Produção de orientadores de um programa de pós-graduação da Área de Ensino: impacto da atuação simultânea em vários programas

Eloisa Viggiani, Luciana Calabró, Diogo Onofre Gomes Souza

Resumo


A Área Ensino da CAPES é, por definição, interdisciplinar e tem desenvolvido seu projeto para a Pós-graduação valorizando a composição de corpos docentes com formação e experiência em diferentes áreas do conhecimento. Seu Documento de Área recomenda que os Programas de Pós-graduação sejam compostos por docentes oriundos de vários campos do conhecimento e que atuem nestes campos, de modo a buscar a integração dos saberes. Portanto, a Área Ensino poderá se beneficiar de nova regulamentação, que ampliou a possibilidade de atuação simultânea dos docentes em até 3 Programas de Pós-graduação. Nosso objetivo foi analisar um programa desta Área, o PPG Educação em Ciências, Química da Vida e Saúde, Departamento de Bioquímica, ICBS, UFRGS, sob a perspectiva de sua produção intelectual e da participação, ou não, de seus docentes em outros programas, nos anos 2010-2014. Encontramos diferenças qualitativas entre os docentes com dedicação exclusiva e aqueles que se dedicaram também a outros programas.

Texto completo:

PDF

Referências


CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO – CNPq. 2106. Plataforma Lattes. Disponível em: http://lattes.cnpq.br/. Acesso em: 03/03/2016.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR –CAPES. Portaria No. 174, de 30 de dezembro de 2014. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/documentos/Portaria_174_2014_CategoriasDocentesPPG.pdf . Acesso em: 01/03/2016.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR –CAPES. Plataforma Sucupira. Classificação de Periódicos Qualis 2014. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/veiculoPublicacaoQualis/listaConsultaGeralPeriodicos.jsf . Acesso em: 01/03/2016.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR –CAPES. Plataforma Sucupira. Docentes por ano, por instituição e programa. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/docente/listaDocente.jsf. Acesso em: 01/03/2016.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR –CAPES. Documento de Área 2013. Área de Avaliação: Ensino. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/stories/download/avaliacaotrienal/Docs_de_area/Ensino_doc_area_e_comiss%C3%A3o_block.pdf. Acesso em: 23/04/2015.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR –CAPES. 2016. Coleta de Informações 2014, 2013 e 2012. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/envioColeta/dadosEnvioColeta.jsf. Acesso em: 01/03/2016.

HIGHER EDUCATION COMMISISION. 2016. Report: From Bricks to Clicks - The Potential of Data and Analytics in Higher Education. Disponível em: http://www.policyconnect.org.uk/hec/sites/site_hec/files/report/419/fieldreportdownload/frombrickstoclicks-hecreportforweb.pdf. Acesso em: 02/02/2016.

MACÍAS-CHAPULA, C.A. O papel da informetria e da cientometria e sua perspectiva nacional e internacional. Ciênica da Informação, Brasília, v. 27, n. 2, p. 134-140, maio/ago. 1998.

MUGNAINI, R. 40 anos de bibliometria no Brasil: da bibliografia estatística à avaliação da produção científica nacional. In: Hayashi, M.C.P.I.; Leta, J. (Ed.). Bibliometria e cientometria: reflexões teóricas e interfaces. São Carlos: Pedro e João Editores,. p.37-58, 2013.

TAUBES, G. Measures for measure in science. Science, 260, 884-886, 1993.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde. 2017. Disponível em: http://www.ufrgs.br/ppgeducacaociencias/index.php/pt/ct-menu-item-4. Acesso em: 07/02/2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v9i27.1318



Direitos autorais 2017 Fundação Cesgranrio

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.