Tese (Doutorado em Administrao) - Fundao Getlio Vargas, So Paulo, SP, 2017.

KUH, G. D. What were learning about student engagement from NSSE. Change, v. 35, p.2432, 2003.

LIMA, T. B.; SILVA, A. B. Difuso das perspectivas tericas da aprendizagem na formao de administradores. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educacin, v. 11, n. 3, p. 5-30, 2012.

MARTINS, L. M.; RIBEIRO, J. L. D. Engajamento do estudante no ensino superior como indicador de avaliao. Avaliao: Revista da Avaliao da Educao Superior, v. 22, n.1, p. 223-247, 2017.

PESSONI, A.; AKERMAN, M. O uso das mdias sociais para fins de ensino e aprendizagem: estado da arte das pesquisas do tipo survey. Educao, Cultura e Comunicao, v.5, n. 10, p. 29-42, 2014.

REASON, R. D.; TERENZINI, P. T.; DOMINGO, R. J. First things first: Developing academic competence in the first year of college. Research in Higher Education, v. 47, n. 1, p. 149-175, 2006.

RICH, B. L.; LEPINE, J. A.; CRAWFORD, E. R. Job engagement: Antecedents and effects on job performance. Academy of Management Journal, v. 53, p. 617635, 2010.

ROCHFORD, L. M. Defining climate and engagement in the community college Classroom. Doctoral Dissertation, California State University, Spring, USA, 2017.

SANTOS, L. C. D. O.; GOUVEIA, R. S. V.; SOARES, A. K. S.; CAVALCANTI, T. M.; GOUVEIA, V. V. Forms of Bullying Scale: evidncias de validade de construto da verso brasileira. Avaliao Psicolgica, v. 14, n. 1, p. 23-31, 2015.

SILVEIRA, M. E. Adaptao e evidncias de validade da escala EAE-4D para o contexto brasileiro, 2015. 57p. Dissertao (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, Minas Gerais, 2015.

STRYDOM; J. F.; MENTZ, M.; KUH, G. Enhancing success in higher education by measuring student engagement in South Africa. Acta Academica, v. 42, n. 1, p. 259-278, 2010.

VALDEVINO, A. M.; BRANDO, H. A.; CARNEIRO, J. S.; SANTOS, I. A. T.; SANTANA, W. J. O Uso do Caso para Ensino como Metodologia Ativa em Administrao. Revista Pensamento Contemporneo em Administrao, v. 11, n. 3, p. 1-12, 2017.

VEIGA, F. H. Envolvimento dos Alunos na Escola: elaborao de uma nova escala de avaliao International Journal of Developmental and Educational Psychology, v. 1, n. 1, p. 441-450, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v10i30.1612



Direitos autorais 2018 Fundação Cesgranrio

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Principios Norteadores para o Avaliador

Guiding Principles for Evaluators American Evaluation Association (AEA)

Com o proposito de guiar o trabalho dos profissionais de avaliacao e assegurar a etica de sua atuacao, a American Evaluation Association (AEA) - Associacao Profissional de Avaliadores - estabeleceu cinco principios norteadores aqui resumidos:

1.  Indagacao Sistematica, no que se refere à capacidade de coletar dados utilizando tecnicas apropriadas e comunicando metodos e abordagens com a devida transparencia para permitir acesso e critica.

2.  Competencia, no que se refere a demonstrar atuacao competente perante os envolvidos no processo avaliativo e desenvolver continuamente sua capacidade para alcancar o mais alto nivel de desempenho possivel.

3.  Integridade/Honestidade, no que se refere a assegurar honestidade e integridade ao longo de todo o processo avaliativo, negociando com os envolvidos e interessados na avaliacao e buscando esclarecer e orientar procedimentos que venham provocar distorcoes ou indevidas utilizacoes.

4.  Respeito pelas pessoas, no que se refere ao respeito pela seguranca, dignidade e auto-valorizacao dos envolvidos no processo avaliativo, atuando sempre com etica profissional, evitando riscos e prejuizos que possam afetar os participantes para assegurar, o melhor possivel, o respeito às diferencas e o direito social de retorno dos resultados, aos envolvidos.

5.  Responsabilidade pelo bem estar geral e público, no que se refere a levar em consideracao a diversidade de interesses e valores que possam estar relacionados ao público em geral,buscando responder nao somente às expectativas mais imediatas, mas tambem às implicacoes e repercussoes mais amplas e, nesse sentido, disseminar a informacao sempre que necessario.

Indexado em:

  1. DOAJ- Directory of Open Access Journals

  2. Edubase 

  3. Latindex -  Sistema regional de informacion en linea para revistas cientificas de America Latina, el Caribe, España y Portugal

  4. OEI - Organizacion de Estados Iberoamericanos (Madri, Espanha, CREDI)

  5. RCAAP - Repositorio Cientifico de Acesso Aberto de Portugal

  6. LivRe! - Portal do CNEN-Comissao Nacional de Energia Nuclear, do Ministerio de Ciencia, Tecnologia e Inovacao

  7. Scopus - A maior base de dados de abstracts e citacao de literatura revisada por pares:periodicos cientificos, livros e anais

  8. Google Scholar
  9. REDIBRed Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico

 
 

Scimago

SJR : Scientific Journal Rankings

SCImago Journal & Country Rank

Meta: Aval., Rio de Janeiro, ISSN 2175-2753.