Fatores Associados à Evasão e Conclusão de Cursos de Graduação Presenciais na UFES

Jaime Souza Sales Junior, Gutemberg Hespanha Brasil, Teresa Cristina Janes Carneiro, Maria Auxiliadora de Carvalho Corassa

Resumo


Uma das consequências da expansão das universidades brasileiras foi o aumento do número de estudantes evadidos. Define-se como estudante evadido aquele que abandonou o curso antes de sua diplomação. O principal objetivo deste estudo foi identificar fatores que levam estudantes a evadir-se do seu curso. O método consistiu em comparar dois grupos de alunos, os formados e os evadidos, por meio de tabelas de contingência e de um modelo de regressão logística. Os resultados mostraram que vários fatores anteriores ao ingresso e experiências acadêmicas estão associados à evasão. No caso estudado, sete fatores se mostraram mais relevantes para explicar a evasão: opção pelas cotas, região de origem, meio de comunicação utilizado para se manter informado, participação em pesquisa, receber assistência estudantil, participação em estágio e número de reprovações em disciplinas. A discussão dos resultados foi conduzida essencialmente à luz do Modelo de Integração de Estudantes, de Vicent Tinto.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, R. C. S. Evasão discente no curso de estilismo e moda da UFC. 2009. 207 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Políticas Públicas e Gestão de Educação Superior) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.

BIAZUS, C. A. Sistema de fatores que influenciam o aluno a evadir-se dos cursos de graduação na UFSM e na UFSC: um estudo no Curso de Ciências Contábeis. 2004. 203 p. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. 2004.

BRASIL, Ministério da Educação, Secretaria da Educação Superior – SESu. Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de ensino superior públicas. Relatório da Comissão Especial de Estudos sobre Evasão nas Universidades Públicas Brasileiras, ANDIFES/ABRUEM/SESu/MEC, 152p. 1997.

BRASIL, Decreto n. 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 25 abr. 2007. Disponível em: . Acesso em: 06 fev. 2013.

BRASIL, Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 29 AGO. 2012. Disponível em: . Acesso em: 29 jul. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP, Sinopses estatísticas da educação superior – Graduação, 2013. Disponível em . Acesso em: 15 jan. 2013.

CARDOSO, C. B. Efeito da politica de cotas na Universidade de Brasília: uma análise do rendimento e da evasão. 2008. 134 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

CASTRO, A. K. S. S. Evasão no ensino superior: um estudo no curso de psicologia da UFRGS. 2012. 115 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.

CISLAGHI, R. Um modelo de sistema de gestão do conhecimento em um framework para a promoção da permanência discente no ensino de graduação. 2008. 258 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Gestão do Conhecimento) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008.

CONOVER, W. J. Practical nonparametric statistics. 3. ed. New York: Wiley & Sons, 1999.

CORRAR, L. J.; PAULO, E.; DIAS FILHO, J. M. (Org.). Análise multivariada: para cursos de administração, ciências contábeis e economia. São Paulo: Atlas, 2009.

CUNHA, A. M.; TUNES, E.; SILVA, R. R. Evasão do curso de Química da Universidade de Brasília: a interpretação do aluno evadido. Química Nova, v. 24, n. 1, p. 262-280. 2001.

DONOSO, S.; SCHIEFELBEIN, E. Estudios pedagógicos, vol. 23, nº 1, 7-27, 2007.

FÁVERO, L. P. et al. Análise de dados: modelagem multivariada para tomadas de decisões. São Paulo: Elsevier, 2009.

HAIR JR, J; BLACK, W.; BABIN, B.; ANDERSON, R.; TATHAM, R. Análise multivariada de dados. 6. ed. São Paulo: Bookman, 2009.

LEVIN, J. Estatística aplicada a ciências humanas. 2.ed. São Paulo: Harper & Row do Brasil, 1987.

PEREIRA, F. C. B. Determinantes da evasão de alunos e os custos ocultos para as instituições de ensino superior: uma aplicação na Universidade do Extremo Sul Catarinense. 2003. 172 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2003.

SANTOS, F. F. F. dos; NORONHA, A. B. 2001. Estudo do perfil dos alunos evadidos da Faculdade de Economia, administração e contabilidade – Campus Ribeirão Preto. In V SEMEAD - SEMINÁRIOS DE ADMINISTRAÇÃO, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP, São Paulo.

SILVA, J. A. R. A permanência de alunos nos cursos presenciais e a distância de administração: contribuições para gestão acadêmica. 2012. 273 p. Tese (Doutorado em administração) – Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2012.

SOUZA, I. M. Causas da evasão nos cursos de graduação da Universidade Federal de Santa Catarina. 1999. 150 p. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1999.

SPADY, W. G. Dropouts from higher education: an interdisciplinary review and synthesis. Interchange. v. 1, p. 64-85. 1970.

______. Dropouts from higher education: toward an empirical model. Interchange. v. 2, n. 3,p. 38-62. 1971.

TIBOLA, J. A. Antecedentes da lealdade e da permanência de alunos em uma instituição de ensino superior. 2010. 169 p. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, 2010.

TINTO, V. Dropout from higher education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Educational Research, v. 45, n. 1, p. 89-125, 1975, Disponível em: < http://www.jstor.org/stable/1170024> Acesso em: 10 mai. 2013

TINTO, V. Stages of student departure: reflections on the longitudinal character of student leaving. Journal of Higher Education, vol. 59, n. 4, p. 438-455, 1988.

TINTO, V. Classrooms as Communities: Exploring the Educational Character of Student Persistence. Journal of Higher Education. v. 68, n. 6, p. 599-624, 1997.

VELOSO, T. C. M. A.; ALMEIDA, E. P. Evasão nos cursos de graduação da Universidade Federal de Mato Grosso, campus universitário de Cuiabá: um processo de exclusão. Série - Estudos, Campo Grande, n. 13, p. 133-148, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v8i24.1073



Direitos autorais 2016 Fundação Cesgranrio

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.