Escola pública e escola particular: semelhancas de dois imbroglios educacionais

Pedro Demo

Resumo


A distância entre escola pública e particular no Brasil e consideravel, em favor da escola particular. Entretanto, notam-se sinais de crise tambem na escola particular, cujo desempenho tem caido nos últimos anos, em especial em 2005. O que mais chama a atencao e que esta queda e maior em regioes mais desenvolvidas e em matematica. Sugere-se que a razao principal seja o instrucionismo comum aos dois sistemas, tendo em vista que se trata da mesma politica educacional e dos mesmos professores. A diferenca maior possivelmente e que a escola particular e gerida pela iniciativa privada com base na pressao do mercado e dos pais dos alunos, do que segue que seu desempenho, mesmo nao sendo aceitavel, e mais elevado. Sugere-se tambem que a iniciativa mais promissora para superar este imbroglio seria apostar no professor, cuidando sistematicamente de sua formação permanente, dentro da premissa de que se o professor aprender bem, o aluno tambem o podera fazer.

Palavras-chave


Escola pública; Escola particular instrucionismo Aprendizagem; Professor

Referências


DEMO, P. Aprendizagem no Brasil: ainda muito por fazer. Porto Alegre: Mediacao, 2004a.

______. Avaliacao: para cuidar que o aluno aprenda. Sao Paulo: CRIARP, 2006a.

______. Complexidade e aprendizagem: a dinâmica nao linear do conhecimento. Sao Paulo: Atlas, 2002.

______. Formacao permanente e tecnologias educacionais. Petropolis: Vozes, 2006b.

______. Sociologia da educacao: sociedade e suas oportunidades. Brasilia, DF: Plano, 2004b.

HOFFMANN, J. Avaliar para promover: as setas do caminho. Porto Alegre: Mediacao, 2001.

HOFSTADTER, D.R. Gödel, Escher, Bach: um entrelacamento de genios brilhantes. Brasilia, DF: Ed. UnB, 2001.

INEP. Estatisticas dos professores no Brasil. Brasilia, DF, 2003. Disponivel em: . Acesso em: mar. 2007.

______. Saeb 2005: primeiros resultados: medias de desempenho do Saeb 2005 em perspectiva comparada. Brasilia, DF, 2007. Disponivel em: .

IOSCHPE, G. A ignorância custa um mundo: o valor da educacao no desenvolvimento do Brasil. Sao Paulo: Francis, 2004.

MATURANA, H. Cognicao, ciencia e vida cotidiana. Organizacao e traducao de C. Magro e V. Paredes. Belo Horizonte: UFMG, 2001. (Humanitas)

PRENSKY, M. Digital game-based learning. New York: McGraw-Hill, 2001.

UNESCO. O perfil dos professores brasileiros: o que fazem, o que pensam, o que almejam... Sao Paulo: Inst. Paulo Montenegro: Moderna; Brasilia, DF: INEP, 2004. Acesso em: mar. 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Ensaio: Avaliação e Politicas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.