Trajetorias Escolares de Adolescentes em Conflito com a Lei: Subsidios para Repensar Politicas Educacionais

Patricia Leme de Oliveira Borba, Roseli Esquerdo Lopes, Ana Paula Serrata Malfitano

Resumo


Este artigo traz à cena do debate a trajetoria escolar de adolescentes autores de ato infracional. Trabalha-se com a analise dos historicos escolares dos jovens egressos do sistema sociojuridico de uma cidade media paulista, entre 2001 e 2009. Os dados de 2.969 historicos escolares foram analisados descritivamente, com o cruzamento de diferentes variaveis. Os principais resultados encontrados evidenciam que os jovens mais propensos a adentrarem no sistema sociojuridico sao os moradores das periferias urbanas, que frequentam a Escola Pública e que acumulam em sua trajetoria escolar, desde a infância, repetencias, evasoes, distorcao serie/idade e uma rotatividade intra e interescolas. O que ocorre pelas insuficiencias do que proveem Estado e sociedade no Brasil para a sua protecao e formação. O texto apresenta e discute subsidios para a criação e implementação de politicas públicas, em especial as educacionais, para que possam enfrentar as vulnerabilidades que cercam esses jovens. 


Palavras-chave


Adolescencia; Juventude; Escola Pública; Ato Infracional

Referências


ADORNO, S.; SALLA, F. Criminalidade organizada nas prisoes e os ataques do PCC. Estudos Avancados, Sao Paulo, v. 21, n. 61, p. 7-29, 2007.

BRASIL. Codigo de Processo Penal. Decreto-lei n. 3689, de 3 de outubro de 1941. Com alteracoes posteriores.

_______. Secretaria Nacional de Direitos Humanos. Levantamento Nacional de Atendimento Socioeducativo ao adolescente em conflito com a lei (SINASE), Brasilia, DF, 2010. Disponivel em: . Acesso em: 10 out. 2011.

______. Diretoria de Tecnologia e Disseminacao de Informacoes Educacionais do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Nacionais Anisio Teixeira, Ministerio da Educacao. Indicadores agregados de resultados, Brasilia, DF, 2009. Disponivel em: . Acesso em: 11 jul. 2013.

______. Ministerio da Educacao. Politica Nacional de Educacao Especial na perspectiva da educacao inclusiva. Brasilia, DF, 2008. Disponivel em: . Acesso em: 20 ago. 2012.

______. Ministerio da Educacao. Orientacoes Gerais para o Ensino Fundamental de 9 anos. Brasilia, DF, 2004. Disponivel em: . Acesso em: 22 ago. 2012.

______. Estatuto da Crianca e do Adolescente. Lei nº 8069. Sao Paulo, Imprensa Oficial do Estado, 1990.

CARDOSO, J. C.; GOMES, C. A.; SANTANA, E. U. Escola e policia em tres paises: vinho novo em odres velhos ou a crise das instituicoes. Ensaio: aval. pol. públ., Rio de Janeiro, v. 21, n. 81, dez, 2013.

CASTRO, A.; LOPES, R. E. A escola de tempo integral: desafios e possibilidades. Ensaio: aval. pol. públ., Rio de Janeiro, v. 19, n. 71, p. 259-282, abr/jun, 2011.

FELTRAN, G. S. Fronteiras de tensao: um estudo sobre politica e violencia nas periferias de Sao Paulo. Tese (Doutorado em Ciencias Sociais). 347 pp. - Programa de Pos-Graduacao em Ciencias Sociais da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

FUNDACAO TELEFÔNICA. Medida legal: a experiencia de 5 programas de medidas em meio aberto. Sao Paulo, 2008.

GOFFMAN, E. Estigma: notas sobre a manipulacao da identidade deteriorada. Sao Paulo: Zahar; 1975.

GRAMSCI, A. Cadernos do Carcere. vol. 1 Rio de Janeiro: Civilizacao Brasileira,

ILANUD. Relatorio resumido do Mapeamento Nacional das Medidas Socioeducativas em Meio Aberto, 2007. Disponivel em: . Acesso em: 11 jul. 2013.

MAGALHAES, M. N; LIMA, A. C. P. Nocoes de probabilidade e estatistica. EdUSP. 6a. edicao, 2005.

PAIS, J. M. Juventude e cidadania. Sociologia, problemas e praticas. Portugal, n. 49, p. 53-70, 2005.

PIERRO, M. C. Educacao de jovens e adultos na America Latina e Caribe: trajetoria recente. Cadernos de Pesquisa, Sao Paulo, v. 38, n. 134, p. 367-391, maio-ago, 2008.

RIBEIRO, S. C. A pedagogia da repetencia. Estudos Avancados, Sao Paulo, vol. 12, n. 5, p. 7-21, 1991.

SILVA, C. R. Politicas públicas, educacao, juventude e violencia da escola: quais as dinâmicas entre os diversos atores envolvidos? Dissertacao (Mestrado em Educacao). 184 pp. Programa de Pos-Graduacao em Educacao da Universidade Federal de Sao Carlos, 2007.

ZANDONADI, J. C. Cidades medias e de porte-medio: um debate a partir da situacao geografica e das centralidades intraurbanas. Anais eletrônico do XII Simposio Nacional de Geografia Urbana. Belo Horizonte, MG, 2011. Disponivel em: . Acesso em: 11 jul. 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362015000400006

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.