Eficácia docente no ensino da matemática

Suely da Silva Rodrigues

Resumo


Este estudo apresenta e analisa o perfil e as características relacionadas à linguagem, estruturação, gestão da aula e interação com os alunos dos 53 professores das escolas estaduais de São Paulo considerados eficazes pelo Projeto Boas Práticas Docentes no Ensino da Matemática e que responderam ao Questionário do Professor desenvolvido exclusivamente para esta pesquisa. Além disso, apresenta-se as características socioeconômicas dos alunos, as médias de proficiência em matemática no Saresp 2011 das turmas de 7º e 9º ano do EF e 3ª série do Ensino Médio desses professores e sua comparação com as médias das outras turmas da escola onde eles lecionam e, também, com as médias gerais do Estado na mesma edição dessa avaliação. Analisando os dados obtidos, observou-se que o fato de um professor ser eficaz em uma série ou turma não garante que ele o seja em outra. Dentre os resultados dessa pesquisa destaca-se que mesmo em um grupo pequeno e selecionado de turmas, o nível socioeconômico do professor e a gestão de classe quanto ao clima disciplinar da sala de aula fizeram diferença no desempenho dos alunos.


Palavras-chave


Prática docente; Gestão de classe; Ensino de matemática; Avaliação de desempenho

Referências


BALL, D. L. Research on teaching mathematics: making subject matter knowledge part of the equation. In: Brophy, J. (Ed.), Advances in research on teaching, v. 2, p.1-47, Greenwich: JAI Press, 1991.

BRESSOUX, P. As Pesquisas sobre o Efeito Escola e o Efeito Professor. Educação em Revista, Belo Horizonte, n.38, dez. 2003.

CARNOY, M. A vantagem acadêmica de Cuba: por que seus alunos vão melhor na escola. São Paulo: Ediouro, 2009.

DAVIS, C. L. F. et al. Formação continuada de professores: uma análise das modalidades e das práticas em estados e municípios brasileiros. Estudos & Pesquisas Educacionais, n. 2, p. 81-165, 2011.

FONTANIVE, N. S.; KLEIN, R.; RODRIGUES, S. S. Boas Práticas Docentes no Ensino da Matemática. Estudos & Pesquisas Educacionais, n. 3, p. 195-277, 2012.

GARNICA, A. V. M. Um ensaio sobre as concepções de professores de matemática: possibilidades metodológicas e um exercício de pesquisa. Educação e Pesquisa. São Paulo, v. 34, n. 3, set./dez. 2008.

GOE, L. The link between teacher quality and students outcomes: a Research Synthesis. National Comprehensive Center for Teacher Quality. Washington, 2007.

HILL, H. C. et al. Mathematical knowledge for teaching and the mathematical quality of instruction: an exploratory study. Cognition and Instruction, n. 26, p. 430 – 511, 2008.

HILL, H. C.; ROWAN, B.; BALL, D. L. Effects of teachers’ mathematical knowledge for teaching on student achievement. American Educational Research Journal, n. 42/2, p. 317 – 406, 2005.

HILL, H. C.; SCHILLING, S.G.; BALL, D. L. Developing measures of teachers’ mathematics knowledge for teaching. Elementary School Journal, n. 105, 11- 30, 2004.

INEP. Melhores práticas em escolas de ensino médio no Brasil. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2010.

LEMOV, D. Teach like a champion: 49 techniques that put on the path to college. San Francisco: Jossey-Bass, 2010.

MOREIRA, P.C.; DAVID, M. M. M. S. A formação matemática do professor: licenciatura e prática docente escolar. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.

NEWTON, X. et al. Value-Added Modeling of Teacher Effectiveness: an Exploration of Stability across Models and Contexts. Education Policy Analysis Archives, v. 18, n. 23, 2010.

PONTE, J. P. Gestão curricular em Matemática. In: GTI (Ed.). O professor e o desenvolvimento curricular. APM, Lisboa, p. 11-34, 2005.

PONTE, J. P. et al. A comunicação nas praticas de jovens professores de Matemática. Revista Portuguesa de Educação, 20(2), p. 39-74, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362017000100005

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional