Elementos de Satisfação dos Estudantes de Cursos de Pos-Graduação Lato Sensu em uma Instituicao do Sistema ACAFE no Meio-oeste Catarinense

Cinara Gambirage, Ana Celia Bohn, Nelson Hein, Jaison Caetano da Silva, Maria Jose Carvalho de Souza Domingues

Resumo


O estudo buscou identificar os elementos de satisfação dos academicos de cursos de pos-graduação lato sensu em uma Instituicao de Ensino Superior (IES) do Sistema ACAFE no Meio-Oeste Catarinense. O levantamento de dados deu-se por meio da aplicação de um questionario com 156 estudantes, na modalidade de ensino presencial. O tratamento e a analise dos dados foram realizados por meio da estatistica descritiva, Analise de Componentes Principais (ACP) e Analise Fatorial (AF). Os principais resultados apontam a agregação de todos os elementos do constructo produto no fator 1, processos no fator 2 e somente elementos relacionados ao constructo pessoas no fator 3. Adicionalmente, os elementos de maior satisfação dos academicos e a localização do campus, o relacionamento interpessoal com os professores e com a coordenação. Em contraponto, quanto aos elementos com maior insatisfação se destacam o valor das taxas dos servicos prestados, o acervo da biblioteca e o acesso à internet.  


Texto completo:

PDF

Referências


AITKEN, N. D. College Student Performance, Satisfaction and Retention: specification and estimation of a structural model source. The Journal of Higher Education, v. 53, n.1, p. 32-50, 1982.

ALI-CHOUDHURY, R.; BENNETT, R.; SAVANI, S. University marketing directors views on the components of a university brand. International Review on Public and Nonprofit Marketing, v. 6, n. 1, p.11-33, 2009.

ALMEIDA, E. P. A universidade como ncleo de inteligncia estratgica. In: MEYER JR, V; MURPHY, P. Dinossauros, gazelas & tigres: novas abordagens da administrao universitria. Florianpolis: Insular, 2003.

ALVES, H.; RAPOSO, M. Conceptual model of student satisfaction in higher education. Total Quality Management, v. 18, n. 5, p. 571-588, 2006.

AMARANT, E.; CRUBELLATE, J. M.; MEYER JR., V. Estratgias em universidades: uma anlise comparativa sob a perspectiva institucional. Revista Gesto Universitria na Amrica Latina - GUAL, v. 10, n. 1, p. 190-212, 2017.

BRYSON, J. M. Strategic planing for public and monoprofit organizations. 3. ed. San Francisco: Jossey-Bass, 2004.

COBRA, M.; BRAGA, R. Marketing Educacional: ferramentas de gesto para instituies de ensino. So Paulo: Cobra, 2004.

CORRAR, L. J.; PAULO, E.; DIAS FILHO, J. M. (coord.). Anlise multivariada: para cursos de administrao, cincias contbeis e economia. So Paulo: Atlas, 2009.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: mtodos qualitativo, quantitativo e misto. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2013.

GIBBS, P.; MURPHY, P. Implementation of ethical higher education marketing. Tertiary Education and Management, v. 15, n. 4, p. 341-354, 2009.

GOMES, G.; DAGOSTINI, L.; CUNHA, P. R. Satisfao dos Estudantes do Curso de Cincias Contbeis: estudo em uma faculdade do Paran. Revista de Administrao e Economia, v. 4, n. 2, p.102-123, 2013.

HAIR, JR., J. F.; BABIN, B.; MONEY, A. H.; SAMOUEL, P. Fundamentos de Mtodos de Pesquisa em Administrao. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HEMSLEY-BROWN, J; OPLATKA, I. Universities in a competitive marketplace: a systematic review of the literature on higher education marketing. International Journal of public sector management, v. 19, n. 4, p. 316-338, 2006.

KOTLER, P.; ARMSTRONG, G. Princpios de marketing. 9. ed. Rio de Janeiro: Prentice-Hall do Brasil, 2003.

KOTLER, P.; HAYES, T.; BLOOM, P. N. Marketing de Servios Profissionais Estratgias inovadoras para impulsionar sua atividade, sua imagem e seus lucros. 2. ed. So Paulo: Manole, 2002.

LEITO, R. A.; GIULIANI, A. C.; PIZZINATTO, N. K.; PEREIRA NETO, J. S. Anlise dos servios recebidos pelos alunos de ps-graduao da Faculdade de Odontologia de PiracicabaUNICAMP. Contextus, v. 5, n. 1, p 59-68, 2007.

LEVY, D. C. Market university? Comparative Education Review, v. 50, n. 1, p. 113-124, 2006.

LOESCH, C.; HOELTGEBAUM, M. Mtodos estatsticos multivariados aplicados economia de empresas. Blumenau: Nova Letra, 2005.

MAINARDES, E. W.; ALVES, H.; RAPOSO, M.; DOMINGUES, M. J. C. S. Marketing in higher education: A comparative analysis of the Brazil and Portuguese cases. International Review on Public and Nonprofit Marketing, v. 9, n. 1, p. 43-63, 2012.

MAINARDES, E. W.; DOMINGUES, M. J. C. S. Os atributos que medem a qualidade de um curso superior: anlise nas instituies de ensino superior em Joinville/sc. Perspectivas Contemporneas, v. 8, n. 2, p. 95-113, 2013.

MARCO, J. Anlise estatstica utilizando SPSS. 5. ed. Lisboa: Silabo, 2011.

MARRA, A. V.; MELO, M. C. de O. L. A prtica social de gerentes universitrios em uma instituio pblica. Revista de Administrao Contempornea, v. 9, n. 3, p. 9-31, 2005.

MARTINS, J. V. G.; MENEZES, R. M. T.; JUSTINIANO, L. S. Atuao do departamento de marketing em uma instituio de ensino superior IES. Revista Gesto Universitria na Amrica Latina-GUAL, v. 4, n. 2, p. 110-122, 2011.

MEYER, JR. V. A prtica da administrao universitria: contribuies para a teoria. Revista Universidade em Debate, v. 2, n. 1, p. 12-26, 2014.

MINTZBERG, H. Managing. San Francisco: Berret-Koehler, 2009.

MONDINI, V. E. D.; BORGES, G. R.; FLORIANI, R.; DOMINGUES, M. J. C. S.; LAVARDA, C. E. F. A Relao entre Qualidade, Benefcios e Satisfao na Inteno do Uso de AVA por Parte de Alunos de Graduao a Distncia. Revista Meta: Avaliao, v. 8, n. 22, p. 69-91, 2016.

NAVARRO, M. M.; IGLESIAS, M. P.; TORRES, P. R. A new management element for universities: satisfaction with the offered courses. International Journal of Educational Management, v. 19, n. 6, p. 505-526, 2005.

OLIVER, R. L. Satisfaction: a behavioral perspective on the consumer. New York: McGraw Hill, 1997.

QUEVEDO-SILVA, F.; LIMA-FILHO, D. de O.; SAUER, L.; REINERT, J. N. Fatores Discriminantes no Grau de Satisfao de Estudantes de Administrao. Revista de Economia e Administrao, v. 11, n. 1, p. 28-45, 2012.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: mtodos e tcnicas. 3. ed. So Paulo: Atlas, 2008.

RODRIGUES DE ANDRADE, P.; RODRIGUES ARAUJO, H. C. Anlise do perfil dos estudantes de uma IES: o marketing como ferramenta para as instituies de ensino superior. BBR-Brazilian Business Review, v. 8, n. 1, p. 61-73, 2011.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. P. B. Metodologia de pesquisa. 5. ed. So Paulo: McGraw-Hill, 2013.

SARFATI, G.; SHWARTZBAUM, A. Sinergias nas fuses e aquisies do setor de educao superior no Brasil. Revista Pensamento Contemporneo em Administrao, Niteri, v. 7, n. 4, p. 1-23, 2013.

SCAGLIONE, V. L. T.; PIZA, V. T. Estratgias de marketing aplicadas a instituies de educao superior privadas. Revista Gesto Universitria na Amrica Latina-GUAL, v. 2, n. 2, p. 67-181, 2011.

SCCA, R. X.; LEAL, R. M. Anlise do setor de ensino superior privado no Brasil. BNDES Setorial, Rio de Janeiro, n. 30, p. 103-156, 2009.

SEEMAN, E. D.; OHARA, M. Customer relationship management in higher education Using information systems to improve the student-school relationship. Campus-Wide Information Systems, v. 23, n. 1, p. 24-34, 2006.

SILVA, F. Q.; FILHO, D. O.L.; SAUER, L.; REINERT J. N. Fatores Discriminantes no Grau de Satisfao de Estudantes de Administrao. Revista de Economia e Administrao, v. 11, n. 1, p. 28-45, 2012.

SINGH, J.; SIRDESHMUKH, D. Agency and trust mechanisms in consumer satisfaction and loyalty judgments. Journal of the Academy of Marketing Science, v. 28, n. 1, p. 150-167, 2000.

SOTHE, A.; BIEGER, E. I.; HEIN, N.; DOMINGUES, M. J. C. S. Satisfao e perspectivas profissionais dos acadmicos dos cursos de Administrao e Cincias Contbeis de uma instituio de ensino superior do Estado de Santa Catarina. RBC: Revista Brasileira de Contabilidade, v. 62, n. 196, p. 53-66, 2012.

SOUZA, S. A.; ALVES, F. M. S.; BUSS, R. N.; Satisfao de Estudantes do Curso de Graduao em Administrao na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. In: XXXII Encontro Anual da Associao dos Programas de Ps-Graduao em Administrao EnANPAD, Rio de Janeiro RJ, 32, Anais... Rio de Janeiro: EnANPAD, 2008.

TONTINI, G.; WALTER, S. A.; Antecedentes da Qualidade Percebida de um Curso de Administrao: uma abordagem no linear. Revista Brasileira de Gesto de Negcios, v. 13, n. 40, p. 264-280, 2011.

VIEIRA, K. M.; MILACH, F. T.; HUPPES, R. D. Equaes estruturais aplicadas satisfao dos alunos: um estudo no curso de cincias contbeis da Universidade Federal de Santa Maria. Revista de Contabilidade e Finanas da USP, v. 19, n. 48, p. 65-76, 2008.

WEICK, K. E. Educational Organizations as loosely coupled systems. Administrative science quarterly, v. 21, n. 1, p. 1-19, 1976.




DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v9i27.1444



Direitos autorais 2017 Fundação Cesgranrio

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Principios Norteadores para o Avaliador

Guiding Principles for Evaluators American Evaluation Association (AEA)

Com o proposito de guiar o trabalho dos profissionais de avaliacao e assegurar a etica de sua atuacao, a American Evaluation Association (AEA) - Associacao Profissional de Avaliadores - estabeleceu cinco principios norteadores aqui resumidos:

1.  Indagacao Sistematica, no que se refere à capacidade de coletar dados utilizando tecnicas apropriadas e comunicando metodos e abordagens com a devida transparencia para permitir acesso e critica.

2.  Competencia, no que se refere a demonstrar atuacao competente perante os envolvidos no processo avaliativo e desenvolver continuamente sua capacidade para alcancar o mais alto nivel de desempenho possivel.

3.  Integridade/Honestidade, no que se refere a assegurar honestidade e integridade ao longo de todo o processo avaliativo, negociando com os envolvidos e interessados na avaliacao e buscando esclarecer e orientar procedimentos que venham provocar distorcoes ou indevidas utilizacoes.

4.  Respeito pelas pessoas, no que se refere ao respeito pela seguranca, dignidade e auto-valorizacao dos envolvidos no processo avaliativo, atuando sempre com etica profissional, evitando riscos e prejuizos que possam afetar os participantes para assegurar, o melhor possivel, o respeito às diferencas e o direito social de retorno dos resultados, aos envolvidos.

5.  Responsabilidade pelo bem estar geral e público, no que se refere a levar em consideracao a diversidade de interesses e valores que possam estar relacionados ao público em geral,buscando responder nao somente às expectativas mais imediatas, mas tambem às implicacoes e repercussoes mais amplas e, nesse sentido, disseminar a informacao sempre que necessario.

Indexado em:

  1. DOAJ- Directory of Open Access Journals

  2. Latindex -  Sistema regional de informacion en linea para revistas cientificas de America Latina, el Caribe, España y Portugal

  3. OEI - Organizacion de Estados Iberoamericanos (Madri, Espanha, CREDI)

  4. RCAAP - Repositorio Cientifico de Acesso Aberto de Portugal

  5. LivRe! - Portal do CNEN-Comissao Nacional de Energia Nuclear, do Ministerio de Ciencia, Tecnologia e Inovacao

  6. Qualis/CAPES - Coordenacao de Aperfeicoamento de Pessoal de Nivel Superior (Brasilia, DF)

  7. Scopus - A maior base de dados de abstracts e citacao de literatura revisada por pares:periodicos cientificos, livros e anais

  8. Google Scholar

 

 ISSN: 2175-2753

Scimago

SJR : Scientific Journal Rankings

SCImago Journal & Country Rank