Avaliação da Gestao de Custos Interorganizacionais em Funcao de seus Fatores Condicionantes: um Estudo em uma Empresa de Servicos Arquitetônicos

Bernardo Horn, Talitha Roberta Bonfatti, Fabiano Maury Raupp

Resumo


O artigo apresenta os resultados do estudo que teve por objetivo identificar as circunstâncias que favorecem ou inibem a pratica da gestao de custos interorganizacionais em uma empresa que desenvolve projetos arquitetônicos. A pesquisa e descritiva e qualitativa, realizada por meio de um estudo de caso. Para a coleta de dados, realizou-se uma entrevista semiestruturada com o socio-fundador da empresa e atual socio-diretor, cujo roteiro baseou-se no estudo de Campos et al. (2016). Em relação aos aspectos gerais para a GCi, foram identificadas circunstâncias favoraveis à sua adocao, especialmente se considerar as empresas parceiras que desenvolvem projetos que, junto com os projetos arquitetônicos, visam atender à demanda dos clientes. Em relação aos fatores condicionantes, a pesquisa revelou que a margem de lucratividade dos projetos encontra-se proximo do esperado, nao sendo possivel identificar a variavel funcionalidades. Tambem verificou-se que as transacoes com fornecedores sao minimas, embora importantes (possiveis caracteristicas do setor de servicos). As variaveis de relacionamento analisadas a partir da entrevista semiestruturada indicaram possibilidades para a empresa trabalhar a GCi com seus parceiros de negocio, especialmente com as empresas que desenvolvem os projetos complementares aos de arquitetura. Entre as caracteristicas citadas na literatura, puderam ser identificadas a existencia de relacionamentos fortes, principalmente estabilidade de relacoes, cooperação e confianca entre as partes.   


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v10i29.1584



Direitos autorais 2018 Fundação Cesgranrio

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.