Revista Meta: Avaliação

ISSN: 2175-2753

A revista do Mestrado Profissional em Avaliação da Fundação CESGRANRIO - Meta: Avaliação é uma publicação científica, de periodicidade quadrimestral, veiculada exclusivamente através da internet, nos meses de abril, agosto e dezembro. A publicação focaliza o campo da avaliação, com ênfase especial nas áreas de educação, saúde e sociedade, caracterizando assim sua natureza multidisciplinar. Meta: Avaliação é um canal de divulgação da prática e da teoria da avaliação no Brasil e no mundo. O periódico dedica-se a publicar pesquisas, estudos, artigos, resenhas de livros, teses e dissertações.


Princípios Norteadores para o Avaliador

Guiding Principles for Evaluators American Evaluation Association (AEA)

Com o propósito de guiar o trabalho dos profissionais de avaliação e assegurar a ética de sua atuação, a American Evaluation Association (AEA) - Associação Profissional de Avaliadores - estabeleceu cinco princípios norteadores aqui resumidos:

1.  Indagação Sistemática, no que se refere à capacidade de coletar dados utilizando técnicas apropriadas e comunicando métodos e abordagens com a devida transparência para permitir acesso e crítica.

2.  Competência, no que se refere a demonstrar atuação competente perante os envolvidos no processo avaliativo e desenvolver continuamente sua capacidade para alcançar o mais alto nível de desempenho possível.

3.  Integridade/Honestidade, no que se refere a assegurar honestidade e integridade ao longo de todo o processo avaliativo, negociando com os envolvidos e interessados na avaliação e buscando esclarecer e orientar procedimentos que venham provocar distorções ou indevidas utilizações.

4.  Respeito pelas pessoas, no que se refere ao respeito pela segurança, dignidade e auto-valorização dos envolvidos no processo avaliativo, atuando sempre com ética profissional, evitando riscos e prejuízos que possam afetar os participantes para assegurar, o melhor possível, o respeito às diferenças e o direito social de retorno dos resultados, aos envolvidos.

5.  Responsabilidade pelo bem estar geral e público, no que se refere a levar em consideração a diversidade de interesses e valores que possam estar relacionados ao público em geral,buscando responder não somente às expectativas mais imediatas, mas também às implicações e repercussões mais amplas e, nesse sentido, disseminar a informação sempre que necessário.

Indexado em:

  1. DOAJ- Directory of Open Access Journals

  2. Latindex -  Sistema regional de información en línea para revistas científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

  3. OEI - Organización de Estados Iberoamericanos (Madri, Espanha, CREDI)

  4. RCAAP - Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal

  5. LivRe! - Portal do CNEN-Comissão Nacional de Energia Nuclear, do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação

  6. Qualis/CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Brasília, DF)

  7. Scopus - A maior base de dados de abstracts e citação de literatura revisada por pares:periódicos científicos, livros e anais

 

 

Scimago

SJR : Scientific Journal Rankings

SCImago Journal & Country Rank

Notícias

 
Nenhuma notícia publicada.
 
Outras notícias...

v. 9, n. 26 (2017): Revista Meta: Avaliação Maio/Ago.

O que abrange o número 26 da Revista Meta: Avaliação, ao compor mais um setor do mosaico da avaliação? Uma série de interessantes artigos e relatos de estudos incorporam essa parte do mosaico.

Nas áreas da educação e avaliação, os três primeiros artigos abordam desde a avaliação do rendimento acadêmico de discentes do ensino superior em Contabilidade de Custos e Controladoria, passando pela avaliação dos docentes em relação à Gestão por Competências, e chegando à avaliação institucional na Educação a distância.

Rocha Neto e Leal, apoiados na Teoria da Assimilação, de Ausubel, aplicaram testes estatísticos a uma amostra de alunos cursando Ciências Contábeis, buscando diferenças significativas no rendimento acadêmico em quatro disciplinas do curso. Os resultados permitem afirmar que “os conceitos generalistas são resultados de assimilações de experiências de cada indivíduo, o que pode interferir no processo de ancoragem de novos aprendizados.”

Gallon, Taufer, Just, Batistella e Ruas realizaram estudo que mostra a preocupação com a melhoria do desempenho de docentes, de modo a atender a requisitos da avaliação, por parte de órgãos oficiais. Trata-se da implantação da gestão por competências em uma instituição de ensino superior particular que, na opinião dos participantes, embora com algumas ressalvas, colaborou tanto para qualificar práticas de gestão de pessoas, quanto para melhorar os resultados obtidos pela instituição.

Ao focalizar a avaliação institucional na Educação a distância em uma Universidade Federal, Carvalho pretendeu contribuir com um processo automatizado que agilizasse o processo de tabulação e avaliação dos dados para a tomada de decisões. Os resultados obtidos foram positivos em relação à solução de problemas que emergiram no processo de avaliação institucional.

Ainda em educação, mas numa visão macro da avaliação, há dois artigos. Um aborda a relação entre investimento financeiro e indicadores educacionais no Brasil, integrando a área econômica à da educação. Simielli e Zoghbi se utilizaram de cinco variáveis de resultado, entre elas proficiência em matemática e leitura, taxa de reprovação e abandono, e Ideb, além de duas de interesse - gasto por aluno e receita per capita. Os resultados mostram onde os indicadores apresentaram impacto estatisticamente significativo.

O outro estudo, de Rubio, sobre a avaliação externa para certificação no sistema educacional espanhol, suscita uma discussão sobre as (des)vantagens da avaliação, que não chega a melhorar a qualidade do sistema educacional. Por se referir a um sistema europeu, merece leitura cuidadosa e, possivelmente, comparativa com o brasileiro.

Ao analisar artigos provenientes da base de dados e-Aval, disponível no site do Mestrado Profissional em Avaliação da Cesgranrio, Vilarinho, Leite, Ribeiro e Pimentel focalizam o uso do portfólio como componente das práticas avaliativas docentes, passível de trazer reflexão, aprendizagem mais autônoma e ações inovadoras no processo de ensino e aprendizagem.

Nos dois últimos artigos, a avaliação se integra a áreas diferentes: a de desportos e a legislativa. No artigo de Reis, Torres e Soares de Mello, a avaliação visita os Jogos Olímpicos de 2016 e desta feita, a área dos desportos se reúne à estatística no cálculo de conceito específico identificador das chamadas Potências Olímpicas. Por sua simplicidade, o conceito utilizado pode ser rapidamente entendido e facilmente calculado.

A avaliação alcança também as Assembleias Legislativas Brasileiras para trazer ao leitor uma avaliação dos portais eletrônicos que devem, além de possibilitar o acesso à uma informação clara e precisa, colocar a capacidade de transparência fiscal à disposição do cidadão. Este é um assunto atual, de amplo interesse da população.

Sumário

Estudos e Artigos

Isolfi Vieira Rocha Neto, Edvalda Araujo Leal
PDF
201-222
Shalimar Gallon, Elaine Taufer, Magela Duarte Just, Claudete Batistella, Roberto Lima Ruas
PDF
223-254
Nayara Carvalho
PDF
255-271
Lara Elena Ramos Simielli, Ana Carolina Pereira Zoghbi
PDF
272-300
Juan García Rubio
301-320
Lúcia Regina Goulart Vilarinho, Lígia Silva Leite, Sandra Regina Gonçalves Pimentel, Marta Barboza Ribeiro
PDF
321-336
Juliana de Castro Reis, Bruno Guimarães Torres, João Carlos Correia Baptista Soares de Mello
PDF
337-359
Cibelly Farias Caleffi, Fabiano Maury Raupp
PDF
360-386