Uma solução para a divergência de diferentes padrões no SAEB

Ruben Klein

Resumo


Neste artigo, mostramos que há necessidade de se construir um consenso sobre terminologia dos níveis, que as metas do Todos pela Educação são razoáveis e que não há discordância com os níveis da divulgação do SAEB 2017, desde que se definam corretamente as metas para cada nível e que sejam feitas as correções necessárias. Para isso, construímos uma distribuição de referência ancorada a uma distribuição empírica de uma população alvo. No artigo, utilizou-se a população dos estudantes dos países pertencentes à OCDE. Indicamos que as metas do IDEB deveriam ser mais altas e mais consistentes com as metas do Todos pela Educação.


Palavras-chave


SAEB; PISA; IDEB; Escala de proficiências; Níveis; Metas; Distribuição de referência

Referências


FERNANDES, R. Nota técnica: índice de desenvolvimento da educação básica, IDEB. Brasília, DF: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais ‘Anísio Teixeira’, 2008a. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

FERNANDES, R. Nota metodológica sobre a compatibilização de desempenhos do PISA com a escala do SAEB. Brasília, DF: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais ‘Anísio Teixeira’, 2008b. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais ‘Anísio Teixeira’ – INEP. Microdados do SAEB 2017. Brasília, DF. 2018. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais ‘Anísio Teixeira’ – INEP. IDEB: resultados e metas. Brasília, DF, 2018. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019. Era IDEB

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais ‘Anísio Teixeira’ – INEP. Press kit SAEB 2017. Brasília, DF, 2018a. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais ‘Anísio Teixeira’ – INEP. Matrizes e escalas. Brasília, DF, 2018b. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

KLEIN, R. Como está a educação no Brasil? O que fazer? Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 14, n. 51, p. 139-71, abr./jun. 2006. https://doi.org/10.1590/S0104-40362006000200002

MORAIS, J. Literacy and democracy. Language, Cognition and Neuroscience, v. 33, n. 3, p. 351-72, mar. 2017. https://doi.org/10.1080/23273798.2017.1305116

ORGANISATION FOR ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT – OECD. PISA 2015 results (volume 1): excellence and equity in education. Paris, 2016. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

TODOS PELA EDUCAÇÃO. De olho nas metas 2015-16. São Paulo: Moderna; 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362019002702060

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.