Efficiency of public policies for financing higher education: a comparative study among Brazil, Canada and China

Danilo de Melo Costa, Francisco Vidal Barbosa

Resumo


The research performs the evaluation of the main public policies for financing of higher education (HE) in Brazil, Canada and China, between the period from 2003 to 2012, starting from a gap to be explored concerning the proposition of new public policies with a view to potentially subsidize other existing national systems in the globalized world, taking as a basis practices already carried out in other countries. Therefore, it was conceptualized the Brazilian, Canadian and Chinese HE funding. When it comes to the methodological procedures, the study was designed as an exploratory, quantitative and multi-case research, with bibliographical and documentary data collection, in which 15 public policies were statistically analyzed, from the compound annual growth rate (CAGR), taking into account the investment made and the number of students attended in the period, in order to check the efficiency of each policy. The results showed a series of possibilities to promote the advancement of HE worldwide, with examples of policies that can be replicated to other nations, and, therefore, assist them in their development.


Texto completo:

PDF (English)

Referências


ANDRÉS, Aparecida. O Programa Universidade para Todos (ProUni). Consultoria Legislativa Câmara dos Deputados. Brasília. Jan, 2008.

ANDRES, L.; ADAMUTI-TRACHE, M. University attainment, student loans and adult life course activities. In FINNIE, R.; MUELLER, A.; SWEETMAN, A.; e USHER, A. (Orgs.) Who goes? Who stays? What matters: Accessing and persisting in post-secondary education. Queen’s School of Policy Studies. Kingston, 2008. p. 239-277.

ARMIJO, L. E. The BRICs Countries (Brazil, Russia, India, and China) as Analytical Category: Mirage or Insight? Asian Perspective, Portland, v. 31 n.4, p. 7-42, 2007.

BARBETTA, Pedro Alberto. Estatística aplicada às ciências sociais. 7th. ed. Rev. Florianópolis, SC: Editora da UFSC, 2008.

BID. Empreendedorismo em Economias Emergentes: Criação e Desenvolvimento de Novas Empresas na América Latina e no Leste Asiático. Inter-American Development Bank. Nova York. Março de 2002.

BRASIL. Decreto nº 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais: REUNI. Diário Oficial da União. Brasília, 25 de abril de 2007a.

BRASIL. Decreto nº 6.095 de 24 de abril de 2007. Estabelece diretrizes para o processo de integração de instituições federais de educação tecnológica, para fins de constituição dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia - IFET, no âmbito da Rede Federal de Educação Tecnológica. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 25 de abril de 2007b.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Diário oficial da União. Brasília, 30 de dezembro de 2008.

BRASIL. Tribunal de Contas da União (TCU). Auditoria operacional no Programa Universidade para Todos (ProUni) e no Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES). Relator Ministro José Jorge. Brasília. 2009.

BRASIL. Lei n° 12.202, de 14 de Janeiro de 2010. Altera a Lei n° 10.260, de 12 de Julho de 2001, que dispõe sobre o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior - FIES e da outras providencias. Diário Oficial da União. Brasília, 14 de janeiro de 2010.

CAMPISTA, T.M.N.; BAPTISTA, S.S.; COELHO, M.C.R.; ALMEIDA FILHO, A.J.; XAVIER, M. L. Panorama do Campo da Educação Superior em Enfermagem no Estado do Espírito Santo. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, Rio de Janeiro, Vol. 13 (2), p. 256-264. 2009.

CANLEARN. Education Savings for your Child: Canada Education Savings Grant. Disponível em . Acesso em 29 de Março de 2013.

CARVALHO, C.H.A.; LOPREATO, F.L.C. Finanças públicas, renúncia fiscal e o PROUNI no governo Lula. Impulso, Piracicaba, v. 16, n. 40, p. 93-104, maio/ago. 2005.

CARVALHO, C.H.A. O PROUNI no governo Lula e o jogo político em torno do acesso ao ensino superior. Educ. Soc., Campinas, v. 27, n. 96, Oct. 2006.

CATTANI, D. A. Desigualdades socioeconômicas Brasil/Canadá: um estudo a partir dos extremos. Revista Interfaces Brasil/Canadá, Porto Alegre, n.6, 2006.

CATANI, A. M.; HEY, A.P.; GILIOLI, R. PROUNI: democratização do acesso às Instituições de Ensino Superior? Educar em Revista. Curitiba, UFPR, n. 28, p.125 - 140, jul.- dez. 2006.

CERNET. MOE: Survey of the Educational Reform and Development in China. China Education and Research Network. Disponível em: . Acesso em 2 de Abril de 2013.

CFS. Canadian Federation of Students - Millennium Scholarship Foundation Background. Disponível em: . Acesso em 29 de Março de 2013.

CHAPMAN, B. Income contingent loans for higher education: International reforms. Australian National University Centre for Economic Policy Research, Canberra. 2005.

CORBUCCI, P.R. Financiamento e democratização do acesso à educação superior no Brasil: da deserção do Estado ao projeto da reforma. Educação & Sociedade, n. 88. vol. 25. Campinas, SP: CEDES, 2004.

COSTA, C. J. Modelos de Educação Superior a Distância e implementação da Universidade Aberta do Brasil. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 15, p. 09-16, 2007.

COSTA, D. M.; COSTA, A. M.; BARBOSA, F. V. Financiamento Público e Expansão da Educação Superior Federal no Brasil: o Reuni e as Perspectivas para o Reuni 2. Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, Florianópolis, v. 6, p. 106-127, 2013.

DOURADO, L. F. Políticas e gestão da educação superior à distância: novos marcos regulatórios? Educação e Sociedade, Campinas, v. 29, p. 891-917, 2008.

DUARTE, D. Crédito Educativo. Revista do Centro de Estudos Judiciários (CEJ), Brasília, nº 26, p. 5-9. Jul./Set. 2004.

ESDC. Canada Student Loans Program: Annual Report 2012-2013. Employment and Social Development Canada (ESDC). Ottawa, Canadá, 2014.

FISHER, D.; RUBENSON, K.; BERNATCHEZ, J.; CLIFT, R.; JONES, G.; LEE, J.; e TROTTIER, C. Federal policy and postsecondary education in Canada. BC: Centre for Policy Studies in Higher Education and Training. Vancouver, 2006.

FRANCO, Leandro Rezende; PIRES, Luciene Lima de Assis. A formação de professores em CEFETs: analisando a Licenciatura em Física. XVIII SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE FÍSICA, 2009, Espírito Santo. Anais... SBF: Espírito Santo, 26 a 30 jan. 2009.

FREITAS, H. C. L. A (nova) política de formação de professores: a prioridade postergada. Revisa Educação &Sociedade. CEDES, v.28, n. 100 – especial, p. 1203-1230, out de 2007.

GIL. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. São Paulo: Atlas, 1995.

HAYHOE, Ruth; e ZHA, Qiang. Becoming World Class: Chinese Universities Facing Globalization and Internationalization. Harvard China Review, Cambridge, v.5, n.1, p. 87-92. 2004.

HAYHOE, Ruth; e ZHA, Qiang. The Polytechnic Universities in China’s Transformation. International Higher Education, Boston, n. 60, p. 11-13. 2010.

HRSDC. Human Resources and Skills Development Canada - Canada Student Grants Program. Disponível em . Acesso em 29 de Março de 2013.

LANG, Daniel; ZHA, Qiang. Comparing University: A Case Study between Canada and China. Higher Education Policy, Paris, v.17, n.4, p.339-381, 2004.

LÉDA, Denise Bessa e MANCEBO, Deise: REUNI: heteronomia e precarização da universidade e do trabalho docente. Revista Educação e Realidade, Porto Alegre, n. 34, p. 49-64, jan/abr 2009.

LEVIN, Richard C. A Ascensão das Universidades Asiáticas. Revista Ensino Superior Unicamp, Campinas, n. 2, p. 26-36. 2010.

LIMA, Licínio, AZEVEDO, Mário L., e CATANI, Afrânio, M. O Processo de Bolonha, avaliação da educação superior e algumas considerações sobre a universidade nova. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 13, n. 1, p. 7-36, mar. 2008.

LEMGRUBER, M. S. Educação à distância: para além dos caixas eletrônicos. Revista Sinpro-Rio, Rio de Janeiro, v. 02, p. 42-49, 2008.

MAIA, Fabiana B; DANTAS, Lucivalda S. Teixeira; SCHNEIDER, H.N. A Universidade Aberta do Brasil (UAB) e a formação superior a distância: potencialidades e ameaças no cenário do Estado de Sergipe. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA (ESUD), 2009, São Luiz. Anais...São Luiz, 2 a 4 de nov. 2009.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E.M. Técnicas de Pesquisa. 2nd. ed. São Paulo: Editora Atlas, 1990.

MEC. REUNI: Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras. Brasília. 2013a. Disponível em: . Acesso em: 20 de Fevereiro de 2013.

MEC. PROUNI: Programa Universidade para Todos. Brasília. 2013b. Disponível em: . Acesso em: 20 de Fevereiro de 2013.

MEC. Universidade Aberta do Brasil. Brasília. 2013c. Disponível em: . Acesso em: 20 de Fevereiro de 2013.

MEC. Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. Brasília. 2013d. Disponível em: . Acesso em: 20 de Fevereiro de 2013.

MENGKUI, Wang. Good Governance in China - A Way Towards Social Harmony: Case Studies by China’s Rising Leaders. Nova York: China Development Research Foundation (CDRF), 2009.

MIN, Weifang. Higher education financing in east Asia: policy implications for China. In LIN, Justin Yifu; e PLESKOVIC, Boris (Orgs). Annual World Bank Conference on Development Economics - Regional 2008: Higher Education and Development. Washington: World Bank Publications. p. 41-46. 2008.

MOURA, Dante Henrique. Algumas Considerações Críticas ao Programa de Integração da Educação Profissional ao Ensino Médio na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos - PROEJA. In: II COLÓQUIO INTERNACIONAL DE POLÍTICAS E PRÁTICAS CURRICULARES: IMPASSES, TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS, 2005, João Pessoa. Anais... João Pessoa, 15 a 19 nov. 2005.

MTCU. OSAP: Ontario Student Assistance Program. Minister of Training, Colleges and Universities. Toronto, Canadá, 2014. Disponível em: . Acesso em 29 de Outubro de 2014.

NAOE, Aline. O desenho educacional que move a inovação na China. Revista Eletrônica de Jornalismo Científico, Unicamp, Campinas. 2012.

ONTARIO MINISTRY OF FINANCE. Reaching Higher: the McGuinty government plan for postsecondary education. Toronto: Ministry of Finance, 2005.

OUC. Statistical Bulletin on the Status of the CRTVUs. The Open University of China. Pequim, China. Disponível em: . Acesso em 6 de Outubro de 2014.

PAULA, C. M. Neoliberalismo e Reestruturação da Educação Superior no Brasil: o REUNI como estratégia do governo Lula e da burguesia brasileira para subordinar a universidade federal à lógica do atual estágio de acumulação do capital. 2009. 246 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2009.

ROBERTSON, T. Changing patterns of university finance. Education Quarterly Review, Ottawa. v.9, n.2, p. 9-18, 2003.

SCHNEIDER, Sergio; SCHIMITT, Cláudia Job. O uso do método comparativo nas Ciências Sociais. Cadernos de Sociologia, Porto Alegre, v. 9, p. 49-87, 1998.

SEGENREICH, Stella Cecília Duarte. ProUni e UAB como estratégias de EAD na expansão do ensino superior. Pro-Posições, Campinas, v. 20, n. 2, Ago. 2009.

SGUISSARDI, Valdemar. Educação Superior no Limiar do Novo Século Traços internacionais e marcas domésticas. In: ZAINKO, Maria ª S. e GISI, Maria de Lourdes. (Org.). Políticas e Gestão da Educação Superior. Curitiba: Champagnat; Florianópolis: Insular, p. 195-222, 2003.

SHEN, Hong; LI, Wenli. A Review of the Student Loans Scheme in China. UNESCO Bankgkok: International Institute for Educational Planning. 2003.

SILVA JÚNIOR, A. F. A formação de professores na rede federal de Educação Profissional e Tecnológica: o caso da Licenciatura em Espanhol. In: I SEMINÁRIO DE HISTÓRIA DO ENSINO DE LÍNGUAS - 250 ANOS DE PROFISSÃO DOCENTE E ENSINO DE LÍNGUAS NO BRASIL, 2009, São Cristóvão. Anais...São Cristóvão, 3 à 6 nov. 2009.

STATISTICS CANADA. Education Indicators in Canada: Spending on Postsecondary Education. Ottawa: Tourism and the Centre for Education Statistics Division. 2011.

STATE COUNCIL. Action plan for vitalizing education for the twenty-first century. In: China Education Yearbook. Pequim: Ministry of Education of China, People’s education press. p. 107–16. 1999.

TONEGUTTI, C.A.; MARTINEZ, M. A Universidade Nova, o REUNI e a queda da Universidade Pública. Curitiba: UFPR. 2007.

UNE. Em defesa da expansão e da valorização da universidade pública! Junho de 2008. São Paulo: União Nacional dos Estudantes. Disponível em: . Acesso em: 25 de Março de 2013.

UNESCO. Education for All: Overcoming inequality: why governance matters. Global Monitoring Report 2009. Reino Unido: United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization, 2008.

XAVIER NETO, L. P. O Processo de Ifetização da Rede Federal de Educação Tecnológica: Avanço Neoliberal e Ações de Resistência. In: VI SEMINÁRIO DO TRABALHO: TRABALHO, ECONOMIA E EDUCAÇÃO, 2008, Maríla. Anais...Maríla: Ed. Grafica Massoni, 2008.

ZHA, Qiang. Diversification or Homogenization: How Governments and Markets Have Combined to (Re)Shape Chinese Higher Education in Its Recent Massification Process. Higher Education, v.58 n.1, p.41-58. Estados Unidos: Jstor, 2009.

ZHA, Qiang. China’s move to mass higher education in a comparative perspective. Compare: A Journal of Comparative and International Education, v.41, n.6, 751-768. Estados Unidos: Springer, 2011a.

ZHA, Qiang. Chapter One: Understanding China’s Move to Mass Higher Education from a Policy Perspective. In: HAYHOE, Ruth; LI, Jun; LIN, Jing; ZHA, Qiang. Portraits of 21st Century Chinese Universities: In the Move to Mass Higher Education. Comparative Education Research Centre, The University of Hong Kong & Dordrecht. Hong Kong: Springer. 2011b.

ZHA, Qiang. The Study-Abroad Fever among Chinese Students. International Higher Education. Number 69, (Fall 2012), 15-17, Boston, 2012.

ZUIN, A. A. S. Educação a Distância or Educação Distante? O Programa Universidade Aberta do Brasil, o tutor e o professor virtual. Educação e Sociedade. Campinas, v. 27, n° 96, p. 935-954, out./2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v10i28.1370



Direitos autorais 2018 Fundação Cesgranrio

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.